quinta-feira, 3 de março de 2016

Dá para ir ao ginásio, isto?

Prometo que um dia paro com estas conversas, mas ainda não é hoje. Estou a ponderar inscrever-me num ginásio (a sondar opções ainda, queria um que fosse tão perto da minha casa que pudesse ir a gatinhar), mas não estou a ver como posso ir sem fazer "sacrifícios". Levantar-me mais cedo para ir ao ginásio? Ver a filha menos horas para ir ao ginásio? 



Como é que isto se faz? 

A única opção que estou a ver é ir ao fim-de-semana durante a sesta dela, mas não me estou a imaginar louca de vontade. Mães do ginásio, quais foram as vossas opções? Falo de mães com crianças pequeninas, aqueles que já têm buço não conta ;)

25 comentários:

  1. Eu faço natação 2x semana as 7h15 da manhã. Estou a ponderar também inscrever-me no ginasio perto do trabalho, que dê pra ir na hora de almoço

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana,
    Tenho o mesmo dilema :)
    Custa-me imenso abdicar de estar com o meu filho para ir ao ginásio...mas que preciso, preciso.

    ResponderEliminar
  3. Não ponho os pés no ginásio nem que me paguem... ok, só se pagarem muito.
    Detesto o ambiente, o cheiro a cloro, a energia que se sente... as conversas, as interações. Não tem mesmo nada a ver comigo.
    Cheguei a tentar mas foi para esquecer.
    Se é para fazer exercício prefiro correr (ou tentar correr) num sitio bonito.

    ResponderEliminar
  4. Entre ginásio, corrida e crossfit, faço vários treinos por semana e, no meu caso, funciona muito bem os treinos ás 7h da manhã e à hora de almoço. Nunca ao final do dia porque aí o foco é apenas filhota e marido.
    Se escolheres um ginásio relativamente perto de casa, os treinos matinais são ótimos porque ainda podes voltar para dar aquele beijinho à família antes de ires trabalhar.
    Alternativamente, tenta ganhar gosto pela corrida de rua. É o que funciona melhor nas minhas rotinas. Acordo ás 6.30h, ás 7h estou a correr e ás 8h já estou de regresso e pronta para partilhar a azáfama matinal. Ninguém chega a dar pela minha falta. Ao fim-de-semana só saio para correr na sesta dela. Assim só roubo tempo de qualidade ao marido.
    A hora de almoço é dedicada ao CrossFit numa Box perto do local de trabalho. Também funciona muito bem porque é apenas o meu tempo! :)

    Testemunho de quem já anda nessas andanças há algum tempo: No inicio custa acordar cedo para ir treinar mas se conseguires ganhar rotina e gosto pela modalidade, acordar é o menor dos teus problemas! É tão bom e confortável ter o ginásio (quase) só para nós e conseguir treinar à vontade.. Ou entrar em casa ás 8h, a escorrer suor de uma corrida e tomar um banho com a sensação de missão cumprida. Acima de tudo, tens que escolher algo que gostes. Se não gostares à primeira, insiste e não desiste. Se mesmo assim não for lá, muda de modalidade até encontrares o teu foco!
    Mais do que que ficar fit, é tudo uma questão de saúde e bem-estar (físico e mental!) :)

    Good luck*

    ResponderEliminar
  5. Os meus filhos mais velhos frequentam natação. Ora os responsáveis pela piscins lembraram-se de fornecer aulas para os pais e eu aderi à ideia. Assim o marido fica com os gémeos e eu vou para a piscina com os mais velhos. Eles vão para dentro de àgua e eu faço ginástica localizada. O melhor de tudo é que têm uma janela enorme para a piscina e eu posso estar sempre de olho neles :)

    ResponderEliminar
  6. Joana,

    Há uns meses contratei um personal trainer que ia a casa ou treinávamos na rua 1 x por semana.
    Era 1 hora que o filhote ficava com os avós (treinava com o meu marido) mas sabia muito bem. Chegámos a não o poder deixar com ninguém e fez o treino connosco. Depois, o PT passava-nos treinos para fazermos em casa, para complementar esse treino semanal.
    Agora, deixei de conseguir horário compatível com o PT e então faço vídeos de exercícios em casa (tens online os vídeos da Jillian, tem uns programas só de 30 minutos) ou elíptica quando o baby já adormeceu. Às vezes faço os treinos com ele na sala e é giro, ele também quer imitar:)
    Se quiseres mais detalhe, posso-te enviar email.

    Pondero inscrever-me no ginásio mas tenho o mesmo dilema, não quero abdicar de tempo com o filho ou com o pai.
    Quero ver se consigo ser disciplinada o suficiente para fazer os programas em casa!

    Filipacasa

    ResponderEliminar
  7. É fácil..eu mãe de menina com 2 anos! Faço treinos intensivos de 30min...e tomo o duche em casa (assim ela pode tomar comigo). portanto só gasto 45/60min após sair do trabalho as 17h. Tento fazer isso 3 vezes por semana, mas obviamente que com menina pequena é dificil..ora fica doente..ora é preciso ir as compras..mas sempre que posso tento...também já há muitos ginásios com espaços para as crianças e sempre ficam entretidas a brincar. Eu treinava 5 vezes por semana..durante 2h...agora é mais limitado..mas é importante para a minha saúde mental e depois quando chego a casa sou só dela...o facto do meu marido ser instrutor de cardio-fitness também ajuda, porque incentiva-me..
    beijinhos Cátia

    ResponderEliminar
  8. A mim não me custa abdicar dos filhos 2/3 horas por semana. Até acho que faz bem!

    ResponderEliminar
  9. Olá Joana. Como a entendo.. Também acho que devia ir para um ginásio mas depois sinto me a falhar com os meus filhos. Já estou tantas horas no trabalho longe deles por obrigação quanto mais uma ou duas por opção. Não consigo mesmo... Mas devia.. Devia tanto.. Lol

    ResponderEliminar
  10. Bom, para mim foi uma questão de saúde mental e física. Fui tinha o crianço 3 meses e as duas horas por semana eram um oásis pra mim (bebé não mamava sem ser na mama da mãe, logo NUNCA tinha tido um bocadinho só para mim até à data). E descarregava o stress no treino. E fiz exercicios de recuperaçao pos parto. Foi maravilhoso. Não largues essa ideia. Faz tão mas tão bem....

    ResponderEliminar
  11. Bom, para mim foi uma questão de saúde mental e física. Fui tinha o crianço 3 meses e as duas horas por semana eram um oásis pra mim (bebé não mamava sem ser na mama da mãe, logo NUNCA tinha tido um bocadinho só para mim até à data). E descarregava o stress no treino. E fiz exercicios de recuperaçao pos parto. Foi maravilhoso. Não largues essa ideia. Faz tão mas tão bem....

    ResponderEliminar
  12. Sério que tem mãe que consegue acordar as 6h 7h para ir ao ginásio???? Meu Deus vocês são completamente demais!!!! Sim, gostaria muito de ter essa sensação de chegar em casa suada e com a missão cumprida, mas me falta energia pra isso. Faço pilates 2 vezes na semana, mas antes de buscá-la a escola, é só o que conseguigo. Mas fiquei também motivada a começar os treinos de corrida, vamos ver se consigo...

    ResponderEliminar
  13. Saio às 17h do trabalho, e dois dias por semana o pai vai apanha-los (um menino com 1 ano e uma menina com dois-pior que gémeos) ao infantário.
    Custa-me imenso abdicar de tempo com eles para dedica-lo exclusivamente a mim porque normalmente o tempo que nao passo com eles é passado a trabalhar e aí não me pesa a consciência.
    Acho que deves ir, mesmo que tenhas de abdicar de uma hora com ela, ou então podes deita-la um pouco mais tarde nesses dias que é o que eu faço. Apesar de me custar (ainda por cima detesto giásios e tudo o que é relacionado com eles...desde o exercicio físico ao ambiente em si), chego a casa feliz, cheia de energia para passar o pouco tempo que tenho com eles até irem dormir.
    Portanto...siga para o gnásio, vai ser bom para ti e também para a tua linda família! ♥

    ResponderEliminar
  14. Este post pelo menos já deu para não me sentir tão mal �� pensei que era a única a achar que já deixava o meu bebé na creche tempo demais e que não tinha coragem de abdicar das poucas horas que estou com ele ao fim do dia para ir ao ginásio... Nesta fase estou absolutamente empenhada em ir à hora de almoço, não me sinto com a consciência pesada e o fim do dia é só para a família...

    ResponderEliminar
  15. Este post pelo menos já deu para não me sentir tão mal �� pensei que era a única a achar que já deixava o meu bebé na creche tempo demais e que não tinha coragem de abdicar das poucas horas que estou com ele ao fim do dia para ir ao ginásio... Nesta fase estou absolutamente empenhada em ir à hora de almoço, não me sinto com a consciência pesada e o fim do dia é só para a família...

    ResponderEliminar
  16. Eu só tentei voltar ao ginásio quando as pipocas tinham 2 anos, voltei a inscrever-me no ginásio perto de casa, para ir depois do trabalho mas é realmente muito complicado, porque perdemos o pouco tempo que temos para estar com eles ao fim do dia e, no meu caso, significa sobrecarregar mais um pouco os avós que ainda têm que dar jantar. Por isso acabava por só conseguir ir 1x ou às vezes nem isso. Agora resolvi inscrever-me num ginásio que vai abrir perto do trabalho e começar a aproveitar as horas do almoço. Vamos ver...

    ResponderEliminar
  17. Por aqui estabeleci o "vá lá mãe, ficas com ela só um, bocadinho" ou "vá lá amor, ficas com ela só um bocadinho",. depende de qual os dois possa (marido trabalha por turnos) e tenho conseguido conjugar as coisas mais ou menos :p Por norma vou 2 vezes por semana fazer BodyBalance e adoroooooooo, estou rendida, e vejo diferenças principalmente em termos de lombar e neste momento já me consigo enfiar na perfeição num 34 WEEEEEEEEEEE

    ResponderEliminar
  18. Arranja um ginásio onde tenhas pessoas amigas ou conhecidas, o ideal seria até combinarem fazer as mesmas aulas. A tentação de baldar é muito menor quando sabes que tem alguém à tua espera, quando existe um compromisso.

    ResponderEliminar
  19. Arranjar ginásio perto do trabalho para ir durante a hora de almoço! aulas de 30 min e o que sobra para almoço e banho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exato!
      Pra mim, ginásio também tem muito mais que ver com proximidade do trabalho do que com casa. De manhã nem pensar (tomara sair de casa sem me atrasar!), ao fim do dia apetece-me é ir ter com eles. Hora de almoço, a dois passos do trabalho, para mim é o que funciona melhor também.

      Eliminar
  20. Com uma bebé de 10 meses encontrei finalmente a minha solução.
    Treino Crossfit das 6:45 às 7:30. Estou em casa às 7:35 para o meu marido sair às 7:40 para o trabalho e eu tratar de mim e da pequenita.
    Antes de engravidar treinava diariamente e era o que sentia mais falta depois da bebé nascer. Acredita que as primeiras 2 semanas vão custar mas o bem estar que vais tirar desse sacrifício é tão grande que depois não queres outra coisa.
    Força! Temos de arranjar soluções para o que queremos MESMO e deixarmos de nos focar nos problemas. Beijinho

    ResponderEliminar
  21. Vou no horário nocturno :) às 22.15 la estou eu. Tomo a banhoca no ginásio e é so sentar-me no sofá quando chego a casa ;)

    ResponderEliminar
  22. O fitness hut está aberto até às 23h se não me engano. Se tiveres um perto de casa podes sempre tentar ir depois de deitar a Irene :) e tem a vantagem de ser super barato

    ResponderEliminar
  23. Hora de almoço, num ginásio perto do trabalho. Envolve correria dentro e fora da passadeira, para conseguir ir, treinar, tomar banho, comer e voltar. Mas compensa .

    ResponderEliminar
  24. Ora aqui está um assunto me anda a moer. A minha boneca já tem 3 anos e meio. e eu ando á procura de ginásio onde possa ir eu e ela no mesmo horário. Não sei o que pensam os donos dos ditos mas têm uma visão de negócio muito limitada. Ainda não encontrei local nenhum que me permita ir e ter uma actividade para ela no mesmo horário (pós laboral, claro!)! é um nicho de mercado não explorado que tirava dores de cabeça a muitas mães com vida profissional :)

    ResponderEliminar