domingo, 22 de fevereiro de 2015

Sexo? Prefiro dormir!

Calma, não fui eu quem disse isto. E se fosse, também ninguém tinha nada a ver com isso.


Na já tão badalada grupeta privada que temos no Facebook (mamãs de março de 2014), fala-se de tudo. Um dos últimos temas foi sexo depois de se ser mãe.


(Pedi à Isabel para me ajudar aqui a manter o anonimato da publicação e a minha filha nunca me desilude.)

Neste criterioso e científico estudo com p'ra lá de 16 participações (upa upa), cerca de 90% das inquiridas confirma que prefere uma boa noite de sono a uma noite de sexo. As restantes 10% falam de barriguinha cheia (e pelas noites de sexo às tantas a expressão já é literal hehe) porque os filhos lhes dão umas belas noites. Cerca de 20% diz que vontade não lhes falta, mas que se sentem cansadas.


Ora bem, este já não é um assunto novo aqui no blogue. A Joana Gama deu, de forma humorística, dicas para recusar fazer sexo aqui (Dicas para fazer recusar sexo como uma mãe) e eu já falei no sexo depois do parto aqui (Sexo depois do parto?).

Agora algo que nunca aqui foi falado: eles. Eles, os maridos, os namorados, os pais das crianças, os companheiros, o que for. A pessoa com quem dividimos a vida e a cama.

(Voltei a pedir a colaboração da minha filha para preservar o anonimato desta mãe. hehe)

Muitas mães diziam o mesmo: que eles contavam as vezes, que se sentiam mal, mas que o cansaço muitas vezes vencia. Percebo que não seja fácil lidar com a situação e que para alguns casais este possa ser um motivo de afastamento e que a relação possa esmorecer. Quantas histórias já ouvimos de que a relação arrefece depois de sermos pais? Mas também não cola aquele discurso machista, como se a mulher tivesse de estar à disposição do seu amo e senhor, do "ah! mas ela não lhe deu o que ele precisava, foi procurar fora" ou "se eles não têm em casa, mijam fora do penico". Se isso acontece nesta fase de grandes transformações das nossas vidas, então não me parece que ele seja O homem da nossa vida. 

Mães que têm preferido uma noite de sono (ou umas horas) a fazer amor, já perceberam, não estão sozinhas. Façam, todas juntas, umas rezas e esperem que isto passe (ou façam por isso, se for o caso, porque às vezes o segredo está em (re)começar).

Mães que andam a ter uma vida sexual mais activa que a do Redtube, dicas para as outras mães, ófaxavor.


Vá, tambem podem comentar este texto como anónimas, não se apoquentem.

9 comentários:

  1. O segredo é o seguinte: Quanto mais cedo se deita o bebé, mais tempo temos para estarmos os dois a aproveitar o serão (nem que seja a ver a novela, mas só o facto de sermos só os dois, sem o bebé a precisar de atenção de 5 em 5 min - lol queria dizer de 10 em 10 segundos! - já faz a diferença na manutenção da relação pré-filho). Isto inclui jantarmos sentados sossegadamente: IMPORTANTÍSSIMO!!
    O amor, o melhor é fazer logo a seguir a deitar o bebé, ainda não estamos podres e não vamos adormecer a meio. Mas eu faço parte das mães que metem nojo, cujo bebé de 2 meses dorme no mínimo 8h seguidas (e é só por isso que comento anónima!)

    ResponderEliminar
  2. Sou uma mamã de primeira viagem e como me encaixo neste dilema. Meu bebé dorme a partir das 22h, quando o deito para dormir vou com esperança que volto pro sofá para junto do meu marido :( acabo por adormecer pois cansaço é mais forte. Ainda não falamos no assunto, mas espero sendo ele uma pessoa inteligente, que esteja a perceber a minha "fraqueza". Tal como foi dito, vontade não falta, falta é força.

    ResponderEliminar
  3. Acho que o segredo é mesmo esse Joana - re(começar). Quando a coisa começa a aquecer também me passa pela cabeça o cansaço, a vontade de fazer ronha, pedir massagens e adormecer mas depois dos primeiros beijos já não quero outra coisa. Além do amor também nos relaxa e eleva a auto-estima. Sou mãe de primeira viagem, em casa e com um bebé de dois meses que ainda acorda durante a noite. O meu "segredo" é descansar durante os sonos dela.

    ResponderEliminar
  4. Querooooooo tanto e não consigo, após quase 2 meses de bebé novo em casa ( o mais velho com 3 anos) andamos os dois atrás do que era hábito e que deixou simplesmente de existir, pois quando já tínhamos um pouco de tempo para nós como casal decidimos ter um segundo filho e acho mesmo que até voltarmos a namorar à séria vamos levar muitoooo tempo.....O bebé mama de 2 em 2 horas e faz sonos de 15 minutos.....Socorrooooo ��
    Já para não falar de todos os sentimentos que andam nesta casa e família
    Mas vai passar����������

    ResponderEliminar
  5. Fantasias. Calçar saltos só porque lhe dá te***. Sexo oral, aos dois, que mulher não fica logo com vontade? Dias só de spooning também, porque é tão bom. Claro que falo de barriga cheia do alto dos meus 25 anos e do meu bebé que dorme a noite toda. Meto tanto nojo que devia comentar anónimo lolol

    ResponderEliminar
  6. Fantasias. Calçar saltos só porque lhe dá te***. Sexo oral, aos dois, que mulher não fica logo com vontade? Dias só de spooning também, porque é tão bom. Claro que falo de barriga cheia do alto dos meus 25 anos e do meu bebé que dorme a noite toda. Meto tanto nojo que devia comentar anónimo lolol

    ResponderEliminar
  7. Ora, era bom que os maridos ajudassem mais em casa... Sim muito mais.... O meu ajuda-me, mas nao ajuda o suficiente... Mas na cabeca dele ja e um missionario em Africa a contruir escolas e hospitais.... Eu trabalho estudo, tomo conta da casa e dos filhos... ele... trabalha... uns dias por semana.... por isso.. Ofaxabore de quando estao em casa tirarem a peida do sofa e ajudar as mulheres, sem que faca falta um requerimento em folha azul de 25 linhas com selo branco... ta? Os meus piolhos vao para a cama as 7 da noite... Mas mesmo assim, com tanto que ha para fazer.... A minha horinha, vou dormir e nem penso em sexo, nem em ter pena da vontade do marido....

    ResponderEliminar
  8. também se fala muito nisto no Mamãs de Maio 2014 :)! acho inevitável que os primeiros tempos sejam complicados, quando eles dormem toda a noite desde cedo, claro que ajuda! por aqui foi mama de 2 em 2horas até aos 5 meses, depois começaram as otites, bronquilites, etc etc...noites a dormir 2horas e ainda pensar numa boa noite de sexo? Sorry maridinho, mas acabo a preferir dormir 1hora a correr...tipo rapidinha no sofá!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo23 de fevereiro de 2015 às 07:27 diz:

    "era bom que os maridos ajudassem mais em casa..."

    Ha um problema serio nesta frase, tal como na cabeca das pessoas que ainda acham que o papel dos maridos e 'ajudar' em casa. Nao e, nao e mesmo! O papel e o mesmo que o da esposa... divisao igual. Isto para mim e tao errado que me faz comichao! Vamos mudar o verbo... please!

    ResponderEliminar