terça-feira, 16 de dezembro de 2014

A arte de ter 50% das coisas emprestadas

As minhas amigas já sabem: sou a mãe irritante que tem uns bons 50% do material de puericultura emprestados.

- "Onde é que compraste?"
- "Não sei, emprestaram-me."

É isto, coisa sim, coisa não. Tenho a sorte de ter amigas que já tiveram filhos e tenho a sorte de ter amigas que tiveram raparigas. Tenho a sorte de não ser esquisita e de me estar a marimbar para ter coisas novas em folha. Acho até que é um desperdício de dinheiro e que não é sustentável ecologicamente estar sempre a comprar, comprar, comprar.

Tenho a sorte de saber estimar bem as coisas que me emprestam, pelo menos desde o dia em que estava a ajudar a minha mãe a acabar um trabalho de casa do meu irmão (sim, menino Frederico!) e deixei cair cola em cima de umas calças de ganga emprestadas pela minha amiguinha Priscila. Foi remédio santo. "Emprestam-te, tens de tratar como se fosse mais importante do que as tuas próprias coisas." Assim tem sido.

Roupas dos 0 aos 2 anos já cá cantam, desde fatos de treino, a sapatos e pantufas, gorros e meias, lençóis, berço, toalhas, mantas, almofada de amamentação, máquina de tirar leite, carrinho de passeio, ovo, isofix, parque, tapete de actividades, espelho para ver a criança no carro, enfim, um sem-número de coisas que podem perfeitamente ser partilhadas se estiverem em bom estado e se a pessoa for responsável, como eu (palminhas a mim). 
Fiquem descansados, Catarina, Ângela, Raquel, tia Beta e Rui e Fred, as vossas coisinhas estão em segurança. (Bem, agora com esta lista enorme fiquei a sentir-me uma crava de primeira!)

O único senão de ter coisas emprestadas é ter de as devolver. Eu explico: o carrinho de passeio que me foi emprestado vai ter de voltar à origem.

E é aí que vocês, mães experientes, entram. Não, não vos vou cravar nada. Que carrinho me aconselham? Queria algo bom, que não custasse os olhos da cara, que durasse uns 10 anos (não, a Isabel não vai andar de carrinho até essa idade, eu é que quero ter mais prole, se é que me entendem), que andasse bem em calçada, fácil de fechar e abrir e que caiba na bagageira.

Sugestões, please! Agradecida.


13 comentários:

  1. Também tenho imensa coisa emprestada, principalmente roupa! Há peças que só usei uma vez!!! Bomba e esterilizador também... são carissimos, temos de reaproveitar! Quando a carros a gama Jané costuma ser acessível e facil de manusear. Atenção é aos ovos e cadeirinhas de carro emprestadas, convém ter bem a certeza que tem as peças todas e não foi envolvida em nenhum acidente... geralmente de amigas até sabemos, mas falo mais para as compras em 2a mão (olx etc...). Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sem dúvida! E mesmo sapatos há que ter algum cuidado, não convem terem a forma do pé da outra criança nem estarem muito gastos, para que eles possam moldar o sapato ao pé.

      Eliminar
  2. Lolla Up azul escuro, empresto-te o meu! Até ver... Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. esclarecimento... o Até ver... não há-de ser tão depressa! Portanto terás carrinho enquanto a Isabel precisar dele e depois lá para os 18m logo pensas num carrinho bengala levezinho e pequenino!

      Eliminar
  3. Eu também tenhomontes de coisas emprestadas, mas as minhas amigas para chatear têm quase todas meninos e as que têm meninas estão em estações diferentes (dah)... mas mesmo assim, e porque não ligo muita a essas coisas de menino e menina (apesar de gostar de a ver com roupinha de princesa, mas não precisa ser toda, né!). Tenho um andador (tirei as rodas para ficar um "sempre em pé" mas fixo), almofada de amamentação, aquecedor de biberões (obrigado Susana, nunca foi preciso, mas está lá para entregar com o resto das coisas), o parque e o berço do primo (obrigado mana, tens de esperar para fazeres o próximo, pois ainda me faz falta o berço, ok?), o ginásio, os brinquedos que foram do primo (e ele adora ver a prima a brincar com as coisas dele), pijamas e outras roupitas do Enzo (obrigado Carina, fica tão gira de azulinho)... algumas roupitas da prima em segundo grau Carolina. E quando era mais pequenita a amiga Inês deu montes de roupa que deu um jeitão e agora já seguiu para outra menina que irá nascer em Janeiro! :) Obrigado a todas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ufa! Afinal não sou a única crava! eheh É esse o espírito. Acabo por lhe comprar alguma roupa mais querida (não resisto a algumas peças) e livros, do que gastar em muitos brinquedos que duram tão pouco (pelo menos o interesse deles lol). Também tenho brinquedos dos primos emprestados e dados, em óptimo estado.
      Este fim-de-semana já seguiu um saco enorme cheio de roupa emprestada para uma amiga, coisas tão novas e estimadinhas que não faz sentido ficarem fechadas num armário. Acho que isto de dar e receber faz muito mais sentido!
      Beijinhos!

      Eliminar
  4. Não Joana, não és a única crava :) assim que disse que estava grávida, as minhas primas emprestaram-me tudo, carrinhos (cheguei a ter dois cá em casa, actualmente tenho um da chicco, de bengala, o "snappy"), esterilizadores também cheguei a ter dois, bem como camas, banheiras, parques de brincar. Resumindo, só comprei o que ninguém tinha para me emprestar. E em relação às roupas, comprei e compro algumas por não lhes resistir, mas o Salvador usou e usa roupa que já foi de primos, e as roupas dele, também as empresto :) temos que saber re-aproveitar :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ufa! É bom saber que não sou o Tio Patinhas cá do sítio ehehe

      Eliminar
  5. Bem mais sorte do que eu deve ser difícil!!! A minha filha nasceu em novembro do ano passado e a minha irmã teve a minha sobrinha em novembro de 2010!!!!! 2 meninas, a mesma estação do ano, o mesmo mês (logo só os mesmos tamanhos!!!). Qdo ela nasceu só comprei mesmo a roupa q ela iria usar na maternidade!!! Hj em dia há peças que tb não consigo resistir e compro mas a minha filha vai ter sp a roupa da prima!!! Aliás volta e meia digo a minha sobrinha pra ter cuidado com a roupa que Dps vai ser pra prima!!! Looool e ela fica td contente qdo dizemos q a roupa da prima era dela!!!! Posso dizer que td a roupa da minha filha mesmo e q já não lhe serve coube dentro de uma caixa de plástico pequena!!!! 😊😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorte mesmo! Eu também tenho uma sobrinha de 4 anos, mas tive a sorte de ter mais uma sobrinha (irmã daquela) que nasceu um dia depois da minha filha! Por isso, desse lado não herdei nada ;) eheh

      Eliminar
  6. Eu herdei tudo da minha sobrinha, tem 4 anos de diferença da minha Leonor, foi uma bênção verdade seja dita. Roupas, artigos de puericultura e afins veio tudo emprestado, e, não me arrependo nada. Agora estou no mesmo 'impasse' a Leonor já está com os 9 meses e o carrinho que tem já não é tão prático, é um verdadeiro monstro, ocupa-me metade da bagageira do carro, e como a miúda já se senta vou optar por um dos famosos carrinhos 'bengala'. Já andei a ver carrinhos da chicco e vi uns da zippy, além de serem giros, são práticos, confortáveis e acima de tudo baratos, todos os ingredientes que uma mãe deseja.

    ResponderEliminar
  7. Eu também tive muita coisa emprestada e comprei muita coisa usada na Kid´s to Kid´s. Há lá muita coisa que compensa.
    Quanto ao carrinho, bengala da zippy, sem dúvida. Leve, colorido, fácil, barato e tem o fabuloso extra que nem todos os bengalas têm de baixar as costas e permitir que eles durmam belas sonecas recostados. Com a capota e as costas para baixo, eles ficam com a cabeça protegida e dormem que é uma maravilha. :)
    Espreita aqui para teres uma ideia:
    http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSowAFCl3HrCE7-uXC_3QFoIOzKfURBGG1WrcnlZR3rO8YH164w99hcVFKVvA

    ResponderEliminar