quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Só quero rapazes.

Gostava de ter mais filhos. Não sei se será possível, nem se o for, quando será. No entanto, se fosse hoje e se pudesse escolheria ter outro rapaz...

Quando soube que estava grávida perguntei-me vezes e vezes sem conta, como aliás todas nós, se seria menino ou menina. Ia às lojas ver roupinhas e o facto é que ter uma menina era muito mais aliciante! Roupinhas giras, mesmo as mais baratas. Tudo e mais umas botas, cinquenta mil milhões de modelos por onde escolher. Tudo tão mimoso e fofinho!

Depois soube que ia ter o Lucas. Se fosse rapaz o nome já estava escolhido e tudo! Se fosse rapariga não. À medida que o tempo ia passando, ia-me apaixonando cada vez mais por ele, e com a ideia de que ia ter um menino. Nunca tinha reparado antes, mas as roupinhas de menino também eram, afinal, aliciantes. Giras, modernas, "abebezadas" ou mais "de crescido". Está certo que não havia (e ainda não há, e creio que não venha a haver) tanta variedade como para menina, mas fui sempre escolhendo conforme o que ele necessitava. Às vezes perdia-me um pouco, mas não houve uma peça de roupa que o Lucas não vestisse pelo menos uma vez e à grande maioria foi dado muito uso. Dentro do possível, claro! De semana para semana há roupa que deixa de servir, tanto que hoje em dia já a compro com alguma folga.

Não sei se também pela personalidade dele e da minha, confesso que, a ideia que tenho no dia de hoje (sei lá se não vou mudar de ideias, principalmente se engravidar e for uma menina, claro está), é que sou muito mais compatível com filhos rapazes que com raparigas...

Enfim, o tempo dirá se vou continuar com a mesma opinião ou não...

E vocês? Só têm meninos ou meninas? Também sentem que o que vos "calhou" é o melhor que vos poderia ter calhado (se é que isto faz algum sentido...)?

17 comentários:

  1. Eu tb tenho um menino e adoro. Até saber o sexo do bebé, nao tinha preferência. Mas gosto tanto do meu menino, é tão querido e especial q não me importava nada de ter outro(s).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para nós são sempre especiais, seja qual for o sexo :)

      Eliminar
  2. Eu sempre quis meninas. Tive uma menina :). Se tivesse tido mais filhos, continuava a preferir meninas.

    Mas agora sou avó. E adoro de ser avó de um menino :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas isso compreende-se porque o teu menino é o Lucas! :) Hihihi

      Eliminar
  3. Eu queria muito um menino para primeiro rebento antes de engravidar, quando soube que estava gravida deixei de ter essa preferencia, mas em roupinhas de menina eram demasiado fru-fru para mim lol.
    Hoje, quando vou comprar roupa para o Manuel acho super fofo tudo quanto e roupa de menina para bebe... De 4anos, continuo a achar as de rapaz bem mais giras!
    Agora se me perguntares o que quero digo-te: Nao trocava o Manuel por nada neste mundo, mas outro terrorista assim, nao sei se aguento lol... Penso que vamos acabar por ficar por um ;-) Tu sabes do que estou a falar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai pois sei...! Agora tem uma nódoa negra na bochecha... Caiu em cima de um brinquedo. O que me espera... Eheheheh

      Eliminar
  4. Toda a minha vida sonhei ser mãe de uma menina! Essa ideia estava de tal maneira enraizada em mim que nem equacionava ter um bebé que não fosse uma menina. Dizia à boca cheia que se acontecesse ser um rapaz seria o meu maior desgosto!

    Quando engravidei decidi que não queria saber o sexo da criança, o discurso era sempre o mesmo "Tenho 8 meses para me afeiçoar e amar este Ser,depois de parir o amor será tanto e tão intenso que ser rapaz ou rapariga será secundário e não importará nada!".

    No decorrer da gravidez, não sei como, convenci-me que era um rapaz e todos que me rodeavam também o afirmavam com uma certeza tão segura que desde logo o bebé foi "O Puto". Quando na ecografia morfológica o médico se decaiu e disse que era uma menina chorei de tristeza, (sim! de tristeza)! Claro que logo a seguir, quando nos apercebemos que poderiam existir complicações (que felizmente não se verificaram) deixámos de querer saber de meninos e meninas, só queríamos que aquele bebé estivesse bem!

    Hoje sei, percebo enfim, que independentemente das nossas preferências, o que nos calha será sempre perfeito para nós! É nosso e seremos sempre apaixonadas!

    Mas a ter um segundo, gostaria que fosse aquele menino pelo qual me apaixonei durante a primeira metade da gravidez! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O futuro dirá, não é Anónimo? :) A expressão "que venham com saúde" é tão verdade!

      Eliminar
  5. Eu sempre achei que estava calhada para ter meninos. Sempre fui Maria Rapaz e as brincadeiras de meninas nunca foram o meu forte. E sempre achei as meninas mais histéricas e mais parvinhas...
    Mas depois vieram as gravidezes, as complicações, etc e tal... E agora tenho um rapazola de 8 anos e uma menina de 3 anos e claro que não os trocava por nada deste mundo e estes dois mundos aparentemente tão diferentes são tão próximos e com poucas diferenças. E amo de paixão ser Mãe de Menino e amo de paixão ser Mãe de Menina!
    E sim, o que nos calha é o que melhor nos poderia ter acontecido!

    ResponderEliminar
  6. Sou mãe de um menino de 3 anos e enquanto grávida dele sem ainda saber o sexo tinha preferência por menino. Este ano quando engravidei novamente e mesmo antes disso adorava a ideia de voltar a ter mais um menino. E tive ;o) Ambos partilharam a mesma DPP e nasceram com 3 anos e 7 dias de diferença ;o) ora a questão da roupa veio mesmo tornar as coisas mais fáceis e pude usar roupas neste que ja nasceu que nem consegui usar no 1º e dar mais uso a outras. Se tivesse outro não me importava nada de um rapaz novamente ;o) só me faltaria a coragem (esta ultima gravidez foi mais dificil e pós parto também, já o parto foi bem rápido) e uma casa nova, de preferência um pouquinho maior, pois o quarto que tenho para os meus filhos é só um e mal cabem 2 camas de adulto num futuro próximo e eu cá sou tão esquisita com beliches (não tivesse eu caído de um em pequena e ter-me magoado a sério)...

    ResponderEliminar
  7. Sempre me vi como mãe de meninas porque adoro todo o universo das roupinhas e assim, e quando fiquei gravida tive logo a sensação de que era um menino, e era! Fiz logo reset de coisas de menina e passei logo para os tons de azul sem qualquer problema! Adoro ser mãe de menino, vestir um menino, e não me importo nada se tiver outro.

    ResponderEliminar
  8. Tenho um menino ( já grandinho vá lá, com 13 anos), não tenho mais filhos mas convivo muito com outras mães que têm meninas. Claro que todos os filhos adoram os pais e as mães, mas os meninos são incapazes de nos magoar e as meninas com esta idade conseguem ser atrozes para as mães... por isso sim, gostava de ter mais um rapaz. Já o meu marido gostava que lhe saísse na rifa uma menina, porque acha que será mais ao lado do pai. Enfim, no fundo amaremos sempre os nossos filhos, sejam meninos ou meninas... mas que os meninos são aliados e defensores da mãe, não tenho dúvidas

    ResponderEliminar
  9. Sempre sonhei ter uma menina e confesso que se me saísse um menino iria ficar muito triste.faz hoje 1 ano que soube que iria ser uma Marta e fiquei louca da vida. Desde esse dia ainda fiquei mais feliz com a gravidez. Se voltasse a engravidar já n sei, acho que queria sentir o que é ser mãe de um menino. Contudo ter uma filha era um sonho e a minha filha é um sonho.

    ResponderEliminar
  10. A primeira é menina :) Sempre o senti. Desde o inicio da gravidez era uma certeza tao plena que se nao se verificasse posteriormente ser menina alguma desgraça cósmica se estaria a passar (o planeta girar ao contrario ou assim). Esta quase a fazer 8 anos e parece mentira (o factor tempo tem de ser relativizado aquando na maternidade, parece q o calendário galga paginas. Atentem mães 'de fresco', as velhotas nao exageram qd o dizem (só na quantidade de vezes q o dizem, mas isso é por causa da esclerose)). Depois os manos q foram chegando, 3 meninos. A branca de neve e os 3 anões (já nao se aplica, o mano de 6 já é mais alto q ela). E se bem q a Boneca é um verdadeiro capitão de equipa na frateria (anda tudo em ordem com ela por perto, é incrível, e ainda tem tempo para si mesma (a ver se enquanto mãe aprendo alguma coisa)), já mete o bedelho no planeamento familiar e encomendou uma irmã (ate aos padrinhos pediu, ahh ahh ahhhhh! Inocencia maravilhosa). Acho o meu ranchinho o maximo, ver as semelhanças e as diferenças entre eles, babar os episodeos de cumplicidade e adivinhar-lhes um futuro de harmonia e apoio incondicional entre todos. As sardas do ZM q ja lhe cobrem a cara quase toda, o Sebastiao (pronto já aqui li criticas as abreviaturas nos nomes, nao aplico mais. Nem a numeração (tenho amigas com 9 e 10 filhos, alguma abreviação/ordenação na escrita entende-se legitima)) la do alto dos seus 4 anos (anda muito intrigado com a presença das 'vita-meninas' nas frutas e legumes), o bebe Chico (aka Chico leiteiro (nunca chucha, nunca biberon e mesmo agora com 27 meses a maminha (ou o q resta delas) esta na ordem do dia). Nao queria diferente. Cada bebe é uma pessoa nova a estrear, é sempre uma benção, uma vida a descobrir, uma pessoa diferente com os seus q's individuais. Meninas, meninos.. viva a vida!

    ResponderEliminar
  11. Eu tive uma menina e agora grávida novamente gostaria de ter outra menina, ao fazer a primeira eco esta semana fiquei com o feeling que vem aí menino.

    ResponderEliminar