quinta-feira, 3 de março de 2016

Já está!! ACABOU!!!

De certeza que deve haver muitas mães por aí que partilham ou partilharam deste mesmo sofrimento: não sabermos quando é que os nossos filhos têm fome e o que é que lhes apetece comer. 

Apesar da Irene já se desenrascar muito bem a falar, só no outro dia disse "fome!" - se calhar porque nunca antes lhe tínhamos dado tempo para sentir fome. Porém, acho que esta semana antigimos um novo marco na maturidade da Irene. Conta o pai que estavam na sala e a Irene disse: 

- Pai, fome, iogurte. 

E assim foi. O pai deu-lhe o iogurte e ela gostou. Iogurte nem é algo que ela coma com muita frequência mas, por alguma razão, era isso que lhe apetecia e foi isso que pediu e foi isso que teve.

É maravilhoso quando começam a comunicar connosco, as suas vontades, os seus apetites...

Já tenho uma menina!!!


Apesar de, há dois anos, mamar nas maminhas da mãe. 

4 comentários:

  1. Que susto!!!! Pensei que ela tinha desmamado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se tivesse desmamado? Era razão para susto ou uma coisa natural, ainda para mais com dois anos? Parece-me que as vezes quem tem medo e atrasa ao máximo o desmame são as mães...

      Eliminar
    2. Eu bem que gostava que a minha filha tivesse mamado mais. Deixou de querer mamar com 18 meses e fiquei bem triste. Claro que, se ela não queria não insisti... muito.

      Eliminar
  2. Com 2 anos quase feitos, a minha filha não diz quase nada para comer sempre se fez entender muito bem. :) Aponta, grunhe, senta-se na cadeira à mesa e vai dizendo sim e não ao que quer e não quer. :)
    Felizmente é muito comilona o que a deve motivar a expressar-se.

    ResponderEliminar