Mostrar mensagens com a etiqueta brinquedos. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta brinquedos. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 9 de março de 2017

Já brinca às bonecas com 9 meses!

Agora este título lembrou-me aqueles diálogos entre mães cujos filhos são o supra-sumo da batata. "Ah o meu filho com três meses e dois dias já comia um bife de faca e garfo" "E o meu com cinco meses já corria pela casa". 
A Luísa gosta efectivamente muito de tudo o que lhe seja mais ou menos vetado, como por exemplo, comandos, chaves, cabos, e claro, as bonecas da irmã, até porque tem momentos de euforia em que esbraceja com elas na mão e as manda para a Namíbia, outras em que parece que as quer colar com cuspo ou até mesmo depositar no estômago. Por ela, marchava tudo. Pelo que foi numa tarde em que a irmã estava na escola que a autorizei a mexer no fruto proibido. Adorou, claro. :)










Pormenor das collants novas que têm antiderrapantes em 3 sítios: joelhos, planta do pé e no peito do pé




A tentar gatinhar - andou nisto quase dois meses, a arrastar-se à recruta para trás, mas agora já gatinha mesmo desde a semana passada <3








A preparar o cuspo para a degustação ;)

Não aguento esta cara.

Falta aqui um bocadinho de oregãos ou erva doce.



Coelhos e mobiliário Maileg - Docinho de Açúcar, por exemplo
Collants antiderrapantes - Caramello
............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Foi para isto que quis duas filhas

Foi para momentos como estes que quis ter duas filhas em tão pouco tempo. [Além de ter saudades de ter um bebé pequenino e frágil. Além de querer começar do zero e ter a responsabilidade e o prazer de ver (e fazer) alguém crescer.]

Foi para estarmos os quatro na cama de pijama num domingo de manhã a ouvir a chuva. Foi para olhar embevecida para a Isabel compenetrada em fazer a irmã rir e preocupada com ela quando chora. Foi para vê-las brincar.

Já brincam. Aliás, brinca a Isabel e finge que tem resposta da irmã. Serve-lhe chá e fatias de pizza. Canta-lhe os parabéns. Manda-lhe bolinhas e diz-lhe para as apanhar. Seria de esperar que ficasse chateada por falta de resposta. Mas não, é paciente. Finge que sim. Leva o "faz de conta" muito a sério. O que eu adoro vê-las assim! No parque, no tapete, na cama. Já interagem muito, já vejo o corpo e o olhar de satisfação da Luísa por ter a atenção da Isabel, já vejo a Isabel a contar com a irmã quando parte o bolo. "Para as três, mãe." Sim, filha, para as três. Eu entro na brincadeira muitas vezes. Sou das que gostam de brincar. O meu lado teatreiro adora inventar e acho que tenho jeito. Mas mais do que isso, acho que, mesmo que não se goste, é importante dar o exemplo. Esquecer o que nos apetecia estar a fazer, o que nos falta fazer e estar ali, de corpo e alma, a acrescentar-lhes um bocadinho. É também para isto que somos pais. 

Além de gostar que pinte, que desenhe, que invente comboios com molas da roupa e talheres, que conte histórias e invente letras para canções (ontem à noite fez os seguintes versos: "a mãe fez uma fita, a mãe ficou bonita" e eu soltei uma gargalhada meia nervosa, num misto de explosão de amor com incredulidade por ela estar a fazer uma rima), acho um piadão a brinquedos de madeira, sem cheirarem a plástico manhoso: desde puzzles, à casinha dos coelhos, à cozinha e a todos os utensílios e mais alguns. Descobri na Vertbaudet uma linha maravilhosa de acessórios de cozinha todos em madeirinha e tecido e agora vai ser difícil pararem-me. Já cá cantam a salada (com o vinagre, o azeite e o sal) e a pizza, com todos os pormenores que me fazem babar (sim, tenho uma pancada grande com o realismo da coisa).
Para a Luísa, escolhi um conjunto de seis bolas sensoriais, com diferentes tamanhos, cores e texturas; lembrei-me de que a Isabel gostava de guizos quando era pequenina e não sei o que lhes fiz; e mandei vir  um peluche daqueles com várias actividades e sons, muito fofinho e com uma particularidade: é um lobo que transporta um cordeiro numa bolsa, como se fosse um canguru. Coisa mais querida! Vieram atrelados um roupão do Frozen, um pijama e um tapete para o quarto delas


E um vídeo fofinho para mais tarde recordar.





Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

A mãe gosta! (#03)

Brinquedos diferentes, decoração e roupa linda - tudo no mesmo espaço? Sim! Santarém está com lojas cada vez mais bonitas e esta já tem um lugarzinho especial no meu coração, porque quem está à frente dela é simplesmente um amor de pessoa! E isso sente-se logo desde o primeiro segundo.

Ora bem, o que podem encontrar na Catavento (e também online aqui)? Já vos faço o tour, preparem-se:








Este pijaminha veio parar cá a casa e, ainda sem árvore, já cheira a Natal. Adoro! <3

Um pormenor que adoro espreitar quando lá vou é o quadro de ardósia, onde as crianças se divertem enquanto os pais e os avós fazem umas comprinhas. Brinquedos para todas as idades, clássicos, de madeirinha, puzzles didáticos, livros, decoração... há um mundo enorme por descobrir.



Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

domingo, 3 de julho de 2016

Indispensável neste Verão!


Antes de virmos de férias (estamos em Óbidos), tive de passar no supermercado para comprar apenas (julgava eu, que totó) uma mala térmica para podermos levar frutinha connosco e todos os outros restos que tínhamos lá para casa, para não ir para o lixo. 

Deu-me uma fúria de "tenho de comprar imensos brinquedos para as férias" e lá fui. Comprei duas fábricas de plasticina da Play-Doh (uma de fazer gelados e a outra de fazer frutas), o Chase da Patrulha Pata em peluche e... aquilo que viram ali em cima. 

Realmente, com o tempo de maternidade (ou seja: à medida que eles vão crescendo), vamos deixando de ser tão mariquinhas com tudo. O ano passado juraria a pés juntos que nunca compraria nada semelhante a uma pistola para a Irene e que nem a incentivaria a brincar com algo do género. E aqui estou eu, comprei-lhe duas bisnagas que parecem metralhadoras de travestis. 

Fiz bem. Deu para aborrecer o pai (o que é óptimo), ela ficou super feliz e ainda molhou moscas para que desaparecessem de ao pé do barbecue. Acho que foram 1 euro cada uma. Acho que encontrei a melhor compra destas férias - indispensável, diria mesmo. 

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Há poucos brinquedos melhores que este!

Ontem fui visitar a Joana a Santarém e uma das melhores coisas foi mesmo ver as miúdas finalmente a interagirem uma com a outra. Eles gostam de se ver uns aos outros mas, segundo li, só mais perto dos três anos é que interagem mesmo. Foi o caso. Consegui ver imensas diferenças. Estavam super felizes. 

Depois de um clássico banho no alguidar (mostro-vos em breve), não conseguimos resistir às bolinhas de sabão, mas sem nenhuma das mães ficar com uma quebra de tensão por estar a soprar durante horas ou sem nenhuma delas ficar totalmente encharcada de sabão por querer soprar e segurar no frasco ao mesmo tempo.

Estamos super fãs desta máquina. Óptima para o nosso descanso e consegue cumprir as expectativas das garotas de quererem 2000000 bolinhas de sabão ao mesmo tempo. Só mesmo algo sem pulmões para conseguir dar esta velocidade toda. 










Foi um daqueles momentos que, obviamente, a Irene se não se fartará de falar nos próximos dias...  "A Necas e a Isabel fizeu bolinhas de sabão!". 

Sabem o que gosto mesmo mesmo muito nesta máquina? Ao contrário de outra que já tive? Esta anima uma fotografia em vez de ter vontade que ela não apareça. Adoro as cores. Fica bonita, infantil, alegre. 

Claro que as nossas filhas ajudam. ;)

Máquina de Bolinhas de Sabão - Imaginarium 

Sigam-me no instagram aqui @JoanaGama
e a nós aqui @aMãeéquesabe

terça-feira, 14 de junho de 2016

O jogo preferido da Irene.

No outro dia, quando o pai chegou a casa surpreendeu a Irene com uma prenda. Ele é como eu e não resiste em comprar-lhe qualquer coisa quando anda a "passear" mais sem rumo numa loja em que também tenha coisas para ela (como é o exemplo da FNAC). Como ele passa todos os dias com ela em casa até eu voltar do trabalho foi-lhe fácil encontrar algo que pudessem brincar os dois e em que ficassem os dois felizes com a escolha.

A ideia é pescar os números/cores (que têm a forma de peixe) com uma cana e depois colocar os números no sítio correspondente ou na cor certa. 














Estou encantadíssima com o jogo, não acham giro?

Os vossos andam doidos com o quê? ;)

sexta-feira, 15 de abril de 2016

A Irene apaixonou-se.

Tudo aconteceu na festa de aniversário dela que tinha uma casinha/tenda para ela brincar e que foi enchida de bolas, como aqueles vídeos que eles tanto gostam de ver no youtube. Passou 80% da festa lá dentro e claro que, perante este facto, a família sabia que tinha de desenrascar uma piscina de bolas para ela. 

O meu irmão mais novo Tiago tinha uma de quando era pequenino e logo no dia a seguir fomos buscá-la. É uma chatice porque eles adoram chafurdar na tenda e temos bolas espalhadas pela sala toda. É horrível depois, ao final do dia, a juntar àquilo que costumamos já ter que arrumar, também juntar umas 22 bolas de cores várias debaixo do sofá.

Valeu a pena. 

Exemplo da Imaginarium.


Nos primeiros dias não tínhamos bebé em casa. Passou o tempo todo enfiado na tenda e fazia tudo lá dentro: tocava piano, brincava com as bolas, dizia as cores. Agora já está um pouco mais moderada e até já me questiono se a tenda não irá desaparecer durante uns dias (ela tem um quarto pequenino, temos de ter estas coisas na sala de jantar) para ver se ela volta a ganhar entusiasmo e se o pai e eu nos recompomos das costas. 

O brilho nos olhos é impagável.

Descobri também, porque tive de deixar de usar a tenda do meu irmão Tiago (já não estava em condições) que se já tiverem uma casinha ou uma tenda em casa, podem comprar as bolinhas em separado (baratas) e fazem a festa assim. 

Para quem tenha gatos, também é uma maneira dos bichos se cansarem e deixarem a família toda dormir em paz. 

Têm disto aí por casa? ;)

segunda-feira, 4 de abril de 2016

A Isabel tem bigode!

Mais uma sugestão de brinquedos e brincadeiras para terem com os vossos filhotes e este custa 2 euros.

A Isabel anda na fase dos autocolantes (desde que comprei o livro "Até as princesas fazem cocó", que traz uma tabela para se colar diamantes quando eles fazem no penico) e achei que estes, da Tiger, eram uma óptima opção para ela treinar a motricidade fina e se divertir a colar olhos, narizes e roupas nos bonecos, nela e em nós.









Super barato e uma brincadeira que rende... e rende... e nos diverte a todos. Andou toda contente em Óbidos, no domingo, a mostrar um bigode colado. Daqui a uns tempos, quando tiver aquele buço pré-adolescente, que nem se sabe se há-de ir à vida com cera ou se é muito cedo e ficamos pelo descolorante (been there!), já não vai achar tanta piada ;)


Sigam-nos no instagram @aMaeequesabe
E a mim também;) @JoanaPaixaoBras

domingo, 3 de abril de 2016

Na quinta do tio Manel...

Ia-ia-ô. Presente mais giro que a avó Isabel (são as duas hehe, mas foi a avó do alentejo) deu à Isabel nos anos! Ela gosta mesmo disto, acho que não há dia que não se lembre de ir brincar com os animais, a cantar a música do tio Manel.









Tirei-lhe estas fotos na "quarentena" da pseudo-varicela, mas ou o bicho está ainda a incubar ou não sobreviveu. :) Hehe Obrigada a todas pelos comentários e preocupação. Foi falso alarme!

Quinta - Bazar Dili, em Évora
(obrigada, avó!)


´
Sigam-nos no instagram @aMaeequesabe
E a mim também;) @JoanaPaixaoBras