terça-feira, 9 de janeiro de 2018

6 dicas para haver menos stress até sair de casa de manhã.

Como vos contei neste post, as manhãs andavam a ser cada vez mais complicadas e dramáticas, o que influenciava um dia inteiro de stress e uma noite inteira de culpa por sentir que estava longe de ser "a melhor mãe possível". 


Hoje, durante a manhã, dei por mim a pensar nas várias técnicas que estou a utilizar neste momento para que tudo corra pelo melhor (e que, até hoje, resultam) - além de estar a tentar cuidar melhor de mim com uma alimentação mais saudável (sopa, vegetais, água, fruta, variedade...) e higiéne de sono (tenho a sorte de a Irene já fazer uma noite inteira de sono - FINALMENTE, estou convosco, mães que sofrem). Quero partilhar convosco: 

1- Acordar antes dela e "despachar-me" primeiro. 

Mesmo que isso implique acordar uma hora antes e deitarmo-nos uma hora mais cedo. No meu caso é: tomar banho (pinto-me depois na casa de banho no trabalho - até tem melhor luz), preparar o lanche dela com um desenho, escolher a minha mala, fazer a minha cama, tratar da areia dos gatos e dar um jeito à cozinha.

2- Não há televisão

A televisão hipnotiza e faz com que os nossos timings se tenham de reger pela duração dos episódios. Faz também com que comam mais lentamente. Sem televisão é mais rápido, ainda dá para conversa, para algum tempo de qualidade, dependendo da hora a que se levantem. Conheço famílias que têm de fazer longas viagens de manhã e acordar bem cedo e aí não sei mesmo onde "enfiar" a conversa. 

3- Música

Muda a disposição. Tanto. Hoje, em vez de birras, dançámos as duas juntas. Foram 30 segundos, mas que, de certeza, fizeram com que 30 outros "nãos" só porque sim não existissem. Além de estar a educá-la para a variedade (senão teria de por sempre o Bum Bum Tam Tam ou assim todos os dias e já me enjoei). 

4- Preparar a roupa dela no dia anterior

Não há sonos e pressas à mistura e, de manhã, é só equipar. Easy.

5- Usar o boneco preferido dela a nosso favor. 

"Repara, a Luisinha quer pentear-te agora e lavar-te os dentes... deixa a Luisinha". O que é giro é que funciona - pelo menos com a Irene - com todos os bonecos por isso a duração disto tem sido surpreendente

6- Verbalizar sempre a vantagem de progredir na missão "sair de casa".

"Anda que hoje vais levar o Spider Man para mostrar aos amigos". "Penteia-te que a seguir eu deixo-te escolher o teu gancho preferido".

Agora, daquilo que me lembro, muito depende também da forma como os acordarmos. Eu faço muitas festinhas pelo corpo e mostro-me bem disposta, ponho música calminha... A ver se continua a funcionar amanhã.

Fotografia Yellow Savages
Roupa - Little Jack 




Sigam o meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram

5 comentários:

  1. Joana. Li o teu post anterior. E revi-me no mesmo. Não sugeri nada, porque acho que é um caminho que cada uma de nós vai fazendo. Agora ao ler este post, reparo, que são exatamente estas técnicas que eu me socorri. Vai funcionar durante uns tempos. Depois, vai surgir outra fase complicada. E tu vais novamente encontrar uma solução que te faça sentido. É normal. Acredita, todas as fases que vivi achei complicadas e as piores de todas. E depois quando acabam, acho que foram softs. :) Faz parte. A minha tem 5 anos. E estou sempre a ajustar. Sempre a procura do melhor caminho. Mas isso faz de nós melhor pessoas, e delas crianças mais "regradas" e sim também no futuro melhores pessoas.

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que os truques para funcionarem dependem da personalidade de cada pai/mãe. Eu também prefiro preparar tudo de véspera porque sou por feitio mais controladora. Temos dois, um menino e uma menina. E no caso do pai é mais de fazer tudo na hora porque as preparações e planeamentos é que o stressam. Se ele tivesse de passar os serões a preparar de avanço o dia seguinte, aí é que ficava ansioso e não repousava bem de noite. Como partilhamos as tarefas, cada um faz como lhe dá jeito.

    ResponderEliminar
  3. Assunto diferente é usar os bonecos para ajudar a comer, lavar, etc.
    Eu sou a flexível, por mim tudo o que ajude a despachar é bem-vindo.
    O pai nesse aspecto é que é mais rígido: crianças têm de aprender a lidar com as tarefas sem ajudas dos bonecos.

    ResponderEliminar
  4. Penso que tb ajuda não fazer "um bicho de 7 cabeças", nao andar em pezinhos de lã... boa disposiçao, regras claras zcom alguma flexibilidade...

    ResponderEliminar
  5. Ca por casa bia com cinco anos ,ja se consegue explicar as vantagens de agilizar as manhas a viagem ainda é longa e com muito trânsito,no carro tempo para cantigas,histórias e afins

    ResponderEliminar