quinta-feira, 13 de julho de 2017

Como/quando se diz a um filho que vai mudar de escola?

Hoje não sou eu a dar dicas, mas sim a procurar sugestões. Como/quando se diz a um filho que vai mudar de escola?

A Luísa - 13 meses - vai para a creche em Setembro (farei um post mais pormenorizado sobre isso e como me sinto em relação a isso, em breve) e, como a Isabel - 3 anos - também teve vaga nessa escola, fiquei com aquela sensação agridoce: é bom para nós que vão as duas para a mesma escola, por variadas razões (levar e buscar, integração da Luísa, valor, etc, etc), mas tenho medo que lhe custe muito. Se me custa a mim afastá-la dos amigos e das educadoras de que tanto gosta...
É certo que a Isabel se adaptou lindamente à mudança de Lisboa para Santarém (e se adapta bem à mudança em geral), mas era mais pequenina. Agora vou ter de lhe explicar tudo bem explicado e espero alguma frustração e tristeza da parte dela. 

As minhas dúvidas são: 

Com que antecedência se explica? 
(Começo a explicar depois de virmos de férias? Na semana antes? No dia antes?)
Como se explica? Com entusiasmo, com naturalidade?
Como faço a transição?


OBRIGADA A TODAS. 



Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.

21 comentários:

  1. Minha sugestão... vai com ela visitar a nova escola e mostra-lhe o recreio os brinquedos, tudo o que ela vai adorar. Uns dias antes de ela ir começas a falar no assunto de ela e a mana irem para aquela escola que foram visitar. E vai correr tudo bem. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana, estou na mesma situação com os meus. Vão sair do Curiosa Idade e em setembro começam noutra escola. Já tenho falado sobre isso com a mais velha (4 anos e meio) e ela está contente porque vai para a escola dos "mais velhos" (o mais novo -19 meses- vai por arrasto, por ser mais prático).
    Na nova escola, sugeriram ir uns dias mais cedo com eles para irem fazendo a transição, para conhecerem a escola (é enorme), as educadoras e alguns dos colegas.
    É uma fase de transição, com tudo o que tem de bom e de mau. É deixar andar que a coisa resolve-se por si! :)

    ResponderEliminar
  3. Eu mudei a minha pequena de escola quase de uma semana para a outra e correu tão bem, mas tão bem que estava mais aflita que ela.
    Estivemos de férias e eu fui dizendo que ela ia para uma escola nova, levei-a lá no dia da reunião com a educadora e deixamos ela explorar todos os espaços e os novos amigos.
    foi tão bem recebida pelos amigos e funcionários que em dois meses começou a falar mais e a ser aquilo que é em casa, despachada, independente e muito muito feliz.
    Vai correr bem e leve lá as pequenas para verem que o novo espaço é fixe

    ResponderEliminar
  4. Olá, Joana. Como mãe, nunca precisei de "preparar" o meu filho mais velho para a mudança escolar (local onde eu havia estudado também!). Claro, que fui dizendo sempre feliz e contente que estava a ver o quanto era bom ver o meu filho a crescer (embora o coração parecia mirrar pois ele estava a crescer a olhos vistos!!!), mas ele adaptou-se muito bem e nunca questionou nada.

    ResponderEliminar
  5. Olá, eu sou Educadora de infância e a minha filha de 3 anos também vai mudar de escola em Setembro, com a agravante que estava na creche da mãe e que vai ter dois irmãos algures em Agosto. As adaptações são isso mesmo, adaptações. Por vezes dolorosas, mas têm o seu tempo. Acho que deve começar a falar com ela sobre o assunto desde já, pode ir com ela à escola nova e mostrar todas as potencialidades do novo espaço e se possível ela conhecer o nome e a cara que a vai receber em Setembro. Pode ajudar a dizer que ela vai ajudar a mana mais nova que se inicia nestas andanças da "escolaridade". A minha filha sabe o nome da educadora e sempre que passamos à porta da escola nova faz referência à mudança. Cuidado apenas com as expectativas, eu disse à minha que ia para a escola após as férias e ao fim de uma semana no Algarve ela já só falava em ir para a escola nova. Vai correr bem, mas a preparação é essencial e quanto mais cedo melhor. Beijinhos e boa sorte ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês. Tem feito muita falta, acredite. Que corra tudo bem com a filhota e os bebés <3 beijinhos

      Eliminar
  6. Normalmente eles adaptam-se melhor que nós à mudança :-)
    Eu acho que seria de transmitir com naturalidade mas também com entusiasmo para que possa ficar animada, esclarecer que vai ter amigos novos, cuidadores diferentes mas que os amigos "velhos" não vão ser esquecidos.
    Se a mudança ocorre aquando do regresso das férias, acho um óptimo timming, é o tempo de mudança, é um regresso novo após a pausa (de um dia para o outro acho que sentiria mais). É o iniciar de um novo ano lectivo.
    Eu começaria a tocar no assunto, para deixar que se habitue à ideia e vá assimilando, que após as férias vai ter uma escola nova, os escola para os crescidos (por ex.), normalmente ficam super entusiasmados porque sentem-se grandes, afinal já tem 3 anos e para muitas crianças é mesmo a idade de transição de escola (a minha foi).
    Vai correr bem :-)

    ResponderEliminar
  7. Joana, apesar de toda a logística que implicou para nos, mantive os meus filhos em escolas diferentes (conseguiram vaga na escola pública no mesmo ano, uma iria com 5 outro com 3). Senti que, sendo que sempre tínhamos vendido a mais velha la conversa de que o mano ficava com a avó e ela ia para aquela escola porque ela era especial e porque a sua educadora e colegas gostavam tanto dela, seria "mau demais" para ela ser deslocada desse ambiente a que estava tão habituada, por conveniência nossa. Ainda por cima para a escola onde estaria agora o irmão e que deixaria de ser "sua" para ser dos dois.... mais uma coisa para partilhar. Fizemos o esforco.
    Claro que, no nosso caso, iria logo no ano seguinte para o primeiro ano e para uma outra escola, também diferente da do irmao, portanto era só uma questão de tempo até o problema da logística se por... no seu caso ainda são uns aninhos!
    Pense bem joana, se é mesmo necessário tirar- lhe essa parte que até agora tem sido "so dela".

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Joana, ainda não sou mãe, mas sou filha. Já passei por algumas mudanças ao longo da vida, uma delas reagi muito mal porque os meus pais só me disseram cerca de uma semana antes. O que eu aconselho é a dizer com o maior tempo de antecedência possível, para que ela se habitue à ideia e pense "como será a nova educadora? Será que ela vai ser tão simpática como a X?" É bom que ela tenha dúvidas antes da mudança propriamente dita e que a Joana tente esclarecer o melhor possível para não ser difícil a transição. Vai haver novos amiguinhos, outros jogos... tente fazer parecer que vai ser fácil e que não vai custar nada. Quase como se a escola nova fosse melhor que a antiga, porque assim ela vai ficar entusiasmada.
    Espero ter ajudado. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Ohhhhh não posso... a Luísa na creche?! Vais trabalhar outra vez? Ela ficará em part time ou tempo inteiro? Bolas eras uma inspiração para mim e agora?? :) :)
    Não há grandes conselhos a dar. Vocês pais conhecem a pequena melhor do que ninguém e de certeza que ela ficará contente em ir para a mesma escola da mana e até quem sabe, brincar com ela no recreio?
    O contacto com os outros meninos mais chegados pode ser mantido com encontros ao fim-de-semana :)
    Boa sorte nesta nova fase. Custa a adaptação, mas passa... a minha crescida vai agora para a primária, e ainda nem sabemos se consegue ficar na mesma escola, ou se terá de mudar. Há coisas que não podemos controlar.
    Que corra tudo bem. Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Ohhhhh não posso... a Luísa na creche?! Vais trabalhar outra vez? Ela ficará em part time ou tempo inteiro? Bolas eras uma inspiração para mim e agora?? :) :)
    Não há grandes conselhos a dar. Vocês pais conhecem a pequena melhor do que ninguém e de certeza que ela ficará contente em ir para a mesma escola da mana e até quem sabe, brincar com ela no recreio?
    O contacto com os outros meninos mais chegados pode ser mantido com encontros ao fim-de-semana :)
    Boa sorte nesta nova fase. Custa a adaptação, mas passa... a minha crescida vai agora para a primária, e ainda nem sabemos se consegue ficar na mesma escola, ou se terá de mudar. Há coisas que não podemos controlar.
    Que corra tudo bem. Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. Será que vão para a escola da minha Joaninha??? Curiosa.....

    Bjs

    Sónia Evangelista

    ResponderEliminar
  12. Estou precisamente na mesma situação. A minha filha mais nova vai entrar na creche em Setembro/Outubro e a mais velha com 3 anos vai mudar de escola para a mesma da irmã. Como ela não é muito recetiva a mudanças ainda por cima com caras novas, decidi começar a prepará-la já há uns 2 meses. Não sei qual é a receita, mas não ando todos os dias a falar nisso, apenas quando o assunto me faz lembrar essa mudança. Aí, falo com ela, explico o porquê de ter de mudar, por vezes conto uma história inventada por mim e tento realçar que a mana também vai para a escola, mas para salas diferentes. De vez em quando já me pergunta quando vamos para a escolinha nova... Acho que estou mais preocupada do que ela. A ver vamos. Boa sorte para a Luísa e para a Isabel.

    ResponderEliminar
  13. E agora deverá continuar a ser uma inspiração. Se o faz é porque acha com certeza que é a melhor decisão

    ResponderEliminar
  14. Ola Joana,
    Vamos dizendo, e vendo a reacção, fazendo sempre do acontecimento uma coisa boa.
    O meu filho vai para o 1º ano ( para escola publica), mas vai sair de uma escola (privada) onde a maioria dos amigos vão continuar. Já é uma decisão com muito tempo, por isso já lhe fomos dando informações. No inicio dizia que não queria, agora já está ansioso.
    Eles adaptam-se sempre bem
    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. A minha experiência é a seguinte...mais nova 15m e mais velha 6 anos, ambas em escola privada até agora. A mais velha vai sair para começar o 1o ano em escola pública em setembro. Desde a Páscoa que falamos abertamente disso cá em casa, fomos visitar a escola, se bem que há 2 possibilidades mediante a vaga, e até agora tem aceitado muito bem e nunca me disse que queria ficar na escola onde está agora. Vamos ver como corre em setembro( fingers crossed) até porque normalmente não gosta muito de mudanças e ambientes estranho! Boa sorte para si!

    ResponderEliminar
  16. Joana, sem dramas, andei a sofrer por antecipação meses com muitas questões semelhantes às suas e de repente lá foi ela para a escola nova sem drama nenhum lol
    Eles são muito mais adaptáveis do que nós. Só não focaria a mudança na Irma mais nova mas sim no facto de acharem que está escola será muito boa para ela

    ResponderEliminar
  17. O melhor é contar já e com toda a naturalidade. Dizer que vai para uma nova escola, onde vai ter novos amigos. Não deixar de visitar a antiga escola para 'matar saudades'. Ainda este ano fiz isso com a minha. Hoje visitámos os antigos colegas e educadoras. Correu tudo muito bem. Devemos habituar os pequenos à mudança e falar abertamente com eles. Quanto mais cedo ela souber dessa mudança, mais depressa se habitua. Boa sorte!

    ResponderEliminar
  18. Sera que vai ser colega da minha Maria?
    Veremos em Setembro

    ResponderEliminar
  19. Bem parece que por aqui há algumas meninas de santarém a falarem de creches.. Alguma de vós pode dar alguma informação onde andam e o que acham? Em breve também terei de tomar essa decisão para o meu piolho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus filhos andam na escola pública, até agora tenho gostado muito, mas os horários não são simpáticos...

      Eliminar