quinta-feira, 3 de março de 2016

Qual é o problema? Já vos digo qual é o problema.

*Não sei como funcionam as coisas em vossa casa mas, na minha, concordámos que eu pagaria as contas da casa e pensei que teria ficado a ganhar porque gastamos imenso dinheiro em compras. Qual é o problema? Já vos digo qual é o problema. Este mês vou pagar mais de 300 euros de electricidade e gás. Bem sei que devia comunicar as leituras das coisas, mas esqueço-me e no meio de acertos e estimativas, visto que eu não tenho poupanças, lá vai ser um mês inteiro a conter-me, a ter que fazer imensas escolhas a não poder estar mais "à vontade”.



Começo a achar que devíamos redistribuir as contas lá em casa ou... então... vou  meter-me nisto: 3º leilão de energia da DECO.  Agora que percebi que é poupar dinheiro em gás e eletricidade, até ponho um reminder no telefone.





É ir a www.paguemenosenergia.pt e aderirem gratuitamente e assim podemos garantir as melhores condições de mercado.

A ver se deixamos de ter de gastar o dinheirinho fruto do nosso trabalho em coisas que poderíamos estar a pagar bem menos.



*post escrito em parceria com a agência de comunicação

15 comentários:

  1. Um tema interessante. Cá em casa não há quem pague o quê. Os salários entram na conta bancária e daí pagamos e gastamos o que for preciso. Já o fazemos ainda mesmo antes de viver juntos, ainda moravamos com os pais e já geriamos o dinheiro em conjunto.
    Cada um faz a gestão como acha melhor, e o importante é que haja consenso.

    ResponderEliminar
  2. Isto está tudo muito bem mas o problema é que mesmo que assinalemos que não queremos receber notícias sobre outras campanhas, eles ficam com o nosso contacto telefónico e email e estão sempre a ligar. Já pedi para retirarem o meu contacto da base de dados montes de vezes e continuam a ligar-me em horas completamente inconvenientes (normalmente quando estou a trabalhar) e de forma repetitiva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade!
      A última vez que me inscrevi até foi na campanha da poupança das fraldas e os senhores tiveram o desplante de me enviar o cartão da DECO sem eu o ter solicitado!

      Eliminar
  3. Devia haver alguém que protegesse os consumidores da própria Deco... são do pior que já vi.

    E no fim de contas os valoes finais dos leilões de energia não compensam assim tanto, tantas são as condições que têm de ser cumpridas.

    ResponderEliminar
  4. Cá em casa recebemos tudo na mesma conta e gasta se até haver :) dia 20+- heheh
    Mas cada um faz como acha melhor.

    as despesas fixas (água,luz,gás) são muito altas...

    Mesmo assim, acho que ficas a ganhar, a alimentação sai muito cara...estou a pensar transferir o meu ordenado directamente para o "Continente" :)

    ResponderEliminar
  5. Eu e o meu namorado (vivemos juntos há 5 anos e meio) dividimos as despesas por igual (embora não andemos a fazer as contas "ao cêntimo"). A renda cada um transfere a sua parte e dividimos as contas a meio e transferimos cada um a sua metade também (os contratos estão em nome do senhorio, ele manda-nos as facturas por mail mensalmente). Depois em supermercado, restaurantes, etc... uma vez paga um, outra paga o outro e dividimos mais ou menos assim. Se forem viagens, em que normalmente sou eu a planear e a marcar voos, hotéis, etc... faço as contas de quanto gastei e ele transfere-me metade.

    Nós vamos sempre comunicando as leituras e nunca temos nenhum mês de acertos. Gastamos cerca de 50€/mês em electricidade e gás natural (ambos com a EDP) e 10€/mês em água (vivemos em Lisboa). Temos alguns cuidados com o gasto de electricidade, tipo ter lâmpadas de poupança na casa toda, desligar da ficha as coisas que ficam com luz piloto quando nos ausentamos de casa mais tempo, quando ligamos o forno cozinhar logo várias coisas de uma vez, por exemplo.

    Durante a semana (2a a 6a) tudo o que comemos é comprado no supermercado e cozinhado por nós (levamos marmita e lanche para o trabalho). Gastamos cerca de 40€/semana em supermercado e dá-nos então para 2 pessoas, 5 dias, pequenos-almoços, almoços, lanches e jantares (embora ao jantar não comamos carne/peixe, fazemos uma refeição mais leve), o que acho um óptimo valor. Mas fazemos uma boa gestão das compras, vemos semanalmente os folhetos do supermercado a que normalmente vamos (minipreço), guardamos cupões, compramos o que está em promoção, etc. Ao fim-de-semana é que costumamos almoçar fora sábado e domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como consegue pagar tão pouco de luz e gás e principalmente de água em Lisboa? Só em taxas para a Câmara Municipal de Lisboa ultrapasso largamente o valor de €10. Também tenho lâmpadas de poupança em toda a casa e eletrodomésticos classe AAA. Pode dar mais dicas? Obrigada

      Eliminar
  6. Aqui em casa há uma conta bancária apenas. Trabalhamos os dois para o mesmo. Já antes de casarmos e de comprar a casa era assim que funcionava ;)

    ResponderEliminar
  7. Cá por casa é tudo ao monte.
    O que se ganha (pouco) vai para a conta. Da conta sai tudo o que se gasta (muito), e pronto.
    Ambos sabemos o dinheiro que há, e quais as obrigações/ despesas. Sabemos que não nos podemos esticar "para não sobrarem dias ao fim do ordenado", e que temos de gerir e pensar bem nos extras.
    Bom, bom seria ganhar MUUUUITO dinheiro. Acho que estes "problemazecos" de quem paga o quê, acabavam AHAHAHAHA.

    ResponderEliminar
  8. Realmente pagamos muito e ainda temos de, à boa maneira portuguesa, fazer o trabalho dos outros. Somos acomodados por natureza e não lutamos por pequenas coisas que podiam bem fazer a diferença.

    Não faz sentido termos de ser nós a ter de dar contagens do que quer que seja. Pagamos por um serviço que devia incluir contagens mensais por parte da empresa. Seja presencialmente, com uma pessoa a contar, ou arranjarem um sistema de envio automático do próprio contador para a empresa, via internet. Agora vão dizer, e quem não tem internet? É possível enviar dados através da corrente eléctrica, logo podiam fazê-lo dessa forma. bastava que houvesse boa vontade e interesse de prestar um bom serviço, em vez de extorquir dinheiro as pessoas.

    Antigamente até os clubes de futebol tinham cobradores de quotas ao domicilio, hoje em dia temos nós de fazer tudo, e nem por isso os preços baixam. Dantes iamos as bombas por gasoleo e vinha alguem colocar o combustivel e receber. HOje somos nós que o fazemos e vamos pagar la dentro, ou metemos o cartão na máquina e já está.

    Enfim, desculpem o desabafo mas é assim que vamos acabando com os postos de trabalho e engordando as contas das empresas.

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. uns meses por aqui deixaram de contar a agua, liguei p a Camara e a resposta q me deram foi q o sr estava de baixa....
      tds os meses mando contagem da luz. do gas nao pq eles ou aumentam mt um mes mas depois lembram se de vir contar e vem q afinal so pago 1eur no mes seguinte. bens essenciais cada vez mais caros. enfim....

      Eliminar
  9. A grande mudança seria se voltassem a baixar o IVA da luz e do gás para os anteriores 6% em vez dos actuais 23. Isso sim! No meu caso, o IVA corresponde a quase 2 meses de gás, o que é muito porque somos 5 a tomar banho de caldeira e a cozinhar num fogão a gás. Ok, sim senhora, encontrar os melhores preços, comunicar as leituras, fazer uma boa gestão dos gastos...isso é tudo importante. Preferia uma campanha "baixemoivadaluzedogásjá"!

    ResponderEliminar
  10. Anos de vida que já perdi com está gente. Adoro quando me dizem que devo dar as contagem...devo um Cocó, eu pago um serviço para ser servida não para fazer o trabalho deles, desde à um ano que todos os meses reclamo, todos os meses apresento queixa e todos os meses tenho faturas em atraso porque me recuso a pagar o que não consumo. É as falas nas contagem que segundo dizem são feitas de 2 em 2 meses, é eu enviar durante 4 meses as leituras e mesmo assim ver sempre estimativas não de 1 ou 2 metros cúbicos a mais mas de 50, porque lhes dá jeito. Anos de vida é o que perco.

    ResponderEliminar
  11. O leilão é intetessante porém se não houver uma boa gestão e combater os gastos desnecessários não adianta de muito.

    ResponderEliminar