sábado, 29 de agosto de 2015

Sem a minha filha.

Vou estar dois dias e meio sem a minha filha. Depois da pneumonia, em dezembro do ano passado, nunca mais dormi uma noite sem ela. Antes de ficar doente, tinha ido com o pai dela 3 dias (dois dias e meio, para ser mais precisa) a Praga e ficou com a avó Tatá. O primeiro dia foi pacífico, namorámos muito, soube-me bem estar a dois, sem preocupações de horários. Mas à noite já me estava a faltar qualquer coisa. Qualquer coisa não. Estava a faltar-me tudo. No segundo dia, o FaceTime ajudou-nos a matar saudades. Ao jantar já estávamos loucos de saudades. Ao terceiro dia já só falávamos dela. O tempo todo. Já contávamos as horas para a ver. Dizíamos que dois dias é o máximo que um coração aguenta sem a nossa pirralha. Quando a vi, chorei muito. Estava com febre há umas horas. Aninhou-se no meu colo e a respiração estava muito estranha. Senti-me a pior mãe do mundo. Culpei-me por tudo. Fomos ao hospital e por lá ficámos não sei quantos dias. Depois tentei pensar de forma racional. Mesmo que tivesse ficado cá, também só iria com ela ao hospital depois de ter febre. Vim a tempo. 
Mas o coração nunca conseguiu dizer isso. 

Amanhã à tarde vou em trabalho para os Açores. Volto na 3a, já depois dela estar a dormir. Fiquei feliz com esta oportunidade, claro. Mas já estou a morrer de saudades da minha piolha. E o meu coração já está muito acelerado. Vai correr tudo bem. Vai correr tudo bem. O pai, que é mãe, vai dar-te todo o colinho do mundo, filha. A mãe já volta.

2 comentários:

  1. Joana, como mãe de primeira viagem e de uma bonequinha c 5 meses ainda n passei mais do que 1/2 horas sem a ver e estar c ela. Mas quarta volto ao trabalho e a minha mãe fica c ela. Vou fazer um horário mais ou menos leve (sou trabalhadora independente pelo q tenho a sorte de conseguir mais ou menos fazer o meu horário). Mas já me sinto a ficar c saudades. Em outubro vai mesmo P o berçário e aí as coisas vão mudar... E apesar de n ser mais de 1 dia será mais tempo longe dela do q até agora! Tento pensar positivo e ver as coisa de forma leve sem dar demasiada importância.... Mas, como n dar?
    Boa viagem e vai ver q vai correr td bem ;)

    ResponderEliminar
  2. Estou solidária, volto terça... Fica com a minha mãe enquanto tiver as duas horas de aceitação :-( Ai meu Deus... (Mas é só joanas???)

    ResponderEliminar