Mostrar mensagens com a etiqueta crise de meia idade. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta crise de meia idade. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Existe uma crise aos 30? Nem acredito que fiz isto!

Por motivos que em breve vos contarei (eu, enquanto blogger, tenho vontade de partilhar quase tudo convosco, mas tenho sempre algum intervalo para conseguir digerir os acontecimentos) estou a passar por uma fase de mudança gigantesca e uma das minhas decisões foi largar o meu querido Smart (que adorava do fundo do meu coração por ser tão querido e útil) e voltar a ter um carro com mais de dois lugares. 

As escolhas não eram muitas, visto que as possibilidades são nenhumas aqui da querida, então, a única hipótese seria trocar por um carro de valor tão semelhante que não envolvesse dinheiro. Depois de umas horas num site para carros (o único que conheço), apaixonei-me por um carro azul-cueca. E sabem que mais? Estou louca por ele. 


Não, a Renault não pagou por este post (mas devia, ahah). Eu é que não queria por uma fotografia do meu com a matrícula, não sei porquê - "Ai, a filha expõe feita parva, mas a matrícula não?". A verdade é que há muitos anos (15) namorei com um rapaz que tinha um Twingo (acho que foi quando eles apareceram) e gostei tanto do interior do carro e das cores que dizia desde aí que, quando crescesse, queria ter um Twingo verde alface. Está lá perto, digo eu.

Perguntei à Irene se queria dar um nome ao carro e ela disse "Isabel" - o nome da filha mais velha da Joana Paixão Brás - como aliás agora tudo se chama.

Ontem já foi um alívio termos ido às compras e caber tudo na mala juntamente com a minha do ginásio, etc, etc.

Nova fase, "novo carro". Um azul-cueca - só porque não havia verde alface.

Crise dos 30? Provavelmente, mas estou a gostar.

........................................

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.


terça-feira, 12 de julho de 2016

Pintei o cabelo de cor-de-rosa!

Ui! Será que há uma crise antes da crise da meia idade? A crise quase-meia-idade? Aquela que faz com que as pessoas se esfreguem numa parede como se estivessem à noite no Urban, mas estão afinal na Quinta do Bom Pastor, o radiopark do grupo Renascença Multimédia? É o sítio mais adequeado para me esfregar onde for. 

Será que há aquela meia crise que me faz cortar muito pouco cabelo que tenho, arriscar tudo em parecer o lado mais machão de um casal lésbico (sempre foi o meu forte ser o lado mais machão da coisa) e, como tal já não fosse suficiente, além de estar em negação em relação à forma como o meu buço cresce (é só dos lados, que estupidez é esta???), ainda pintar o cabelo de cor-de-rosa? 



Continuo por aqui a usar interiormente o #caguei. Caguei. Apeteceu-me. E, se me apeteceu, faço. O cabelo cresce, o cor-de-rosa sai. Fico diferente. Quando decidi e hoje não me importa muito se mudei para melhor ou para pior. Foi uma experiência. Uma escolha, como tantas outras. 

Gosto de estar diferente.

Sim, ninguém perguntou nada, eu sei, mas eu disse na mesma. #caguei. ;)

Sigam-me no instagram aqui @JoanaGama
e a nós aqui @aMãeéquesabe