terça-feira, 15 de março de 2016

O desenho dos dois anos.

Desenhar/pintar/rabiscar é uma das coisas que a Isabel mais gosta de fazer. E este é um dos brinquedos de que mais gosta. Consegue estar longos minutos nisto. Desenha o avô e o cão e apaga. Usa os carimbos e apaga. Acho que parte da graça é ver aquilo tudo a desaparecer por magia. Gosto. Claro que prefiro a forma tradicional de desenhar, com lápis de cera, lápis e pincéis, mas sinceramente já não sei o que fazer a tantas folhas com desenhos, pinturas e colagens (tenho dificuldade em mandar fora) e esta pode ser uma forma de não gastar tanto papel. :) 











Mas depois não há nada como ter ali, palpável, o "desenho dos dois anos". Fê-lo para oferecermos ao pai, quando ele chegasse a casa ("penda pai", depois de termos feito sumo de laranja e de ter guardado um copo para o pai também): desenhou o pai, mãe, menina Béu e bebé (são as bolas). Confirmei: "bebé?". "Bebé da Mãe", respondeu. E o mais giro é que o desenhou colado a mim, como se fosse um prolongamento. Fiquei com os olhos em lágrimas, óbvio. Porque ela é o meu bebé e, ao mesmo tempo, parece já conseguir entender que há outro bebé, que já somos uma família de quatro. Como é que esta pirralha já tem dois anos?! :) Os melhores dois anos.

(os corações, o número 7 e 8 e as palavras são, caso achassem que a minha filha é sobredotada, meus, ok? :)



6 comentários:

  1. Que docinha! E já desenha tão bem!
    Temos que ir fazer mais umas pinturas ;)

    ResponderEliminar
  2. Uma sugestão, guarde todos os desenhos, pinturase colagens dentro de micas numa capinha ;) faço assim com todos os trabalhinhos dela ;)

    ResponderEliminar
  3. Ela desenha tão bem! O meu tem 27 meses e só desenha bolas e chuva...ideias minha que agora só serve para partir bicos de lápis e dar cabo da mesa! Lol

    ResponderEliminar