domingo, 29 de maio de 2016

Já me estão a falecer...

Estive muito cansada no fim-de-semana que passou. Não sei bem porquê visto que a minha vida não mudou radicalmente (acho que nem um bocadinho) nos últimos tempos. A verdade é que aquela pica que tenho normalmente de ir com a Irene a sítios mais "especiais" não estava cá, apesar de querer, na mesma, apanhar ar com ela. Ficámos mais por casa este fim-de-semana. 

Enquanto aproveitei a sesta dela para fechar os olhos também (nunca é minha intenção, mas se me esticar no sofá, já todas sabemos o que acontece), pensei em coisas para irmos fazer à tarde. Pensei em irmos comprar flores para embelezar a casa. Depois pensei que elas morrem e que seria um gasto um bocadinho desnecessário. Lembrei-me que, de manhã, quando olhei pela janela que vi imensas cores no canteiro ali ao lado e... pensei: "é Primavera, há flores lá fora". 

"Vou com a Irene colher flores" e fomos. Tinha prometido a mim mesma - sei lá eu porquê, manias imbecis de pita - que nunca iria enveredar pelos tutus e afins, mas quando vi este no site da Zippy (e como faltava x para a encomenda ser gratuita, apanham-me sempre nisto), não resisti. Ela gosta porque é a saia de uma princesa, mesmo não conhecendo outra princesa que não a do livro do "Até as Princesas fazem cocó" - aconselho vivamente.

Fomos só ali. E indo "só ali" deu para ver abelhas, flores vermelhas, amarelas, roxas, brancas, um melro, um figo no chão, ouvir o cão maluco (um cão que ladra imenso), umas beatas, formigas e aranhas vermelhas. 






















Acho que me acabei de lembrar do que estou cansada: será de ter ido com ela ao Jardim Zoológico na quinta-feira? Será que já estou velhota ao ponto do cansaço não me passar logo com uma noite bem dorm... Ahhhh! Uma noite bem dormida, claro! Ahahahahahahahahhaah (só acorda uma vez, já tenho muita, muita sorte).

Vale sempre a pena sair de casa, nem que seja para dar ali um saltinho.

Agora, quanto às flores, acho que demorámos demasiado tempo no café a beber o sumo de laranja, porque já me estão a falecer...



4 comentários:

  1. Joana, gostaria de propor um tema ao vosso blog, a questão da exposição da vida familiar e particularmente das crianças.
    Gosto imenso do vosso blog, mas faz me um pouco de confusão a forma como as crianças nos blogs acabam por ser instrumentos nas mãos dos blogs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não sou a favor de expor demasiado as crianças em redes sociais, o meu filho ainda não tem nenhuma foto, opção nossa, pais. Mas este blog não se trata de um blog qualquer de exploração de crianças, eu vejo-o mais como um documentario da vida de duas mães, que tentam mostrar aos pais e sociedade em geral o modo como as mães se sentem, um lugar onde uma mãe ao final de um dia mais dificil não se sente unica e desamparada, a mim que estou 24/24h a cuidar do meu filho, ainda que tenha um Pai que que ajuda cansado depois de um dia de trabalho, ja chorei e choro muito pelo cansaço, pelo fato de estar a 2000km de familia e amigos, nem todos os pais tem familia e amigos ao lado, para mim este blog é uma amiga, tem-me ajudado muito. Obrigada Joanas, continuem este BBC Vida Selvagem :)

      Eliminar
  2. Olá Joana!
    Tenho uma curiosidade desde que vos leio: por que é que a Irene se chama Irene? Acho que era um bom tema para um post. Nomes e critérios que nos levam a optar por um ou outro. Bj

    Sónia

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana. Eu adoro-te e adoro-vos às quatro. Por este motivo, espero que leves numa boa o que te vou dizer, eu acho que vais levar, porque tu própria admites que não tens paciência para roupas. Ora então cá vai, a tua filha quando crescer e se tornar uma JPB vai-te matar quando vir que a vestias tão mal. Uma miúda tão linda e sempre tão mal vestida! A sorte é que realmente a beleza e simpatia dela, são muito superiores ao mau gosto da mamã! Ahahaha

    ResponderEliminar