terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Come a bolonhesa, Irene come a bolonhesa

E não é que é desta que vou começar a cozinhar?

Pelos vistos, já deveria ter introduzido a segunda parte da refeição da Irene e "ninguém me disse nada". Sei que não há timings perfeitamente certos para estas coisas, mas o facto de ela nunca estar entusiasmada com a sopa pareceu-me ser um sinal e, realmente, tem comido muito melhor.

Lembram-se daquele livro da alimentação infantil que demos um a Mãe dá há uns tempos? Este? Deicidi dar mais uma vista de olhos, sem ser para as sopas e decidi fazer a bolonhesa que há lá nas receitas dos 9-12 meses. 

Muito aldrabada, claro, porque me faltavam alguns ingredientes. Curiosamente, o mais esquisito era o que eu tinha: aipo. Coisas do meu marido. Ter aipo. Nem sequer sabia que isso existia. 

Quando era solteira, o meu jantar resumia-se a Coríntias e Chocapics (e não me custava muito hehe).

Agora dou por mil a fazer imensas sopas (para a míuda) e a tentar fazer comidinhas para ela. Gosto tanto. Odeio cozinhar, mas gosto imenso de vê-la a comer o que cozinho ou preparo. Já percebo as mães. 







Já que me estava a sentir toda super-mãe decidi experimentar pôr o resguardo da mesa no chão e ver como é que ela se entretinha a comer com as mãos. Valente estúpida (eu, não ela). Claro que a primeira coisa que fez foi virar o prato ao contrário.

Agora que penso nisso: qual é o problema? Que parvoíce. Devia tê-la deixado fazer um chavascal enorme. Era para isso que tinha lá a porcaria do resguardo... Grrr!!! Nós e a mania das limpezas. Ainda por cima com um resguardo!! A sério que só me apercebi disto agora. Bem, não é grave. Amanhã é outro dia e visto-lhe um bikini. 

Outra: já viram a quantidade de comida que lhe pus no prato? Ahah! Às vezes a minha cabeça não funciona. Ahah Aquilo é quase uma refeição normal para nós. 

Enfim. 

Mais comidinhas virão! 

Algumas receitas giras que os vossos miúdos com esta idade gostavam?


3 comentários:

  1. Gratinados: Bechamel com cenoura cozida e cubos de fiambre, bechamel com peixe cozido, bechamel com pedaços de frango (prev grelhado) e algum legume cozido. Ainda hoje, os mais crescidos quando torcem o nariz a algum alimento, vai de gratinado em frente: broculos com bacon tirinhas e batata frita rodelas é um dos eleitos!

    ResponderEliminar
  2. por aqui come-se muito assim :) é uma festa! Com 10 meses ele já devora tudo quando é pedaços, pela própria mão.

    ResponderEliminar
  3. O meu desde cedo (uns 6 meses) que mostrava muito interesse por tudo o que comiamos, nessa fase só deixavamos provar fruta e ele adorava tudo! Por volta dos 10 meses comecei a dar a nossa comida para experimentar. Sugiro salada russa e pedaços pequeninos, qualquer comida com puré de batata (peixe ou carne) que vai toda agarrada ao puré... Depende também dos dentes que já tem, para facilitar a mastigação.

    ResponderEliminar