domingo, 8 de maio de 2016

Fui à bruxa.

Quer dizer, não foi bem assim. A bruxa acabou por vir até mim. Ainda não é bem isto. 

Trocando por miúdos, a minha mãe, apesar da formação em psicologia e filosofia, acredita em tudo o que é energias cósmicas, maus-olhados e quebrantos. Já quando eu estava eu grávida da Isabel, pôs-me a tomar banho com sal, para equilibrar as minhas forças energéticas. Pensei "mal não me faz e se ela fica mais descansada com isto, vamos a isso". 

Hoje soube que uma senhora da terra da minha mãe pôs num prato água com azeite, fez umas rezas, falou em mim e eu estava cheia de quebranto. Eu, completamente ignorante nestas matérias, deduzo que devia estar cheia de maus-olhados e más energias no meu corpo (malditas haters... hehe). Depois das rezas, disse a minha mãe, devo ter ficado a sentir-me muito melhor.

Sou céptica. Bastante. Acredito em energias, tenho a certeza de que nos deixamos contagiar por quem estamos rodeados, tenho a certeza de que há pessoas tóxicas e que essas más energias nos podem influenciar, mas daí a meter sal e azeite ao barulho (adoro, mas num pãozinho acabado de sair do forno, com alho e oregãos) e a acreditar no poder de algumas pessoas para nos "lavarem o corpo" à distância, tenho ainda um longo caminho a percorrer. Mas como também tenho um bocadinho daquela coisa a que chamamos vulgarmente miaúfa (medinho, caganço), prefiro não gozar muito com a coisa, respeitinho e alguma distância, por que las hay las hay.  

Pensando bem, nem tenho um amuleto, um olho grego numa pulseira, nadinha de nada. E desse lado, alguma crença nestas matérias espirituais?

6 comentários:

  1. Essa dita reza tem outro nome na terra das minhas avós, mas que me alivia as poucas dores de cabeça que tempo, lá isso é verdade.
    E também já aliviou choros e birras da minha princesa de 14 meses.
    Por isso eu, acredito! ;-)

    ResponderEliminar
  2. Eu estava com a minha afilhada de 5 meses ao colo, de repente uma senhora fala pra ela e a menina começa a gritar! Não choramingava ela gritava e eu por muito que fizesse não a conseguia acalmar! A avó pegou nela saiu do local benzeu a menina e disse uma espécie de reza e uns 5 min depois ela acalmou foi a coisa mais estranha que já vi...

    ResponderEliminar
  3. Eu CA tb sou séptica nestas coisas mas as minhas filhas já acalmaram algumas vezes c a ajuda da avó q sabe uma reza. E por mais q acreditemos q n, ha pessoas mt más e q fazem mal.

    ResponderEliminar
  4. Se reparares há pessoas que dizem, por exemplo, em relação à tua filha: ela é linda - benza-a Deus! A parte do benzer é para evitar dar quebranto, pq pelos vistos ele pode ser dado também por querer bem! Ou seja supostamente nós pais damos mt quebranto aos nossos bebés. Agora se é verdade ou não...

    ResponderEliminar
  5. Crenças ribatejanas ah ah ah como eu te entendo ;)

    ResponderEliminar
  6. Joana adoro a pulseira sabe onde posso encontrar igual ou semelhante? Obrigada

    ResponderEliminar