quarta-feira, 4 de maio de 2016

Quando nos ligam da creche...

Quem tem filhos na creche ou na escola já deve ter passado por isto.

Há aqueles segundos entre ver escrito "creche" no visor (ou o nome que lhe tiverem atribuído) e o ato de atender em que o coração não sai disparado da boca por pouco. 
Depois os 6 segundos em que se demora a receber a notícia parecem dois minutos. Normalmente há um "está tudo bem, mãe, não se preocupe, mas..." O "mas" mata-nos um bocadinho. 

Desta vez (assim como das outras, felizmente) não foi nada de grave. Mas há o "mas" e nós nunca sabemos. O coração acelera sempre, sempre. 

Conjuntivite. Ufa. Menos mal.

Também sofrem com as chamadas da escola ou sou demasiado piegas (hipótese mais que provável! Hehe) ?

35 comentários:

  1. Olá Joana...
    Junto-me ao clube... :)
    Tb sofro por antecipação, ao ver o numero da Escolinha no telefone...
    Tal como a Joana, uma delas foi Conjuntivite e outra febre alta que trouxe uma Otite.
    Beijinhos e as melhoras da pequena...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! <3 acho que conjuntivite só tinha tido mais bebé e agora tenho alguma dificuldade em fazer com que não mexa no olho... Algum truque?

      Eliminar
    2. pergunte à mama....afinal a mama é que sabe ,certo ?e se sabe.....

      Eliminar
  2. Já somos duas! Há ali uns segundos em que te passa tudo e mais alguma coisa pela cabeça!
    Beijinhos e as melhoras da Isabel!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim... no meu caso mete sangue e ambulâncias :/ pode ser que um dia melhore!

      Eliminar
  3. Das vezes que me ligaram, entre o espaço de ver "creche" no visor e atender a chamada eu não faço um filme, eu faço uma trilogia...
    Um horror!
    Quando sei que ele anda murchinho, pronto, o susto é menor, agora quando ligam e eu não estou mesmo nada à espera, ui, passa-me tanta, mas tanta coisa pela cabeça e inevitavelmente fico com a voz trémula e logo a seguir vem um "Mamã não fique nervosa, está tudo bem, mas..."!
    Sou Mãe galinha, é isso, e um tanto ao quanto maluquinha no que diz respeito ao meu filho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também tenho uma capacidade enorme de fazer filmes com cenário e tudo num espaço de segundos! Incrível!... Nisto gostava de ser mais descontraída.

      Eliminar
  4. Sim, sim.
    Uma altura devia estar a "chocar alguma" e não comia praticamente nada. Ligaram-me e eu pensei logo que estava ainda pior.
    Afinal era para dizer que tinha tentado dar-lhe um bombom para ver se comia alguma coisa e ela respondeu: "a mãe não deixa...".
    AHAHAHAH o que nos rimos.

    ResponderEliminar
  5. Não, ninguém sofre como a Joana! Você é ÚNICA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, ninguém é parvo(a) como você! Você é ÚNICO(A) caro anónimo!

      Eliminar
    2. Tão construtiva, a querida! <3 bons sonhos!

      Eliminar
    3. Opá adoro estes anónimos, enfim......

      Eliminar
    4. Oh pah... tenho que comentar...
      Estes anónimos são incríveis... ninguém os obriga a ler o blog... a blogosfera deve ter um blog com o qual se identifica...

      Pessoas que só gostam de criticar e ser sarcásticas e se escondem através do anonimato... não há paciência...

      Eu gosto de "vos" ler... revejo-me muito nos vossos "dramas"... eu também sou assim...

      Obrigado pela excelente companhia que me proporcionam...

      Eliminar
  6. Ui, este ano tem sido fértil em conjuntivites... Mas, sim, sempre que há telefonemas desses, o meu coração salta um batimento cardíaco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como faz para que não cocem? Ponho-lhe o creme e ela vai logo lá mexer... Obrigada!

      Eliminar
    2. Ola Joana. Uma solução pode ser tapar por instantes o olho, mas para algumas criança é pior, a outra é tentar explicar que se coçar os bichinhos dos olhitos passam para todos os lados e não tarda ficam todos com esses bichinhos. As compressas de agua fria aliviam os sintomas de comichão. Não é facil nestas idades.
      É ter paciência. Lavar muitas vezes as mãos e tentar que use uma toalha só para ela. Mas isso já deves saber ;)

      Eliminar
    3. Como de certo já te aconselharam, coloca só a pomada à noite, com muito cuidado para não tocar no olho (para não passar para o outro olho). Durante o dia, costumam receitar o mesmo composto, mas em gotas, que facilita (é um bocadinho como o soro). Muito soro nos intervalos. Andar de óculos escuros, para evitar tocar acidentalmente. Ah! E convém também fazeres uma espécie de prevenção: é que, muitas vezes, acontece a quem está a tratar apanhar a conjuntivite (não podes usar a mesma bisnaga que a Isabel). As melhoras!

      Eliminar
  7. Acabei de receber uma há poucas horas! Antes de atender já tinha traçado vários cenários de quedas, nariz a sangrar... isto tudo em questões de segundos. Felizmente não era nada de especial.
    Mãe sofre!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronto, é isso! A minha cabecinha também imagina logo coisas que metam sangue lol

      Eliminar
  8. Junto-me ao clube!!! a minha pimpolha tem 7 meses, e quando ligam nem que seja para dar um recado qualquer, ou alguma coisa básica!!! até dizerem o porquê da chamada também faço um belo filme!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Livrem-se de me dar um recado por telefone!!! Haha

      Eliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filipa, apaguei o seu comentário sem querer! Desculpe! Se tiver pachorra para comentar novamente... Beijinho e desculpe

      Eliminar
    2. Oh Joana, 1o comentário e pumbas.. delete... lololol...
      Escrevi qualquer coisa como:
      Aqueles milésimos de segundo entre aparecer o nome no visor e o nosso dedinho atender e pormos o tlm ao ouvido são temíveis, e depois do outro lado uma voz calma a tentar apaziguar-nos... da 1a vez que me ligaram não foi tranquilo, ela tinha caido e abriu o sobrolho, ou a levavam ao hospital ou ia eu lá busca-la, claro que voei até à creche. Agora com o mano tb já ligaram mas era febre, de outra vez conjuntivite e quanto a isso não tenho sugestões... ele tem 15 meses e não consigo prender-lhe as mãos... lá se vai a pomada num instante :(

      Eliminar
  10. Tal e qual! tb me junto ao clube da conjutivite! deve andar no ar :)

    ResponderEliminar
  11. O pior é quando aparece o número da escola e quando atendes, é a telefonista e te diz "fala da escola X, só um momento" e esse momento demora, e demora, e demora até passar a chamada para a prof ou a auxiliar... E esta ainda confirma quem és realmente antes de dizer o que se passa :P Eu não faço filmes nem trilogias, faço séries de 100 episódios e umas 10 temporadas :)
    Durante este tempo todo o coração não sossega e fico sem pingo de sangue, com a sensação de que vou desmaiar :)

    ResponderEliminar
  12. Junto-me ao clube!!! O mas corta-m o coração!!

    ResponderEliminar
  13. Ah ah ah! E agora experimentem estar do outro lado....sou educadora e juro q evito ao máximo ligar às minhas mães por temer pelos corações delas...mas tb sou mãe, um tenho a sorte de estar cmg, mas qdo ligam da escola da mais velha tb sofro horrores. E tenho ainda q aguentar uma música (q naqueles momentos parece a banda sonora de um filme de terror!) enquanto passam a chamada à professora 😊😊😊 lol segundos intermináveis....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou consigo. Só ligo em último recurso mas não tinha noção do terror que as mães sentem do outro lado. :P

      Eliminar
  14. Pat das estrelinhas4 de maio de 2016 às 23:11

    Então e qd o tlf acontece é fazer-nos um filme e a notícia é mesmo grave.... já me aconteceu... nunca mais vou csg não entrar em pânico. Absoluto pânico qd vejo o número da creche:(

    ResponderEliminar
  15. Eu era uma mãe super descontraída nesse sentido provavelmente por ser educadora até receber uma chamada nada agradável da antiga creche do meu filho e desde aí se o telefone toca é logo um filme na minha cabeça... Entro logo em parafuso!!! Ser mãe é mesmo viver com o coração nas mãos

    ResponderEliminar
  16. Agora experimenta entrar no infantário e ver a ambulância parada à porta.... aconteceu-me com a minha filha e os segundos entre estacionar o carro e dirigir - me para a porta e perguntar o que tinha acontecido deram para imaginar graaaaandes filmes, quase que me saltava o coração pela boca. Felizmente não era nada com a minha.
    :P
    Juliana

    ResponderEliminar
  17. Como te compreendo! Só me ligaram uma vez e estava numa consulta e tinha o tlm sem som. Quando saí e vi que tinha uma chamada do colégio caiu-me tudo! Tinha também uma mensagem do trabalho a avisarem-me que tinham ligado do colégio... foram uns segundos de pânico...
    Mas o outro lado também é horrível: ligar aos pais para dizer que o filho caiu e partiu o braço e que estamos a caminho do hospital...
    As melhoras da Isabel! A Carolina também está de molho (só febre, ainda não sei o que vem aí). Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Se eu sofro?! Já disse à educadora do meu filho que qualquer dia me mata! Durante aqueles milésimos de segundo até atender a chamada, passa-me tudo pela cabeça: partiu uma perna, abriu a cabeça, andou à batatada com alguém....
    hortelapimentaoblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. A minha Matilde tem neste momento 3 anos e 5 meses (sim ainda conto os meses porque me dá mais aquele hipotese de fazer crer ás pessoas que ainda é uma bebé porque para mim ainda o é e há de ser sempre) e entrou na creche onde ainda hoje anda mas já no jardim de infância com 6 meses e desde que tinha nascido que não tinha tido um espirro sequer! Aos 9 meses fomos pela primeira vez ao hospital onde ficamos por causa de uma maldita gastroentrite e sim, houve aquele telefonema que me "matou" - mãe não se assuste (o que fez com que entrasse em pânico logo), está tudo bem mas (o arrasador) a Matilde tem estado a vomitar... O que?! Como é que estava tudo bem se a minha bebé estava a vomitar!! Só me apeteceu ter um jacto naquele momento ou umas sirenes e voar até lá! Desde aquele telefonema até hoje seguiram-se mais 2 pelo menos e é sempre como atender o telemóvel á nossa mãe quando sabiamos que tinhamos feito asneira e tinhamos que atender mas tinhamos os nossos colegas de escola tão perto que sabimos que também eles iam ouvir o raspanete. bjnhs

    ResponderEliminar