sexta-feira, 25 de março de 2016

Cá em casa não há ovos de chocolate! Ponto.

Tenham paciência. Acusem-me de ser fundamentalista, eu prefiro achar que estou minimamente informada. Fartinha de ver pessoas doentes à minha volta, de ler artigos, de ter acesso a informação. 
Já basta ter comido uma bolacha com pasta de açúcar na festa de anos. Agora não vai ter sequer um ovo da Páscoa (nem vale a pena oferecerem, tios e avós!). Tem dois anos. Não sabe o que é isso. Não pede. Não tem essa necessidade. Quanto mais tarde, melhor. Ovos da Páscoa, para ela, são ovos cozidos pintados e coloridos e, pelo menos este ano, ficamos assim.

"Ai, mas coitadinha...". Coitadinha nada. Fiz-lhe gomas e ela adorou. Gomas sem açúcar refinado, só com o naturalmente presente nos morangos e nas tâmaras e com agar-agar (vegetal). 







Copiei esta receita do blogue Na Cadeira da Papa e correu bem. Eu não fiquei fã (já conheço e adoro as outras gomas, as que fazem mal, que são mais elásticas, e não acho que estas fiquem nada parecidas: ao trincar parece-me gelatina, mas um bocado mais espessa), mas quem interessa, ficou: a Isabel. 

"Gomas de mouangos", aprovadas!

27 comentários:

  1. ca por casa tb fizemos, a receita da gelatina mas com uma dose de reforço de gelatina em po, e ela comeu umas qtas de uma assentada. alias, ate eu gostei! e tb prefiro! e felizmente ja provou as gomas normais e nao lhes acha mta piada. assim pode comer gelatina mas sem açucar em doses epequenas a vtd! pelo menos eu sinto me melhor lol! cada qual com as suas pancas! nao és fundamentalista! apenas tens conviçoes! e mal de ti se nao as tivesses! =)

    ResponderEliminar
  2. A substituição do açúcar e chocolate é bom princípio mas dar-lho assim, aparentemente sem motivo, sem ser em ocasião especial, em festa, continua errado. Para a bebe doce é doce, assim ela vai interiorizar que doces são para todas as ocasiões, para comer de empreitada, não apenas um ou outro em ambiente de festa. Normalizar o sabor doce é mau caminho. Em casa não há doces, ponto. E guardar esses para levar para uma festa, assim sim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo o seu ponto de vista! Fiz mesmo para a Páscoa (até era para ter feito para a festa de anos dela mas não consegui) - cá em casa é época festiva, de família, comida e... doces ;) mas depois de as fazer tive de lhe dar a provar para perceber se valia a pena levar para a mesa no domingo hehe

      Eliminar
    2. Concordo plenamente. Mas eu ainda nem lhe dou em ocasiões especiais. Não consigo. Vou tentar introduzir o açúcar (o que acontecerá numa festa ou numa ocasião especial como o Natal ou a Páscoa) o mais tarde possível. Já em relação aos avós não posso garantir o mesmo. Esta é a questão em que sinto mais dificuldades. Como fazê-los entender a minha posição? É terrível. Só falta eles chorarem e implorarem para eu deixar de ser nazi e dar qualquer coisinha doce à criança. Eles afirmam que ela está infeliz por não comer doces. Só lhes falta dizerem que está à beira da depressão...

      Eliminar
  3. Não podia concordar mais... Aqui em casa a bebe ainda só tem quase 1 ano e como tal nem sequer pode comer doces.
    Mas toda a gente acha estranho por exemplo dar-lhe papas caseiras com produtos bons e nada açucarados ou quando são papas processadas são papas da marca Holle feitas com produtos biológicos e sem adição de açúcares. Claro que não sabe tão bem como as outras e eu também não gosto particularmente mas o que importa é a ela gosta e se lhe faz bem não entendo a confusão das pessoas. Parece a o certo é dar o q é errado.
    Eu sou uma pessoa amante de chocolates e como com frequência e toda a gente usa isso contra mim, mas eu sou adulta sei o q faço (ou se calhar não), mas não deixa de ser uma opção consciente minha. A minha filha não precisa de seguir os meus hábitos (quando ela for mais crescida e entender melhor as coisas sei que vou ter de me controlar para também dar o exemplo).
    Eu vou manter a minha postura e os outros terão de a respeitar. E tu fazes muito bem em fazer o mesmo.

    Vou experimentar mais tarde essa receita quando ela já comer coisas assim (para já ainda não tem dentes suficientes) eheheheh
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo 100% consigo, mas essas papas naturais como as faz, inspirou-se onde? Essa marca existe onde? Obrigada!! Bjs

      Eliminar
    2. Revi-me neste texto :) cá em casa também só há papas caseiras, ou da Holle quando não tenho tempo para fazer as caseiras. A minha filha adora. Lá está, eles não sabem o que são chocolates ou doces até os provarem. Logo não podem ficar deprimidos por não ter uma coisa que nem sabem que existe ;)
      Nês Brito, encontra papas Holle na Wells. Receitas de papas caseiras estão no blog Na cadeira da papa, que a Joana menciona.

      Eliminar
    3. Obrigada!!! Já registei nas minhas notas :) beijinhos

      Eliminar
  4. E a fruta, as papas? A fruta acredito que sejam açúcar saudável mas e as papas como gerem isso? Sou um gulosa e considero-me viciada em açúcar tenho tido a sorte de não ter problemas de saúde até agora, sou magra e mesmo grávida não engordei nada fora do normal. Mas quero fazer diferente para o meu filhote que vai nascer daqui a 2 mesinhos, pois acredito que o açúcar é veneno!!! Ando na indústria e conhecendo bem todo o tipo de indústria, os químicos usados em todo o lado estamos mesmo rodeados, enfim! Mas para as crianças também sou da mesma opinião atrasar o mais possível a entrada deste tipo de açúcares porque eles não conhecem logo não pedem ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comia todos os doces que me apetecia quando era pequena. Os meus pais nunca vigiaram isso. Na altura também não havia a informação que há hoje. Conheço poucas pessoas tão gulosas como eu.
      Depois de engravidar da minha primeira filha e ter tido diabetes gestacional, descobri que era pre diabética. Já tinha alguns cuidados com a alimentação mas não tinha consciência de que precisava mesmo de largar os açúcares e farinhas brancas.
      Hoje sou completamente paranóica com esse tema. pelo menos é o que os outros dizem. A minha filha tem 2 anos e os únicos doces que come são bolachas Maria. Todos os dias de manhã come papas de aveia que faço em casa apenas com aveia e leite (ocasionalmente junto uma maçã ou uma pêra ralada para 4 doses). Ela adora e posso dizer que prefere a cerelac e outras papas do género. Para o lanche faço tartes de aveia com banana, pêra, maçã ou coco sempre sem açúcar e farinha de trigo. Pode comer simples ou com queijo. Até agora tem resultado bastante bem e acredito que nem gosta de doces se lhe der. Acho que é uma questão de hábito e de ver o exemplo dos pais. :)

      Eliminar
  5. Olá, acho que o saudável muitas vezes é relativo... A minha pequena come chocolate escuro (70,90 e até 100%). Se lhe desse um ovo cozido fazia uma reação anafilatica (alérgica ao ovo) grave.
    Acho que a palavra chave é a moderação sem fundamentalismos.

    ResponderEliminar
  6. Por aqui também não há ovos de Páscoa e quase nunca há doces. Mas tenho lutas constantes com os meus sogros e outras pessoas. Muitas vezes sinto-me mesmo mal. No aniversário de 2 anos da minha filha, fiz-lhe um bolinho de aveia e fruta sem açúcar e quase toda a gente ficou a olhar para mim como se fosse meio louca e completamente fanática. As pessoas não acreditavam que ela gostava mesmo do bolo de aveia e fruta e insistiam que ela estava super triste por não comer bolo de anos. Não estava. Ela não sabe o que é.
    As pessoas dizem que um doce ou outro não lhe faz mal nenhum e não entendem que o meu problema não é esse, o que não quero é, numa fase destas, introduzir este sabor (que toda a gente sabe que não tem valor nutricional e é viciante) na sua alimentação. Quanto mais tarde melhor.
    Senti-me tão idiota e pressionada depois do aniversário da Lara que tentei dar-lhe um bocadinho de bolo no dia seguinte. Ela não quis. Falei com a pediatra dela e voltei a fazer imensas pesquisas. Tudo voltou ao que eu já sabia: não dar açúcar ainda. Quanto mais tarde melhor. Ponto.
    O que me tem custado mesmo é esta pressão social para dar açúcar aos miúdos. Como é possível que ainda seja assim?!
    Escrevi sobreisto aqui (é um desabafo grandeee): http://www.vinilepurpurina.com/2016/03/22/outra-vez-o-acucar/

    ResponderEliminar
  7. Que gente tão extremista!
    Nem tanto nem tão pouco, haja moderação e bom senso...

    ResponderEliminar
  8. Às pessoas que acham que o açúcar faz bem, e coitadinhas das criancinhas, que mães doidas que são, a minha pergunta é esta, faz bem a quê?
    Continue firme, eu também, tenho algumas dificuldades com algumas pessoas, mas engulo e sigo em frente! Mas fiz a experiência no aniversário da minha herdeira maior (7 anos) e fiz um bolo de cacau, sem ovos e sem açúcar para a garota levar para a escola, nesse dia um coleguinha também fazia anos, e também levava um bolo "tradicional" ( horrores de açúcar), o que pensei: Coitada às tantas ninguém vai querer o bolo da garota!" Engano meu, quando fui buscá-la à escola nem uma migalha para amostra!!! Ahhh e disse-lhe, não dizes que o bolo não levou nem ovos nem açúcar, só dizes no fim de comerem, e foi o que ela fez, e ficaram todos espantados, no outro dia lá foi ela distribuir receitas do bolo... ;) <3
    xoxo Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BOLO DE CACAU
      – 2 chávenas de farinha branca ou semi-integral *
      – 1 laranja para raspar a casca e retirar-lhe o sumo**
      -1 colher de sobremesa de baunilha em pó
      -1 pitada de sal
      – 3 ou 4 colheres de sobremesa de cacau amargo em pó
      – 1 colher de fermento natural para bolos(existe biológico em lojas de produtos dietéticos)
      – 1 chávena de bebida vegetal (pode ser de arroz, de soja ou espelta)***
      – 1/4 de chávena de óleo de girassol ou de grainha de uva (à venda em lojas dietéticas)*****
      – 3/4 de chávena de geleia de arroz (que se pode comprar em qualquer loja dietética ou de produtos biológicos e até podem encontrar na secção de comida saudável em hipermercados)
      – Para a cobertura misturar doce de morango com um pouco de sumo natural de maçã (pode ser de pacote, há uns 100% fruta em hipermercados, ou então fazer o sumo em casa com uma maquineta para o efeito).*****
      Basicamente é juntar os sólidos depois os líquidos e por fim misturar tudo muito bem e vai ao forno depende do forno de cada um, no meu cerca de 25m.
      O que usei :
      * farinha de arroz
      ** Limão, não tinha laranja tongue emoticon
      *** Bebida de soja com côco
      **** Usei óleo de côco
      ***** Fiz cobertura de cacau ( 1/4 de bebida vegetal a gosto (usei aveia) cerca de 35g a 40g de barra de cacau, agar-agar ( dissolver com um pouco de bebida vegetal fria) , colocar a bebida, o cacau a ferver e adicionar o agar-agar até ficar espesso desligar e colocar em cima do bolo).
      Agar agar ou amido de milho.
      Ficou uma delícia <3 ;-)
      Carla xoxo

      Eliminar
  9. A minha filha mais velha, que tem quase 5, não comia doces nem guloseimas até aos 2/3 anos. Mesmo se oferecessem, recusava. O que estragou tudo foi a escola e as festas de anos na escola porque a partir dos 3 anos, mais ou menos, os miúdos começam a levar os saquinhos de gomas para oferecer aos amigos e, tanta foi a oferta que ela acabou por se habituar e hoje em dia adora. Eu não dou, quanto muito autorizo a que a avó, a tia, etc de em dias de festa. Fora isso sou muito controladora, eles sabem que em casa há uma lata que tem gomas e rebucados (onde vou guardando os restos dos sacos de oferta) mas nenhum deles me pede porque já sabem que a mãe não dá. Mas o não dar doces a crianças faz confusão a muita gente e ouço muitas vezes 'aí é só um rebuçado'. Mas se o amigo fizer anos, a tia der uma goma e o avô outra no fds, já deixa de ser só um. É isto são as pessoas que eu conheço, já por imensas vezes lhes ofereceram na fritaria, na peixaria, no restaurante.. E eu recuso sempre, como eles sabem que eu não dou nunca se chateiam nem fazem birra para pedir.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo das 19:26
    Parece a minha sogra! O outro dia trouxe chocolate para a minha filha (18 meses) "coitadinha da menina um chocolatinho de vez em quando tb lhe faz falta!" dizia ela.. E eu fiquei a pensar "mas qe raio desde quando é qe chocolate faz falta a alguém?!"
    Tb acha qe sou doida pk só lhe dou bolachas sem açúcar.. Papas de aveia.. E iogurtes só naturais! E sumos que ela tanto insiste em trazer é coisa qe não existe cá em casa.. Tb me irrita solenemente essa mania de quererem impingir doces aos bebés!

    ResponderEliminar
  11. Acho tudo extremista. A minha filha tem 2 anos não bebe sumos...só agua...não pede doces mas em dia de festa prova...não come um doce inteiro mas sabe o que é sabor a chocolate...doce de ovos...e sabe que só come depois da refeições em dia de festa e na proporção que os pais decidem. Ela come tudo o que nós comemos e bebemos...menos álcool obviamente...somos o seu exemplo...não faz sentido eu dizer lhe que não pode comer e eu estar a comer em frente a miuda. Tem que saber que saber que existe de tudo mas que tudo tem limites:) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao podia estar mais de acordo! Cá em casa é assim tb :)

      Eliminar
  12. Acho tudo extremista. A minha filha tem 2 anos não bebe sumos...só agua...não pede doces mas em dia de festa prova...não come um doce inteiro mas sabe o que é sabor a chocolate...doce de ovos...e sabe que só come depois da refeições em dia de festa e na proporção que os pais decidem. Ela come tudo o que nós comemos e bebemos...menos álcool obviamente...somos o seu exemplo...não faz sentido eu dizer lhe que não pode comer e eu estar a comer em frente a miuda. Tem que saber que saber que existe de tudo mas que tudo tem limites:) beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Já agora é só mesmo por curiosidade, como conseguem que eles não comam doces quando à volta deles todos comem? É que o meu miúdo (2 anos) sempre foi muito curioso para experimentar comida e quer provar tudo o que estejamos a comer. Como comem bolos em festas ou ocasiões especiais, sem eles pedirem? Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dao a bolacha sem açúcar e n experimenta nda.fica a olhar

      Eliminar
    2. Aqui em casa comemos os doces quando a pequena está a dormir...aproveitamos a sesta do almoço e quando se deita a noite... Os doces estão escondidos na despensa e no infantário em que anda os doces são absolutamente proibidos.

      Eliminar