quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Ela estava cheia de nódoas negras.

E foi essa a gota de água. Adeus berço. Mesmo com a porcaria do contorno almofadado, a meio da noite ela, com o seu sono atribulado, lá mandava uma patada e era um barulho enorme que a assustava e, algumas vezes, até a acordava. Acabou-se. Há bebés que dormem nos berços (neste caso era uma cama de grades que a Irene nunca dormiu num berço, sequer) até aos 2/3 anos, mas sentimos que não dava mais. 

Compramos estrado e colchão, mais roupinha de cama e pronto. Adeus. Desaparece seu sacaninha (até ao próximo feto). 



Ficou louca com a cama nova. Com a autonomia. Com poder ter um espacinho fofinho para brincar com os seus brinquedos. Por o pai e a mãe se poderem deitar com ela no seu quarto. Ficámos todos calmamente histéricos com isto.

Na primeira noite dormiu com um "chão de ginásio" de um dos lados e, do outro lado, o tal contorno de berço.

Acordou milhares de vezes (não teve que ver com a cama, acho que estava com dores de dentes) e, nalgumas das vezes, fui dar com ela noutros sítios do quarto, maioritariamente já sentada.

Na segunda noite (e, aliás, na sesta seguinte), já enchi aquilo de almofadas e edredons. Tive de pô-las do lado de fora do colchão porque, se fosse do lado de dentro, perdia aquilo que nos tinha levado a comprar a cama nova - o espaço. Ora, isso fez com que a miúda apanhasse balanço e fosse parar a sítios ainda mais parvos.

Já não podia ver a cama nova à frente. Tinha de recorrer à solução mais limitadora, mas mais eficaz a curto prazo: as barreirinhas de lado. Lá fui ao Toys R us e me esmifrei a comprar as barreiras (há de dois tipos, umas que se mete por baixo do colchão e são como se fosse uma moldura e o outro que tem umas fitas e prende tipo... mochila, não sei bem explicar - comprei uma de cada por causa das coisas).

Ah! Não, não dava para encostar a cama a parede nenhuma! O quarto tem umas dimensões muito pouco favoráveis à habitação e, para além disso, tenho uma estante enorme do Ikea que não cabe em mais lado algum.

Compramos as coisinhas, o Frederico lá esteve todo másculo a montá-las (as barrerinhas, que é o que o deixo montar extra casamento) e a Irene não caiu, claro. Para cair, teria de roer as barreirinhas ou, então, de se transformar em líquido e passar por baixo.

Já não se magoa. É um facto. Acorda o mesmo número de vezes? Sim. Confesso que tinha alguma esperança nisto, mas não. Fico feliz por ela e ela também está mais feliz com o seu quarto.

Quando mudaram os vossos ou pensam mudar? Só decisões difíceis, caramba. 

18 comentários:

  1. O meu filho dorme desde os 9 meses precisamente assim e pelo mesmo motivo. Felizmente o meu apartamento é grande ele está num colchão de casal... e acredita... às vezes é pequeno para ele! Já pensei em acolchoar o chão todo!!!!!
    Coloquei essas barreiras de colocar por baixo do colchão.

    ResponderEliminar
  2. O meu foi aos 2 anos , já estava muito apertado na cama de grades e passou para uma cama de solteiro, encostada à parede e com uma barreira de colocar por baixo do colchão, uma maravilha! ...

    ResponderEliminar
  3. A minha com 2 anos continua na de grades... Volta e meia dá a volta á cama, mas não acorda por bater nas grades. E há mt que tirei o contorno almofadado. Não pretendo mudar pra já, pois sei que assim que mudar vai ser dificil de a adormecer.
    Agora qd é pra dormir, embalo-a durante 30seg, dou-lhe um beijinho e cama. Dou umas festinhas, encosto a porta e venho embora. As vezes adormece logo, outras ainda tenho de lhe fazer uma ou duas visitas.. Sei que se a mudar pra uma cama dessas, ela já não fica lá a dormir com tanta facilidade. :) Provavelmente levanta-se, chama-me, pede pra me deitar com ela ou vem atrás de mim.

    ResponderEliminar
  4. Mudei a minha com 23 meses.
    Há muito que o pensava fazer por ela dormir muito mal, achava que era por também andar a bater nas grades e acordava. Mas por outro lado sabia que a cama nova não ía resolver, pois tinha mesmo mau dormir, desde sempre.
    Mas pronto fiz a mudança. A cama tinha-a desde que nasceu, uma barra emprestada estava lá à espera, era só mesmo rodar a cama, encostar à parede e pôr lá a miúda a dormir :-)

    Encostada à parede e com proteção do lado, mesmo assim já caiu.
    Passou a dormir melhor?!... NÃO, com muita pena nossa.

    ResponderEliminar
  5. A minha já dorme (vai dormindo...) desde os 2 anos e meio numa cama daquelas do ikea para crianças, mas volta e meia pede para ir para o berço que está no nosso quarto e por preguiça e conforto psicológico da minha parte ainda não desmontei... dá com cada cabeçada que não imaginam... mas continua a dormir, às vezes até esfrega a cabeça pobrezinha mas não acorda! Ou se acorda é porque eu mando um pulo na cama e fico toda aflita com a pancada que ela deu... Ela já está um bocado grande para lá dormir (tem 3 anos) mas adora o berço! Acho que ambas sabemos que no dia que o berço se for embora acabam de vez as cabeçadas mas também acaba o mimo bom de dormir de mão dada com a mãe...

    ResponderEliminar
  6. O meu dorme connosco, mas já tentei na caminha dele (tem 15 meses) comprei uma do Ikea de criança, cortei lhe as pernas e assim fica protegido dos lados e em cima e no espaço de saida, uma barreira dessas, que visto que é cama se segura muito bem, além de que não fica o colchão directamente no chão, foi o que me pareceu melhor.

    ResponderEliminar
  7. A minha princesa tem 2 meses e eu estou a pensar fazer o mesmo quando a mudar para o quarto dela, felizmente nao vamos ter que comprar colchao nem cama nenhuma, pois a "nossa" cama é uma cama evolutiva, e podemos tirar as grades e fica uma caminha normal...

    ResponderEliminar
  8. Estou a pensar mudar no mês que vem, quando fizer 23 meses, um mês antes do mano nascer, para não serem tantas mudanças ao mesmo tempo. Mas consigo por a cama encostada a uma das paredes.

    ResponderEliminar
  9. A minha filha tem 14 meses e sempre detestou o berço, a solução até há 1 semana atrás era dormir connosco, mas entretanto pesquisámos como fazer um quarto montessoriano e foi a melhor coisa que fizemos.Tem o espaço dela, brinquedos sempre à mão e entra e sai da cama quando quer !!! e o melhor de tudo é que dorme uma noite inteira .. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ja ouvi falar em quarto montesoriano e pensei fazer o mesmo, mas ainda tenho que pesquisar mais sobre esse assunto pois nao sei muito sobre isso, sei que a ideia é ter tudo ao nivel da criança

      Eliminar
  10. Ainda estou para ganhar coragem para uma alteração... Ela agora dorme tão bem...
    A Laura tem uma cama de grades evolutiva - tirando as laterais, fica uma cama "normal" mas mais pequenina...

    ResponderEliminar
  11. Aqui me confesso: O meu ainda dorme connosco!
    Já lhe compramos uma cama mas...
    Anonimamente o digo porque sei perfeitamente que ele já devia dormir no quarto dele e na caminha dele mas a nossa cama é grande, ele cabe, gosta, nós adoramos tê-lo connosco!
    Mas assim que fizer 3 aninhos vai para o quartinho dele!
    Já agora Joana, que cama comprou?
    Obrigada
    A

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh....
      que pena sentir necessidade de ficar anónimo.... cada um é como cada qual e ninguém tem nada a ver com isso!
      Se funciona para todos aí em casa, porquê mudar?
      O meu filho só saiu do meu quarto (16 meses) porque vem aí a mana e ele agora está a dormir bem à noite e não quero que ele acorde com o chorinho dela....
      Boas noites aí em casa e acima de tudo, noites felizes!!! :)

      Eliminar
    2. Nao ha nada que ter vergonha!! Nao é sinal de fraqueza. É uma escolha que, se funciona para todos e se todos estao felizes, é porque está certo para vocês! :))) comprei um estrado de madeira do ikea 90×200 (um de 50 euros acho) e um colchao de 70 do mesmo tamanho :)

      Eliminar
  12. Pergunta para a Joana: a Irene ainda adormece a mamar? O meu tem 14 meses e só adormece na mama. Na creche nem sei como fazem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre maminha ou entao ate estar quase e palmadinhas no rabo.... a ver como é que o pai se safa... quando for trabalhar daqui a dois meses... medo...

      Eliminar
  13. O meu foi aos 2 anos, ficou histérico com a cama nova e dormiu sempre muito bem nela. Também comprei a barreira senão o moço ia cair redondo no chão :)

    ResponderEliminar
  14. A minha Joana mudou em agosto quando já tinha, 20 meses, comprei uma cama baixinha para ela ter autonomia e já tinha uma barreiras do mano. Adora a sua caminha, só tem um se não, ela sempre adormeceu sozinha e agora tenho de me deitar com ela, se não ela vem ter comigo ;) o que também não é mau ;)
    Sónia Evangelista

    ResponderEliminar