sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Pai em Pânico (#03) - "Aproveitem para dormir agora"

Ao entrar na 30ª semana, eu e a minha namorada já recebemos vários conselhos de várias pessoas a propósito do que é ser pai. Diria até que recebemos demasiados conselhos, se é que existe tal coisa.

Um “recém-pai”, definido para os efeitos desta crónica como alguém que teve um ou mais filhos nos últimos 4 anos, parece ter uma aptidão inata para definir de forma absoluta qual a melhor fralda, pomada, creme, chucha, biberão, esterilizador, questões sobre amamentação, forma de adormecer a criança e método de dar banho, tudo com base apenas na sua experiência parental. É um pouco como um alguém que só teve um parceiro/a sexual dizer-lhe que ele/a é o/a melhor do mundo na cama. No melhor dos cenários, falta-lhe validade científica e precisa de mais amostras para a fundamentar a afirmação.

Não me levem a mal, eu quero receber estes conselhos! A quantidade de incógnitas que me aguarda é assustadora, no entanto, não quero receber esses conselhos nem de toda a gente, nem em palestras consecutivas de 4 horas e meia. Em certos casos, esse tempo seria melhor gasto a agrafar os meus mamilos.



O conselho mais frequente que recebo é “aproveitem para dormir agora!”. Novamente, acredito que seja imensamente bem-intencionado, mas é um conselho fundamentalmente inútil. Como os seres humanos entre vós já terão por esta hora percebido, o sono não está sujeito a um sistema de crédito. Eu não posso acumular horas de descanso, que posteriormente trocarei por uma poção revigorante que me permita derrotar o monstro do “tenho fome, calor e/ou cócó na fralda” às 3 da manhã. Isto não é o World of Warcraft, e se fosse, seriamos todos orcs de nível 1!

Vou até mais longe dizendo que o melhor conselho a dar é “aproveitem para NÃO dormir agora!”. Sim, aproveitem estes meses de expectativa para habituar o vosso corpo à privação de sono. Espalhem pela casa inteira 8 alarmes a disparar pela noite dentro. Junto aos alarmes, coloquem uma taça de almôndegas fora do prazo e nos alarmes cujos dígitos dos minutos produzam um número inteiro quando dividido por 3, coloquem a mão no bico maior do fogão e liguem-no. Desta forma, quando chegar o bébé, vocês já são um com a Força.


É por tudo isto que, para terminar, quero deixar uma promessa solene que irei repetir diariamente após o nascimento do meu filho/a: “eu, Hugo Rosa, prometo não dar conselhos a futuros pais a menos que me seja pedido e, quando me for pedido, prometo ser sucinto e não despejar informação que demore a ser transmitida o mesmo tempo de uma viagem de barco até à India no século XV.” 

7 comentários:

  1. Não aproveites, espera e verás!

    ResponderEliminar
  2. Aproveitem para não dormir agora, mas vão mas é ao cinema, ao teatro, a concertos, ou seja: tirem a barriga de misérias daquilo que gostem de fazer que implique mais de meia hora seguida de ocupação/concentração/separação de um bebé.
    Bolas, acabei de dar um conselho sem me pedirem. Mas pelo menos é bom (confirmam, pais recentes?) e sucinto. Vá lá, menos mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Daqui uma mãe recente, e esta é a verdade!! Façam as cenas que mais gostam agora porque dp vai demorar para as conseguirem fazer de novo ;)

      Eliminar
    2. Mãe de dois com 1 e 3 anos, confere! Não vou ao cinema há 3 anos!
      Acho que dar conselhos é um pouco inevitável,e é por bem. Agora não venham com certezas absolutas pelo amor da santa. Os bebés sai todos diferentes, nem todos gostam de dormir da mesma maneira, nem da marca x de chuchas, nem todos os cremes funcionam da mesma forma... Enfim, vão aprender por tentativa erro. Só não sejam muito picuinhas que um bebé não é um bicho de sete cabeças! Pumbas um conselho grátis 😂

      Eliminar
    3. Conselhos sensatos aceito todos, como os da Filipa :P Mas há outros que... pronto :D

      Eliminar
  3. O melhor conselho que me lembro é divirtam—se, a fazer qualquer coisa, mas divirtam—se e façam—no a dois ;) o resto logo se vê, quando a cria nascer o botão pai e mãe ligam e aí vocês vão apresender todos os dias com o bebé :-) Ah, eles não são de vidro :)

    ResponderEliminar
  4. Concordo! Diziam me sempre para dormir antes do bebe nascer. E eu respondia isso mesmo!!!! Por muito mais que durma, vou ter sono à mesma, vou masé testar quantos dias consigo ficar a dormir 3h por dia! Felizmente saiu me um santo bebe que desde o primeiro dia só acordava de 4 em 4 horas e por vezes dormia as noites inteiras!

    ResponderEliminar