terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Não me larga da mão (e ainda bem)

A Isabel só quer colo. Já adormecia sozinha com 4, 5 meses, bastava deitá-la na cama, depois da história, da maminha e dos beijinhos e ela adormecia, agarrada ao Zezé. Agora já não posso com as costas, com os braços, tenho de andar pelo menos 30 minutos em pé de um lado para o outro para ela adormecer. Se me sento no cadeirão, reclama. As sestas correm muito melhor. Estarmos as duas no cadeirão, juntinhas, é mais do que suficiente para ela adormecer.

Pus-me a pensar se estaria a habituar mal a minha filha e a pensar na "regressão" dela, a partir do momento em que teve uma otite, com sete meses. Como negar colinho à nossa filha doente? Como negar colinho ao nosso ser mais precioso, se ele nos pede? Lá vem a história das manhas, do deixar chorar e de os ensinar a dormir sozinhos. Não sei se compro.

Lembrei-me, a propósito, de numa aula de psicologia do 12º ano se falar da experiência com os macaquinhos de Harlow. Os macacos bebés tinham à disposição duas mães artificiais: uma de arame, com leite, e outra também de arame, mas forrada com tecido fofinho. Eles passavam horas a fio agarrados à mãe felpuda. O conforto e o contacto físico é tão ou mais importante que a própria alimentação. 

Não sei se me irei arrepender, quando a Isabel tiver 45 anos e ainda quiser adormecer ao colo. Mas o que é certo é que o meu instinto me diz para fazer assim: para a embalar, enchê-la de beijos e do conforto do meu peito, quentinho, onde bate um coração, cada vez maior.

* imagem weheartit.com

4 comentários:

  1. Eu faço o mesmo... quero lá saber...! Afinal, a mãe é que sabe!

    ResponderEliminar
  2. Colo muito sempre!
    Já não a adormeço ao colo pois com 20 meses os meus braços ficam tipo massa mas deito me a beira dela e temos sessão de abraços e beijos e sussurro musicas e histórias e segredos só nossos.... Até aos 16 meses adormeceu no meu colo sempre... Eu cá faço tudo mal. Quando ela acorda a meio da noite e me chama tb a levo para a minha cama e trocamos mais abraços e sussurros.... Adormecemos as duas juntas e acordamos de manhã sempre juntas. Eu quero lá saber se a estou a habituar mal... Cada uma sabe de si e da minha filha eu e que sei

    ResponderEliminar
  3. Ca para mim habituar mal nao é isso! Isso é instinto, amor, momentos que passam tão depressa é de que vamos ter saudades! Nunca conheci nenhum adulto a querer colo e a dormir com os pais!😋

    ResponderEliminar
  4. Joana tive um primeiro que nasceu a saber dormir. Era deitar,chucha,beijinho e voilá. Agora no segundo faço tudo "mal" tb. Já me questionei tantas xs sobre isso. Mas ele adormece,tranquilo,feliz e entre isso,embora gostasse que alguém me pudesse render as xs, e ouvi-lo chorar desesperado cm se o mundo acabasse sem a mãe, prefiro o caminho "errado" mas do coração. ❤️

    ResponderEliminar