terça-feira, 10 de outubro de 2017

Alerta Scalabitanos: novo espaço para comer!

Almocinho com a melhor mãe do mundo no novo spot de Santarém: o Quiosque do Mercado. Já lá fui 4 vezes: gostei de tudo o que comi e a preços muito acessíveis. O melhor até agora: tártaro de salmão ou de corvina. Já estou a salivar só de me lembrar. Também já fomos ao brunch (sábado de manhã) e estava tudo bom! 
Fica em frente ao mercado, logo à entrada na cidade, perto do Jardim da República (o do coreto vermelho), pelo que dá para estar ali a comer e ver os miúdos a brincarem no jardim [se não forem muito "suicidas", porque há carros a poucos metros]. 
Isto não é um blogue de moda nem de tendências ou lifestyle, mas não interessa. O que é bom deve ser elogiado e Santarém está a mexer-se imenso. <3

Partilhem com os vossos amigos santarenos ou, caso sejam de fora e venham visitar esta cidade, passem por lá!













 Fotografias - The Love Project
Cabelo e maquilhagem - Cut by Kate
 Camisola e calças - Ivens
Relógio (smartwatch) - Fossil (este)
Óculos - Tiwi



 
Sigam-me também aqui: 

a Mãe é que sabe Instagram

21 comentários:

  1. Tenho de ir experimentar...não conhecia.

    Obrigada Joana.

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana! Se tás numa de experimentar coisas novas e muito boas passa um dia no Bask Coffee Shop! Saladas maravilhosas, tostas, sandes e sumos naturais! Fica na avenida do hospital!

    ResponderEliminar
  3. Santarenos? hahahahahahahahahahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahahaha que burro o anónimo.

      Eliminar
    2. Aprendi na escola primaria que se podia dizer scalabitanos, escalabitanos ou Santarenos. Professora São, venha cá ajudar-nos, por favor! 😁

      Eliminar
  4. Santarenos ... não existe!!!! Querida... informa-te!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, quem é que precisa de se informar aqui, quem é?

      Eliminar
    2. O grande inteligência (anónimo, como convém a qualquer marialva cobardola) podem ser usados scalabitanos, escalabitanos ou Santarenos. É só escolher, é pena não teres tido também a mesma oportunidade de escolha no que toca a neurónios. Bem Hajas, Santa Sabedoria

      Eliminar
  5. Bem, parece que a cidade está cheia de coisas novas... Não conhecia este nem o que a Ana Santos fala em cima.... Bora lá experimentar....

    ResponderEliminar
  6. Uau! Ideia gira! Tenho de ir experimentar... passo aí tantas vezes e nunca reparei! Obrigada pela dica 😉

    ResponderEliminar
  7. Sabes que os habitantes de Santarém não se chamam santarenos, não sabes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabia que também se pode chamar aos habitantes de Santarém "santarenos", a par de "scalabitanos"? Ou que, antes de se corrigir os outros, se pode fazer uma breve pesquisa para não fazermos figura de ursos? Só naquela... :)

      Eliminar
    2. Está certíssimo Joana. Sou "Santarena" como tu à 31anos��. Não tivéssemos nós estudado juntas.

      Vou experimentar quando estiver em Santarém ��

      Eliminar
  8. E calhou de ires lá nesse dia e de te esbarrares com a fotógrafa. Que coincidência maravilhosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calhou nesse dia estarmos a fazer sessões fotográficas e irmos lá almoçar. Simples assim.

      Eliminar
    2. É sempre simples assim quererem fazer dos vossos leitores pessoas burras.

      Eliminar
    3. Complicada deve ser essa cabecita sempre à procura de teorias da conspiração e é sofrível perceber que passa tempo da sua vida a perguntar-se coisas da vida dos outros: "será publicidade? Será que lhe ofereceram X? Será que nos está a enganar? Uhmmmm". Mas eu tiro-lhe essa angústia, publicamente: neste caso, tudo pago por mim, sempre, das refeições aos cafés. Tudo. De todas as vezes que lá vou. Já pode respirar de alívio e seguir com a sua vida. Passe bem. 😁

      Eliminar
    4. E mesmo que tivessem ido propositadamente para fotografar e publicitar o espaço tendo sido pagas, ou tendo comido à borla?!...
      A publicidade na TV, rádio, revistas, jornais, não é também paga.
      Esta gente tem inveja de tudo o que os outros possam ter a mais que eles. Será que os males maiores?

      Eliminar
    5. Sim Célia, estou aqui a morrer de inveja, esse argumento fabuloso aplicado quando se ousa pensar pela sua cabeça e não concordar com o que se lê.

      Eliminar
  9. E eu que já este ano, em duas ocasiões diferentes, vinda do sul, parei em Santarém para almoçar/jantar, e fui ao mesmo sitio (ao CC do continente) por não conhecer mais nada... ahaha
    Se eu soubesse...

    ResponderEliminar