Mostrar mensagens com a etiqueta férias. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta férias. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Somos uma família de 7.

JG: Fomos passar o fim-de-semana juntos. Confesso que, apesar de estar entusiasmada por ver a Joana, o David, a Isabel e a Luisinha que nem por isso me apetecia muita criançada.

JPB: Ai, filha. Nem sei como arranjaste homem sempre com essa disposição! Você é mãe, tem um blog de maternidade e vem para aqui dizer que não lhe apetece muita criançada? Isso é o mesmo que eu dizer que me quero casar, mas que não quero cá cerimónia, que o que interessa é estarmos juntos. Por favor!!

JG: Vá, agora vamos falar do nosso fim-de-semana em família no Vila Galé Évora. Vai-se a ver se foi só bom estarmos todos juntos! A Luisinha é mesmo uma bebé de sonho (apesar de estar sempre embrulhada em coisas de croché, 'tadinha) e a Isabel é um mimo. A Irene e a Isabel ficaram apaixonadas uma pela outra.

JPB: Até demasiado que houve chochinho. Foi muito giro vê-las a correr juntas, a brincar às escondidas, a partilharem os bonecos, a roubarem cereais... 

JG: Nunca a tinha visto a interagir com uma miúda exactamente da idade dela e fiquei toda comovida com o clima de best friends forever. Começamos logo a pensar nas próximas férias que vamos fazer juntas e que isto, por nós, se tornaria num hábito.

JPB: 'Miga, por mim, até se me oferecerem uma estadia na minha própria casa eu fico entusiasmada. Só a palavra estadia me faz descer o leite! 

JG: Não sentiste que somos uma família de 7? Os homens ficaram a ver o Benfas (odeio esta expressão) juntos, eu peguei na Luisinha enquanto acabavas de comer (que nunca mais acabavas, Jesus!) o Frederico brincou às escondidas com a Isabel e com a Luisinha... ?

JPB: Não houve cá tablets, nem brinquedos de luzinhas e sons... Entretiveram-se apenas com elas próprias, ali uns bebés para darem colo e um puzzle de madeira. Senti que houve mesmo oportunidade para vivermos esta experiência com os pés assente no presente, ou deverei dizer com o "coração" no presente? 

JG: Isto não é um post só teu! Não tornes isto tudo lamechas, sff, senão saio já! Sim, sempre que as adormecemos sentimos que aproveitamos cada minuto sem elas ficarem ali tipo veados encadeados com os vídeos de abrir ovos no youtube e dos fingers. Criamos memórias, brincamos a sério.

JPB: E do que vi, porque não pude estar tão disponível por causa da Luisinha, vi-te a ti e ao Frederico a voltarem a ser crianças.... corriam e riam e... 

JG: Sim, nós próprios acabamos por nos desligar mais do telemóveis... acho que foi mesmo uma "lição". Contemplei a Irene em vez de só a ver. 

JPB: E foi maravilhoso não ter que estar a pensar na quantidade enorme de coisas que tens de fazer em casa... Os senhores do hotel que me desculpem o estado em que viram as minhas coisas, mas não podia querer saber menos! 

JG: Já disse que gosto muito de vocês? 

JPB: Obrigada.

JG: Que má onda! Ah! Obrigada Imaginarium por esta experiência, por nos terem dado esta oportunidade para voltarmos a brincar, para nos desligarmos dos tablets e telemóveis, acho que fizemos aquilo que tanto se fala agora do mindfulness. Desligamo-nos dos aparelhos e ligamo-nos mais uns aos outros. 

JPB: Foi um fim-de-semana cheio de amor, tal como eu gosto. E vocês que nos estão a ler cheias de inveja do nosso fim-de-semana, fiquem a saber que durante o mês de Dezembro (de 1 a 20), na compra de brinquedos da Imaginarium, recebem uma experiência REAL para gozarem com todos os sentidos.

JG: Que pode ser desde uma escapadela em famíla, aventura ou atelier artístico. Ou seja, momentos para criar memórias e não simples "passares de tempo". 

JPB: Quem é que está a ser lamechas agora? Olha, pões aqui tu as fotografias que eu tenho de ir dar maminha?

JG: Espero que seja à Luísa e não ao David, senão dizeres isso aqui fica um bocadinho esquisito.

JPB: Já volto! Também gostamos de vocês, vá! 

JG: Awwwwwwwwwwww! Só por isso não ponho fotos em que se note que o teu cabelo já teve melhores dias!




















Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Olha nós!

"Olha nós!", diz-me a minha filha, com a maior das felicidades, a olhar para as nossas fotografias. Mas logo depois pergunta: "E a mana? Não está?" (estava a dormir no carrinho enquanto o pai nos tirava estas fotografias).

Quando chegámos de fim-de-semana, pediu-nos para voltarmos para a "casa das férias". Ela já começa a perceber como funcionam as semanas, já sabe que há dias de descanso, dias em que estamos todos juntinhos, em que o pai não vai trabalhar para longe, em que não há escola. Não que faça drama algum quando há escola, antes pelo contrário, adora. Mas agora, quando sabe que vamos "paxiar" fica em êxtase. "Os catro! Todos!"

Sim, filha, os quatro. A maravilha de sermos quatro em tão pouco tempo é saber que na cabeça dela não haverá outro número. É esta a família dela e sempre foi. Aliás, quando vê fotografias dela em bebé diz logo que é a Luísa. A Luísa fará sempre parte do passado dela, mesmo não tendo lá estado sempre. Que, no fundo, é um bocadinho o que eu sinto em relação à minha vida: quando penso no meu passado, estabeleço sempre uma relação com as minhas filhas, um traço, uma comparação, e acabo por ficar com a sensação de que já as carrego comigo há anos e anos, como se não houvesse um antes. É demasiado estranho sentir isto?



















Para quem precisar de ideias para escapadinhas, passámos um fim-de-semana tranquilo, num quarto enorme (mesmo, mesmo grande), com pequenos-almoços maravilhosos, jantar muito bom e um cheiro óptimo a flores no jardim no Hotel Rural Quinta do Marco. Aconselho!


Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

O que é bom...

...acaba depressa. Foram dias diferentes, com birras e lágrimas à mistura, mas muito, muito bons. Daqueles em família, que marcam, que ficam. Até tenho medo agora da gestão das rotinas, do regresso à rotina dela, do regresso à rotina dele, de passar a maior parte do dia com a Luísa. Espero que mais calminha, como tem estado, que torna tudo tão mais fácil...
Esta vai ser uma semana de adaptação, de desfazer as malas, de organizar a roupa e de (re)organizar a cabecinha. A minha e a da Isabel, que dormiu, em duas semanas, em 5 camas diferentes, que não comeu sopa praticamente nem foi dormir sempre à mesma hora. Respirar fundo e tentar levar tudo com muita calma, que a coisa vai ao sítio. 

Adorei as fotografias do final de tarde na Comporta, com a Luisinha (a Isabel foi passar o fim-de-semana com as primas, a tia e os avós paternos), para mais tarde recordar o primeiro verão da caçula.








Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)

sábado, 13 de agosto de 2016

Não tenho fotografias na praia!

Não tenho fotografias na praia. Umas duas ou três no meu instagram, tiradas à pressão. Se já é um filme conseguir sair de casa, os cremes, meter nas cadeirinhas, a viagem, estacionar, levar a casa às costas para a praia, as miúdas, o chapéu, estar lá uma hora, um passeio ultra-rápido à beira-mar, a Luísa dorme, a Luísa mama, a Isabel vai à água com o pai (foi uma vez com a mãe! yeah), a areia, chegar ao carro, vir para casa, deixar as horas de maior calor passar e voltar à praia ao final do dia é uma lufa lufa, é uma logística do caraças. Não há tempo para fotografias, há que aproveitar o pouco tempo que temos juntos. Para o ano, tento, juro! Até porque adoro fotografar, adoro registar os momentos em família, o crescimento das minhas meninas... mas, vocês sabem...

Vá lá, ainda tenho umas de reserva da nossa semana no Norte para vos mostrar, onde tínhamos mais tempo para tudo, mais calma, onde o calor não era tão abrasador e dava para aproveitar melhor a rua. Adoro praia, a sério que adoro, mas com a Luísa tão pequenina ainda não consigo desfrutar bem... Fica para o ano!



Nas Casas de Campo Vila Marim

Luisinha bem-disposta com um fofo Tsuru <3

No Castas e Pratos, na Régua



Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

A Luísa é parecida com quem afinal?

Estamos naquela fase em que todos tentam dar palpites: cara do pai, cara da mãe, muito parecida com a mana, nada a ver com a mana, igual ao primo do tetravô.

Eu não faço a mínima ideia. Já a achei parecida com o David (queixo e boquinha igual, assim como as entradas e o remoinho), já a achei muito parecida com o meu irmão quando ele era bebé (estão a ver, não estão? eheh), tem coisas da irmã, mas não a consigo achar uma cópia. Meu? O nariz de batatinha.
















Tirei-lhes estas fotografias quando estávamos de férias nas Casas de Campo Vila Marim, no Douro. Até o parque dos baloiços tem uma vista linda, em Mesão Frio. Modéstia à parte, ficaram bem giras. Vá, não é mérito da fotógrafa, a lente da máquina é boa. ;)

O que acham, são parecidas?



Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)

Ciumeira a dar tréguas!

Sinto-a mais calma. A calma da Isabel é inversamente proporcional à correria do dia a dia e ao nosso stress. Parece-me um raciocínio um bocado óbvio e não sei por que é que não nos lembramos disto mais vezes. 

Quando temos mais tempo para eles, quando lhes damos mais tempo até para se calçarem sozinhos, para comerem sozinhos e sujarem tudo, quando dedicamos tempo a ouvi-los e os despachamos menos para os tablets, estamos a dizer-lhes que eles conseguem, estamos a dar-lhes mais segurança.

Acho que já percebeu que a Luísa faz parte das nossas vidas e que precisa muito da mamã. Parece-me mais conformada e as conversas que vamos tendo parecem ter ajudado. Os ciúmes estão a dar tréguas. Não acredito que desapareçam nunca, e é normal que assim seja, mas está a começar a lidar melhor com tudo. Acho que também foi importante não nos termos tornado agressivos (mesmo que algumas birras e "chapadinhas de amor" na mana às vezes estivessem mesmo, mesmo a pedi-las, que ninguém é de ferro...), mas também não nos termos tornado sido demasiado permissivos e "nhonhós", para compensar. Andámos um bocado às avessas, mas acho que encontrámos um meio termo "saudável". Principalmente agora nas férias, com a Luísa mais calma, consigo encontrar mais tempo para a Isabel e para as nossas patetices. Brincamos muito, fazemos muitas bombas e damos mergulhos, damos muitos abraços e beijos. Dormimos juntas. Que estes momentos se prolonguem pelos dias, pelos meses, pelos anos fora.







Descubra as bóias salva-vidas nesta imagem. :):):)


Podem ver as outras fotografias nas Casas de Campo Vila Marim neste post: Diário das férias - o início. E neste: Diário das férias - #lovedouro.


Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)