domingo, 27 de dezembro de 2015

Coisas que os bebés costumam odiar!

Completem a lista!

E, sim, já sabemos que há excepções: o Manel que adora que lhe lavem o cabelo e a Maria que desenvolveu um gosto esquisito pelos supositórios... ;)



  • Supositórios
Não era giro? Alguém chegar à farmácia e dizer: "tem aí supositórios? De qualquer coisa, tanto dá, é que a miúda fica tão contente...".
  • Medir a febre no braço ou no rabo
Tudo aquilo que implique eles ficarem imóveis (sem perceberem porquê) é chato. E creio que no rabo não será lá muito agradável. Não sei e não pretendo saber em breve que tenho uma vida algo ocupada. 
  • Mudar a fralda
Há fases. Há fazes em que nem reparam no que está a acontecer e há outras em que temos de de montar todo um circo Cardinali para lhes limpar o cocó da peidola. É o caso da Irene, agora e a história da comida antiga
  • Lavar o cabelo
Eu percebo. Bebé que é bebé tem medo de morrer. Eu também tenho um bocado. E a água escorre-lhes pela cara e não há nada que possam fazer, nem reconhecem aquela sensação. Além de que apesar de alguns champôs dizerem "sem  lágrimas", a miúda chora na mesma. E como ainda não são vaidosos, depois não vão olhar para o espelho e pensar "custou, mas valeu a pena, olhem só para este volume". 
  • Pôr soro no nariz
Outra. Alguém gosta? Há gente esquisita. Já ouvi dizer que houve quem dissesse a uma auxiliar "nasci para fazer clisteres", mas pôr soro no nariz... ainda para mais deitado... é o mesmo que gostar que lhe façam amonas na piscina. Se ainda conseguissem ser eles próprios a fazer, mas não: 0 tempo de mentalização. Tungas. 
  • Aspirar o ranho
Horrível. Aquilo no nosso nariz não faz grande mossa, mas posso dizer que já fui operada ao nariz e a sensação de nos tirarem algo do nariz assim é como se nos estivessem a chupar o cérebro para fora. É normal que não gostem, digo eu. De resto, isto de andarmos a aspirar macacos do nariz com a boca... hmm... 
  • Cortar as unhas
É preciso fazer imensos teatrinhos e passamos pela fase em que a lima parece mais prática, mas não. Depois é a tesoura e depois é o corta-unhas. O ideal era mesmo arranjar-lhes um arranhador como há para os gatos e que eles se entretivessem sem nos chatearem a cabeça. 
  • Lavar os dentes
Ui! Comer a pasta é bom, mas e lavar os dentes? Querem ser eles a fazer (quando querem) e fica tudo só num lado e sem escovar, sequer. No meu caso tenho de contar histórias como se fosse um animador de campos de férias para adolescentes com problemas de entendimento, tenho de dar tudo. Lá vou conseguindo.
  • Vacinas
Não é agradável. Nem sei para quem é pior: se para nós ou para eles. Custa-me muito crer que em pleno século XXI, ainda não haja uma solução mais fácil que esta estupidez. Um pensinho no braço para ser absorvido? Sei lá. 
  • Tomar banho
Interrompe o que eles estão a fazer, claro. Há maneiras de minimizar tudo isto com algumas ideias sugeridas pela Disciplina/Parentalidade Positiva. Como, por exemplo: avisar que daqui a pouco vai tomar banho, haver rotina, etc. Porém, a mim, às vezes, também não me apetece tomar banho. A diferença é que só vou quando me apetece ou, então, sei quais são as consequências de não ir. 
  • Calçarem pantufas ou sapatos
O ideal seria não usarem nada disso durante os primeiros tempos, mas não moramos numa loja de tapetes. Não querem porque gostam de sentir os pézinhos no chão e, acima de tudo, porque nós queremos. É o "tem de ser, senão fica com ranho". 
  • Secar o cabelo com o secador
Mete medo ao susto o barulho? Mete. Eles, quando são mesmo bebés, adoram ruídos brancos para adormecer porque o som fica bastante semelhante ao que eles ouviam quando estavam na nossa barriga. Quando crescem... é preciso uns meses... (ainda não consegui) a convecê-los de que sai um quentinho bom e que é divertido...Grr. Não me apetece nada andar a secar-lhe o cabelo com ela histérica..

E mais coisas? 

Há bebés que não gostam de comer, certo? Não gostam de ir dormir, não gostam de ir para a escolha, não gostam de fazer os trabalhos de casa (aí já não tão bebés, presumo, senão seriam sobredotados...).

Que complicações há por aí? 

16 comentários:

  1. A Lara detesta coisas verdes. Se lhe enfiar bocados de kiwi na boca enquanto está a ver a porquinha pela come-os cheia de vontade mas se olha para eles cospe logo como se fossem limões.
    Também não gosta que lhe faça totós. Sou capaz de lhe arrancar um cabelo ou outro por isso é normal.
    Não gosta de brincar com bonecas.
    Não gosta de ter as mãos sujas com migalhas ou manteiga ou coisinhas.
    Não gosta de queijo.
    Não gosta que me deite nas suas almofadas.

    ResponderEliminar
  2. A Jasmim (com 3 meses) n gosta que lhe puxe os braços para fora da camisola, nem que lhe enfie nada na cabeça (fitas, gorros, carapuços,...)

    ResponderEliminar
  3. Detesta vestir-se! Despir a roupa é uma festa, mas vestir é um castigo.

    ResponderEliminar
  4. Loool. Somos tds bebês.tanta coisa q eles não gostam e q nos fazemos só pq sim pk tb não gostamos.a minhá.não gosta de edredons. Detesta assoar se. Há dias q não gosta de despir e vestir. Não gosta de cotonetes. A cena dá disciplina positiva... Esta fase não csg.tem td de ter uma contrapartida.senão há dias q saia a tarde de casa p trabalhar.lol.

    ResponderEliminar
  5. A minha bebé com 11 meses não gosta de vestir/despir a roupa, é um circo todas as manhãs. Mas o k ela detesta mesmo é fazer nebulizaçoes, a máquina é silenciosa e ate nem uso a máscara, uso o bocal mas é um berreiro do inicio ao fim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já a minha com dois anos e meio é a melhor coisa que têm. A máquina parece uma moto serra aka mota a fazer rateres, mas dorme que nem um passarinho. A máquina ultimamente é usada mais para adormecer do que propriamente para fazer o aerossol.
      Ah,e ligada toooooodos os dias :)
      Suse

      Eliminar
  6. Cá em casa é o aspirador nasal e o vestir. Detesta!

    ResponderEliminar
  7. É isso tudo, a partir dos 14 meses que anda assim :D Exceções: não aspiramos o ranho, pomos soro e "escorre", damos ben-u-ron de xarope e não supositório (e gosta do xarope), adora o banho e não se importa de levar com água na cabeça, mas passou uma fase em que era o terror. Depois andou uma semana com uma gastroenterite em que tomou tantos banhos que acho que dessensibilizou :)
    Ainda é carequinha e não precisa de secar o cabelo com secador, mas quando está ao pé de mim quando estou a secar o meu, tenho que lhe dar a mão enquanto o faço. Hehehe...

    Mais uma: por gostas nos olhos (conjuntivites...)!! O drama!

    ResponderEliminar
  8. Não gosta de comer.
    De resto não gosta é relativo, não quer só porque eu estou a dizer que é preciso ir/ fazer LOL

    ResponderEliminar
  9. A minha é vestir-se, seja a que horas for, é uma grande dor de cabeça porque por ela andava despida o ano inteiro. Com dois anos e meio,a primeira coisa que faz quando chega a casa é tirar meias, calças e fralda, a sorte é que ainda não consegue despir as blusas sozinha :).
    Sopa!! detesta sopa, seja de que cor for, passada ou aos bocados. O que vale é que adora bróculos (se houver mais alguma criança que adore, digam porque não conheço..)e come os legumes mais inteiros.
    Suse

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu adora brócolos! E todos os legumes....
      Tem 17 meses.

      Eliminar
    2. A minha também adoraaaa bróculos!! Faz uma festa quando os vê mesmo crus no supermercado!!

      Eliminar
  10. A Maria detesta ter as mãos tapadas, desde os primeiros dias de vida! Odeia. Assim que a tapo -mãozinha para fora! Anda sempre com as mãos geladas mas o que é que se pode fazer?! Nada. Já me mentalizei, mãos são cubos de gelo e ponto final.

    ResponderEliminar
  11. Isabela detesta meias e cobertores. Destapa-se toda sempre que pode e tira as meias.aspo
    Detesta aspirar o nariz, mas também só o uso em ultimo caso é também tem medo do secador.
    Não gosta de cenoura.
    E não gosta de trocar fralda e vestir.
    Não gosta cortar as unhas.. é um filme.
    Não gosta de dormir, em especial você à noite.
    E acho que é só.

    ResponderEliminar