terça-feira, 15 de setembro de 2015

O Panda e os Caricas.

Ui. Por onde começar. Devo dizer que a culpa é da Isabelinha da Joana Paixão Brás. Nós partilhamos uma conta do Youtube e no meio das músicas que punha para a Irene aparecia-me isso do Panda. Não resisti. E entrei na seita. 

A Irene é agora mais uma fã dos Caricas. 



Claramente preferia que o nome tivesse alguma coerência com o projecto. Talvez O Panda e os saltitões ou o Panda e os personagens com síndrome de Peter Pan. Ou: mais uma maneira de vos mamar dinheiro em merchandising e festivais. Ou, esperem, esperem: como por pão na mesa vestindo umas jardineiras de pano feitas à mão. Já estou a divagar. É só porque, dito muito rápido, parece que estou a dizer o nome ordinário para pipi em criolo. São referências que eu cá tenho, não se incomodem.

O meu primeiro contacto não foi de choque. A Irene começou logo à saltar e pensei que isso era bom para lhe fortificar aquele traseiro. Aos 17 meses sofre de alguma celulite e quero já por-lhe aquilo em ordem para não te de usar daquelas calças todas push-up da Salsa (o quê? a Joana Paixão Brás tem umas? Que coincidência!). 

Devo congratular os actores pela sua entrega e ao esforço que fizeram para abolir toda a sua sexualidade. Até o pobre do Matias usa uns collants para não se ver os pelos das pernas (não fosse alguma menina ficar mais entusiasmada ou pensar que ele já não tem idade para fazer aquelas figuras). Sim, deve ser por causa da croma, mas ninguém me convence de que ele não está a gostar. Aliás, não vejo outra maneira dele saltar tão à vontade sem ter aquilo tudo arrumadinho como nós quando temos de nos enfiar violentamente dentro de collants. 

O Matias (personagem, não actor, o de vermelho) tem uma deficiência na fala? É para que as crianças aprendam a tolerar a diferença? Também pode ser aparentado do Sean Connery e parecer que tem meia gaze na boca enquanto fala por causa disso. Outra hipótese que ponho é estar a usar uma prótese. Também pode ser. 

A Clarinha (a de rosa) é aquela que os rapazes pensam primeiro em "ir lá". Perguntem lá ao vosso tipo se não era a que faziam primeiro. Ah pois! Tem aquele ar sonsinho, mas dizem eles que ou é mesmo uma bomba na horizontal ou um bacalhau e que, se for de graça, vale sempre a pena tirar a dúvida. Eu gosto dela, não brinca em serviço. Como atriz não se esquece do que está a fazer e dá para ver pela intensidade desmedida no "mais um" que grita na música da Festa: "toda a gente está feliz... [está feliz], toda a gente a cantar...". Essa, exactamente. 

O Pedro (o de azul) parece o Keanu é verdade. Não tenho grandes reparos a fazer. Se tivesse de dar um bate-chapas nalgum deles era nele, mas depois de um cortezinho de cabelo. Nenhum homem que tenha de manter aquela cabeleira está pronto para amar uma mulher com deve ser. Sorte a dele de não ter pelos nos braços, senão também lhe punham uns collants como ao pobre do Matias. Gosto muito de o ver a saltar na música do Baile Olímpico (que é só o título mais imbecil de todos, supera até o "Sou uma Taça"). Parece que a sua vida depende disso. Muito magrinho, porém. Tem estrutura corporal para poder apanhar uma candidíase e ter de por uns ovinhos. 

A rapariga de amarelo (que nunca me lembro o nome porque cá em casa chamamo-la de wannabe Ana Malhoa) é aquela que o meu cérebro tolera menos. Nutro uma simpatia generosa por ser a mais badochinha e portanto "ser cá das minhas" (não é gorda, simplesmente não é esticadinha como a Clarinha, a "papável"), mas acho que é daquelas personagens a quem eu daria um soco no esfíncter anal se tivesse de lidar com ela todos os dias.  No meu esfíncter. Não no dela. No meu para ser daquelas manobras de diversão de quando nos dói a cabeça bater com o pé no móvel e, de repente, deixar de doer o que doía antes (aconselho isto a gente parva, só). Não gosto de te ver sem ser com os totós de lado, rapariga de amarelo. Quando pões aquelas pseudo-tranças ficas mais enervante, fica a dica. Quanto a deixar uma alça das jardineiras para baixo... havias de ter crescido com a minha mãe que te ensinava a usar isso bem vestido. Que cric... carica mais rebelde. Que malandra. 


Que fique claro que nada tenho contra os actores em si, que não os conheço mas, por acaso, gostaria. Adoraria ver um deles a fumar, saber que outra tem um piercing num mamilo e que um deles não tem uma placa, simplesmente faz boxe e que lhe partiram a boca toda no dia das gravações.

Obrigada e desobrigada por fazerem parte duma das coisas mais giras e piores da nossa vida familiar. 

Nota: esqueci-me de falar da falta de trabalho das letras, fica para outro post. "Pinguim, Pinguim, Pinguim, a dança do Pinguim, Pinguim, Pinguim é para dançar assim" não me parece que tenha feito valer o caché do letrista. 





43 comentários:

  1. Muito bom! Já tive o momento de rir para dentro do dia (rir para dentro porque a minha filha está a tentar dormir e não lhe ia espantar o sono gargalhando como gostaria).
    Também não sou apreciadora do Panda e os Caricas, mas sou uma mãe muito mais responsável que tu e não deixo a minha filha ver. Nem o meu marido. Já o deixo ver a Anita a cantar a "Estátua" só para lhe dar a oportunidade de ver uma vistas enquanto toma conta da filha.
    Já agora seria engraçado fazeres um texto sobre os desenhos animados mais recomendáveis para crianças pequenas.
    O Pocoyo é mesmo muito giro, cá em casa vemos todos com muito gosto. Todos os outros são... estranhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe, Purpurina, mas onde é que a "Estátua" é melhor que os Caricas? "sou uma mãe muito mais responsável". Está a brincar, não está?

      Eliminar
    2. Siiiiiim! O Pocoyo é lindo e tem tudo de bom: é efectivamente educativo, é uma fofura de giro, todos os personagens têm um design espectacular e a versão portuguesa tem a narração do Rui Luis Brás, que eu adoooroooo! Pocoyo 4ever!
      Vou ficar tão desiludida quando o meu filho não tiver mais pachorra para ver aquilo... Pior, se me troca o Pocoyo pela Xana Toc Toc... nem é bom pensar!

      Eliminar
    3. Olá Siena, fique descansada que estou mesmo a ser irónica. :) beijinhos

      Eliminar
    4. Vanessa, tenho fé que eles gostem para sempre! :D

      Eliminar
    5. Cada um e livre de pensar e dizer o que quiser mas o que e certo e em todos os concertos que fazem os primeiros bilhetes a esgotar sao os mais caros! O que é um exagero no preço.. Mas e um facto

      Eliminar
  2. Eh pá! Tenho que dizer que os Caricas sempre me fizeram "espécie", os personagens sim. E de todos, mais o Matias e a carica de amarelo, a Pipa. Mas lá tivemos que nos render porque o nosso rapazinho de 2 anos e meio quando quer dançar é isto que pede (ah! E stole the show, de Kygo, valha-nos ao menos isso) e nós já sabemos grande parte das letras de cor. Mesmo quando não dizem nada. Ou quando o Matias parece um anormal (não sei dizer isto de outra forma) e a Pipa tem a mania mais do que o costume.
    Mas ainda há a Xana TocToc e as músicas (mal) traduzidas do Ruca!

    ResponderEliminar
  3. Acho que se acabou o descanso por aí... não tarda estará a acordar com as músicas do Panda a ressoarem na cabeça! Aqui tentámos sempre evitar o Panda, íamos pondo a Xana Toc Toc, o Avô Cantigas e o Mio Mau (bonecos em plasticina), mas uma tarde em casa dos avós estragou tudo, viu 5 minutos do Panda e ficou doida! Ainda a vamos distraindo com músicas de outros artistas, mas coisa pouca!

    Ah e detesta a música do Pinguim...

    ResponderEliminar
  4. Caricas...elas adoram. Mas a xana é ainda mais top p elas ou entao as músicas da carochinha (nada a ver).

    ResponderEliminar
  5. A de amarelo, a Pipa, não acho mal, agora a Clarinha sim, essa irrita-me e não é pouco. Aquela voz é muito forçada, isso dá cabo de mim...
    Reparo: "Pinguim, Pinguim, Pinguim, a dança do Pinguim, Pinguim, Pinguim TENS DE dançar assim" ;-) A minha filha adora esta e claro a da taça :-)
    São simplesmente músicas para crianças, não são elaboradas, são básicas até, mas acho que não está assim tão mal, afinal para eles delirarem como deliram com isto, é porque está feito ao nível deles.

    ResponderEliminar
  6. Ri-me. É basicamente só isso. No meio do metal e alternativo que ouço, de vez em quando, canto sozinha "Sou uma taça"... É verdade.

    ResponderEliminar
  7. Cá em casa temos MUITOOOOOOO respeitinho pelo Panda e os Caricas pois poem o mafarrico na ordem! "Não queres comer, acaba-se já com os caricas..." - e por milagre ele abre a boca!
    Detesto a sonsa da clarinha e gosto da pipa (de amarelo) por ser mais maria-rapaz e redondinha, personagem na qual me revejo inteiramente!
    Quanto às letras, eles não têm culpa, pois são adaptações para português de musicas infantis de várias origens!

    ResponderEliminar
  8. Este sim, é um post mesmo parvo... mal muito mal, Sra. Joana Gama.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Totalmente de acordo. Ridículo mesmo... Das 'coisas' mais estúpidas que já li

      Eliminar
  9. Mal ia a nossa vida se achássemos piada aos Caricas... São personagens criadas para crianças bem pequenas, assim como músicas simples mas que ficam no ouvido acompanhadas de umas coreografias fáceis de imitar.
    Espero que os personagens não sejam assim na vida real, nem que a Xana Toc Toc vista aquelas roupas no dia-a-dia...
    Não acho grande piada, mas uns minutos por dia a Laura ouve disto e farta-se de dançar... Eu danço a par com ela e às vezes até o pai tem de dançar connosco! São momentos de diversão em família, pelo que não percebo o porquê de uma mãe acima se dizer responsável por não deixar os filhos ver os caricas. Não deixo é a minha filha assistir às pimbalhices de cantoras e bailarinas sexys nos programas familiares de domingo à tarde! Agora a Baby Tv é presença assídua em casa (Txiiiiiii, eu deixo a minha filha ver tv...), assim como panda e os caricas, xana toc toc, ruca e noddy!

    ResponderEliminar
  10. Pensavamos que já tinhamos passado a fase dos caricas. No entanto a vida dá muitas voltas e não é que voltamos a desencatar o DVD para os gémeos. Os gémeos gostam e os mais velhos adoram. Claro que não dão parte fraca mas, é só ouvirem as musicas e vão logo para o quarto dos irmãos. O Leo diz que está na hora do exercicio, grita pelo irmão mais velho e lá vão eles a fazer ski, basket, futbal...
    Eu já não posso ouvir as musicas, não me saem da cabeça. Mentalmente ouco-as tocar uma e outra vez. Por vezes, em casa juro que estou a ouvir as musicas mas afinal o DVD está apagado. Acho que estou a dar em doida.

    ResponderEliminar
  11. ahahahahha!!! não sei o que te deu hoje, mas gostei :) obrigado por me pores a chorar de tanto rir :)

    ResponderEliminar
  12. Uma opinião diferente em http://reidosbubebes.blogspot.pt/2015/09/o-panda-e-os-caricas.html :) De qualquer forma, adoro o vosso blogue ;)

    ResponderEliminar
  13. Oh meu Deus,ainda não estou nessa fase pq a minha menina ainda nao vê tv,mas até tenho medo qd chegar a altura hehe

    ResponderEliminar
  14. Nao gostei. Este tipo de "humor" eh demasiado negativo, e nem sequer tem grande substancia... estamos mesmo a criticar um programa infantil por ser infantil...? o que vejo neste post (e em tantos outros) eh alguem que gosta de humilhar, ridicularizar e criticar em tom arrogante para uma gargalhada facil. Nao acho piada e nao vou voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quer apostar em como volta? ;) Fica só entre si e si já que comenta com vergonha de assinar. :)

      Eliminar
  15. Está muito bom mesmo, mas permite-me discordar, quem me irrita mesmo é a Clarinha com aquele ar e voz de sonsa. Era capaz de lhe apresentar um gajo que acabava logo com aquilo :) Na minha opinião, a Pipa é uma porreira e a mais normal.
    É o Panda Style e por falar nisto, lembrei-me agora que os bilhetes já estão comprados para o próximo concerto :) A miúda gosta e nós pais alinhamos, mas neste caso quem vai mesmo alinhar será o pai, porque eu já tive a dose com o concerto da Xana Toc Toc :)

    http://blogdababym.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. O que já me ri! Não sejam muito sérios, por vezes temos de inventar uns disparates! Ninguém se magoa por isso.

    ResponderEliminar
  17. Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Roxo e Violeta... É o arco iris...

    ResponderEliminar
  18. Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Roxo e Violeta... É o arco iris...

    ResponderEliminar
  19. Os caricas são o meu momento zen com a minha Anita (suck it Martine) de 1 ano depois de 12 horas de trabalho escravo no Marl. E sim, dou por mim a carregar contentores e a trautear a música do pinguim várias vezes.

    ResponderEliminar
  20. Metes nojo. Morre depressa.

    ResponderEliminar
  21. Mas será possível que temos adultos a criticar um programa infantil? Já experimentaram a por os vossos bebés a ver os filmes mais premiados dos oscares? Possivelmente também os vão achar estúpidos.... oh meu Deus, isto está feito para as crianças, letras fáceis de devorar e coreografias faceis de imitar. Cores vivas para despertar a atenção dos bebés. A minha filha com 3 meses já se ria à gargalhada com as musicas do panda e os caricas...estranho seria os adultos delirarem com isto como as crianças...a não ser que estejam com um grave atraso no crescimento cerebral...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem, boa resposta!valha me Deus que necessidade que as pessoas têm hoje em dia de opinar e mal dizer de todas as coisas só porque sim... não sei porque sabe ao pormenor todos os defeitos das personagens dos caricas será porque já as viu dezenas de vezes??mas então não era você que não gostava deles??decida se...

      Eliminar
  22. És burra todos os dias...

    ResponderEliminar
  23. Bom dia, tou chocada. Não por ter feito um post sobre uma banda infantil destinada a crianças e feita para elas. Até pq se elesdançam tanto e gostam é porque devem estar a fazer um bom trabalho. Estou chocada porque diz que aos 17 meses a sua filha tem celulite. Temo pelo futuro dela cheia de complexos por ter uma mãe assim. Sejam felizes com o que têm e divirtam se muito. Pois a vida é curta...

    ResponderEliminar
  24. Obviamente que os caricas na vida real não são o que representam.
    São actores de teatro é um ou dois deles até bem alternativos.
    Mal de nós se não fossem estes personagens que fazem as delícias dos nossos filhos.
    Pelo menos nestes vejo gosto no que fazem. Já na Toc Toc acho-a uma arrogante de todo o tamanho.
    Quanto a Pipa, acho-a uma bela cantora, já desde que participou no primeiro programa Operação Triunfo, era ainda uma jovem de 19 anos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Cada qual tem o direito a sua opiniao. Mas gostava que (com tanto maldizer) fossem voces a fazer aquele trabalho... gostava que enchessem recintos como eles enchem, que tivessem metade do tempo de antena que eles têm... sao maus porque? Porque nao perpetuam a sexualidade que as donas de casa querem ver nas novelas da tvi? Ou porque nao sao agressivos e rançosos como a maioria dos homens gosta de ver quando liga a televisao?

    Sao quatro pessoas, quatro artistas que cantam musicas infantis e que fazem os delirios de muita muita gente. (Nao so miudos como tambem muito graudos) ...

    Respeitem o trabalho das pessoas e se nao o quiserem respeitar tentem fazer um terço do que eles fazem e depois sim ataquem-nos com essas palavras baixas e comentarios desmesuradamente inuteis.

    ResponderEliminar
  26. Para desenjoar...
    https://www.facebook.com/PequenoDavideosSemSoninho

    ResponderEliminar
  27. Por acaso até acho bastante aceitáveis enquanto atores cantores e entertainers. Obviamente que me ri pois isto é uma sátira a um fenómeno infantil que volto a dizer que respeito muito e que me ajuda num aperto com o meu garoto. Agora acho que tanto is caricas como a xana, são programas de longe melhor do que qualquer novela da tv ou já sem falar daqueles maravilhosos programas caça talentos ou reality show's...

    ResponderEliminar
  28. Adorei a visão sobre os caricas....imaginei que era louca de pensar neles a volta da mesa a beber copos....mas Sonia e as Profissões a imagino snifar coca e beber vodka gravando aquilo.

    ResponderEliminar
  29. Se a estupidez fosse gente seria a senhora consertesa.
    Diz se uma pessoal letrada e culta nao me parece que seja, pois criticar uma banda infantil INFANTIL isso mesmo para criancas não para adultos. Com tamanha ignorância só pode ser de uma pessoa muito inculta e que só quer chamar a atenção criticando os outros .
    Tenho pena das crianças que a rodeiam sinceramente devem ser infelizes por não poderem viver uma infância como todas as outras.

    ResponderEliminar