Mostrar mensagens com a etiqueta ja somos famosas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta ja somos famosas. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Isto atingiu todo um outro nível.

Depois da Irene andar a cantar de um lado para o outro meses a fio o "lalala lalala lalalalalalala" do Panda, agora faz parte do videoclip :) Estivemos lá 88 horas para ela aparecer meio segundo? Sim. Porém, para a miúda, o divertido foi estar ali com a sua inseparável Isabel (nem sei se aparece que só tenho olhos para a minha filha) e com a bebé Luísa que ela tanto adora. Com os bonecos também, claro :) 



........................................

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

sábado, 14 de maio de 2016

Gaguejei na SIC Mulher e falei de sexo na Antena 3

Temos andado a promover o nosso livro (e o blogue, claro) pelos meios de comunicação "afora". Acho que, apesar de gaguejar sempre um bocadinho aqui e ali - para quem não sabia, sou gaga (podem ler aqui) - tenho conseguido passar por cima desse obstáculo com naturalidade e sem qualquer vergonha, aliás, como sempre o fiz. 

Acho que se não vos contasse, achariam provavelmente que era só nervosinho normal e hesitações no discurso. Também é isso, mas é mais do que isso. Quando sou eu a entrevistar e a tomar o controlo da situação, controlo-me sempre um bocadinho melhor, mas quando é mais imprevisível e estou do outro lado, gaguejo sempre um bocadinho. Tudo ok, sou eu. 

Por acaso saí da entrevista com a Ana Rita Clara, no Faz Sentido, da SIC Mulher (que podem neste link: aqui), a achar que só tinha gaguejado, que não tinha corrido grande coisa ou que não tinha estado à altura, sei lá. Depois vi em casa e - raro em mim - até gostei de me ver. Nada de especial, mas nada que envergonhe. 

Uma foto publicada por Joana Paixão Brás (@joanapaixaobras) a


Ontem, fui à Prova Oral, da Antena 3, com o ganda maluco do Fernando Alvim (podcast: aqui), com a Sara-a-Dias, a nossa ilustradora (e minha amiga desde a faculdade) e foi muito giro. Falámos dos partos (o da Sara demorou 24 horas, whatttt?), de mamas, dos cabelos que caem no pós-parto, eu sei lá... Se não conhecem o programa, digo-vos para estarem à espera de bastante parvoíce e boa disposição (não vão aprender nada hehe). Uma hora que passou num ápice - pelo menos para mim. Depois ainda gravámos mais 20 minutos e teria ficado ali à conversa mais uma boa meia hora, não estivesse já cheia de chichi e com uma contracção lá pelo meio, com afrontamentos à mistura (estou nessa fase).


Uma foto publicada por Joana Paixão Brás (@joanapaixaobras) a


Foi uma semana cheia de holofotes e passadeiras vermelhas (estamos aqui, estamos a dar autógrafos na rua haha) e demasiado entusiasmo, tanto que ontem aqui a menina teve de ir tomar um banhinho de banheira cheia para relaxar, que já andava a contar contracções de 10 em 10 minutos e coiso e tal [sabem o que me aconteceu? Adormeci e dormi uma hora na banheira...]. Está tudo bem, hoje tive consulta e a Luisinha ainda está subida, pelo que não deve acontecer nos próximos dias. Ufa. Na próxima semana, já vou descansar mais, prometo!


Sigam-nos no instagram @aMaeequesabe
E a mim também;) @JoanaPaixaoBras

terça-feira, 19 de abril de 2016

Esta quinta vamos entrar pela vossa sala a dentro.

E não sabemos o que vamos vestir.

Quer dizer, a Joana, deve jogar outra vez a cartola do vestido rendilhado branco porque sabe que lhe fica bem. Digo a cartada porque já usou quando fomos o ano passado à RTP e... numa sessão fotográfica qualquer de gravidez (sim, estou atenta, bitch). 

Vamos ao 5 para a Meia Noite nesta quinta-feira, com a Dra. Marta Crawford, para falar do nosso livro e provavelmente da nossa sexualidade (esta última parte será MUITO rápida, digo eu). 

Sou fã da Dra. Marta, uma vez apanhei-a numa clínica (deve lá dar consultas) e é super simpática, além de ter visto um programa dela qualquer na TVI há muitos anos e a ter admirado pela abertura e por ser tão educativa, etc. Seria uma boa colaboradora para o nosso blogue, se calhar até lançamos a escada na quinta-feira... Hmm..

Vamos voltar "a casa": 

A Joana já trabalhou no 5 para a Meia Noite.

Eu já lá fui fazer figuras tristes a fazer stand-up: 


                        
                             
                       

E também já lá fui entrevistada a propósito de outro livro meu (uhh pareço super coiso):

Vou tentar não ter esses 15 kgs a mais desta vez e a alça do soutien de amamentação de fora.


Vai é ser a horas super indecentes. O programa vai começar mais ou menos pela hora em que eu já costumo estar a dormir há uma hora. Confuso? Para mim também. Tal como o meu vestido ali em cima

Resumo: quinta-feira às 23h45 (mais coisa menos coisa), a Mãe é que sabe no 5 para a Meia Noite.

Aproveitei-me disto para botar uns vídeos meus na televisão? Epá, sim. ;) 

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Se calhar ela vai afinar...

...porque não lhe perguntei se podia ou não publicar esta fotografia aqui, aliás, nem sei se ela a tem.

Não gosto nada do formato da minha cabeça aqui e a sacana da nossa fã tem umas covinhas lindas e sabe disso! A Joana está com ar de quem já está a pensar nos próximos 7 bebés que vai ter. 

Esta menina do meio é a Ana. Estávamos a meio da nossa sessão fotográfica para o livro "a Mãe é que sabe" que vamos lançar em breve (eheheheheheheheh contamos convosco para o lançamento?) e a Ana perguntou se éramos nós e se quem estava a ser maquilhada era a "outra Joana". Reparei algum entusiasmo genuíno na voz dela, foi bom sentir esse amor. Eu também estava super entusiasmada, mas mais envergonhada porque não sei bem reagir nestas situações. Das raras vezes que me reconheciam por outras coisas que fiz, ficava menos envergonhada porque me expunha menos, mostrava menos de mim, mas neste blogue ambas cuspimos aquilo que realmente somos e, portanto, quando vos conhecemos sentimos que sabem tudo de nós - e sabem quase tudo. Fica o mistério muahah. 

A Sessão fotográfica foi com o Pau Storch dos Retratistas e por termos falado dele há uns dias numa sessão fotográfica que a Joana fez (esta) é que a Ana marcou uma sessão para si. Por coincidência, encontramo-nos. Só ela poderá dizer com que impressão ficou de nós, mas não deve ter sido grande espingarda porque eu estava eléctrica por ter "tanto público" (estavam lá jornalistas - por causa do Paulo hehe não por nossa causa), maquilhadora, assistente (era o assistente, não era?) e próximas pessoas a serem fotografadas... Quando é assim fico muito irritante de tão palhaça e eléctrica... Tenho de voltar ao stand-up. 

Ana, adorámos conhecer-te! Espero que tenhas sentido isso e vê lá se não nos queres dar uma ajudinha, tu que trabalhas em "marketing à séria". ;)

É na boa que tenhamos publicado a tua fotografia, Ana?  

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Ó pr'a nós em França!

Quando alguém em França nos faz uma entrevista (neste caso foi a fofa da Joana Gama que se chegou à frente para responder), sentimo-nos como aqueles jogadores de futebol, super internacionais, mas com menos Spas e piscinas interiores.

Está aqui, na Parole de Mamans.

Obrigada à Sophie e à Virginie. <3

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Há quem pense que somos um casal.

E daríamos um bom casal ou não? ;) Fomos entrevistadas para a NiT (depois claro que contamos tudo assim que for para ser publicado) e, no final, como tinham de nos tirar umas fotografias, fiz-me logo ao bife para enviarem para nós que assim sempre temos coisas giras para mostrar. A Joana decidiu ir de branco como o "anjinho" que é. Assim parece o Light Side of The Force e eu fui com um vestido que não entendo!! Já explico... vão lendo as legendas! (sff, que também é bonito)

Este vestido é da colecção Outono Inverno, mas é de manga curta. O que é que é suposto fazer com isto? Eu pus uma long sleeve, pronto, mas isto é um bocado à anos 90. Na prática o que é que é para fazer? 

Reparem no sorriso maroto da Joana, ela sabe que se abrir a boca toda que fica com aquelas mini covinhas adoráveis. Ela sabe! Quando dizemos que "a Mãe é que sabe", estamos a falar da Joana, pois pois! Eu, no fundo, achei que era a melhor maneira de lidar com o sol a bater-me nas trombas. 

Decidimos assumir que sim, que daríamos um bom casal lésbico. E como sei que a Joana é muito muito apelativa para os mandriões, decidi fazer cara de que o bebé é meu. É meu. 

Tentem ignorar o meu pedaço de lombo ali de lado. Isto, aos poucos, vai ao sítio. A Joana é a segunda grávida mais elegante do país. A primeira todas sabemos quem é, não é? É.

Aqui quis parecer jornalista e séria, ao mesmo tempo que desviava a atenção dos flancos (banha lateral), mas fiquei igual a um irmão do meu pai que era pastor e usava o cabelo comprido - não correu bem. A Joana com o sorriso das covinhas, não falha! Sacana!
   
O momento em que me dá um pequeno AVC e me esqueço de abrir um olho e deixei cair um braço. Acho que, no fundo, metade do meu corpo adormeceu, mas ninguém deu por isso. 

Ainda hoje na entrevista nos perguntaram se alguma vez nos zangámos por causa do blogue ou por causa de outra coisa qualquer e fiquei muito feliz por sermos tão, mas tão compatíveis. Respeitamos o espaço de ambas, ela sabe lidar comigo e eu gosto muito dela (eu sou a de azul, para que não restem dúvidas) e este é o nosso filhote. No fundo, sim, somos um casal.

Obrigada a vocês pela paciência de lerem as nossas parvoíces.

sábado, 19 de dezembro de 2015

E vídeos, querem?

Fomos convidadas pela The Coolunista para sermos entrevistadas para a NiT. Dicas para conciliar o blogue com o trabalho. Infelizmente, a Joana Paixão Brás não conseguiu conciliar as coisas no trabalho (ahah) e lá fui eu. 
Apesar de ter sido na quinta-feira, estava tão eufórica (muito contente por estar a ter tempo de antena - tenho de admitir que gosto, pronto - e porque não tinha dormido nada na noite anterior) que acho que ficaram com a impressão de que padecia a sério de qualquer coisa. 

Vamos ver depois qual foi o resultado... 

Entretanto, lembrei-me de vos perguntar umas coisas: 

1) Gostariam que fizéssemos vídeos? Sobre o quê?

2) Têm blogues vossos? Publiquem aqui em comentário ou até no próprio Facebook que gostamos de saber mais sobre vocês e assim andamos todas as ler as coisas umas das outras. 



 A Coolunista e eu. Vejam que dei o meu melhor para parecer que tenho estilo e arrojei na camisa. Por pouco não saí em Sete Rios no Metro e depois não me deixavam voltar para casa. 

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Já somos famosas (#10) - Estamos na TV 7 Dias!



Estamos felizes! É sempre bom saber que chegamos às pessoas, que lêem o que nós escrevemos e que nos seguem fielmente. É bom ter reconhecimento e feedback do nosso trabalho. É bom ver que põem a Joana Gama a rastejar aos meus pés. Ela é mais baixinha do que eu, é um facto, e é curioso que tenham posto a cabeça dela ao nível do meu traseiro. Menos giro é que tenham usado uma foto em que ela está uma bomba, algo extremamente desvantajoso para uma das bloggers... eu. 

Parvoíce à parte e tentando ser pouco gabarolas - porque não é todos os dias que estamos numa revista - deixem-nos lá sentirmo-nos um bocadinho famosas. Joana quê? Pronto, já está. Já desci à realidade.

Obrigada à TV 7 Dias, obrigada à jornalista Andreia Costinha de Miranda, que, por estranho que pareça, não tivemos de tentar subornar para fazer esta matéria (hehe) e obrigada às nossas filhas que nos inspiram todos os dias. Ah! E a vocês, que não somos mal-agradecidas. 

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Já somos famosas (#09) - Estamos na SIC MULHER daqui a nada.

Na verdade vou ser só eu.

Tudo a ligar para ver o Faz Sentido com a Ana Rita Clara às 17h30!

a Mãe é que sabe está presente para dar um da sua graça e na condição de embaixadoras do Barrigas de Amor.

Querem fotos do backstage? Eu ponho na mesma. :)

Quando virem, se virem, digam alguma coisa! Tentei não ir tão apetrechada como da outra vez.


Parte da equipa do CC All Stars e a Maria Botelho Moniz. 


O João Paulo Rodrigues que estava lá todo invejoso da minha maquilhagem, que queria uma igual.


A equipa da SIC que adoro rever sempre que lá vou. Raul, Tia e Margarida. Sem esquecer o Noel que lá estava a tirar fotografia. 

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Já somos famosas (#08) - Para verem de fininho aí no trabalho

(Se não tiverem paciência para ler esta treta toda, passam logo para o vídeo no final. Se não tiverem paciência para ver o vídeo, passem para outra tarefa da vossa vida. Se não tiverem paciência para essa tarefa da vossa vida...)


Vá, sabemos que têm mais que fazer do que ficarem coladas à televisão a ver um programa da tarde da RTP para verem estas duas lontras. Sou só uma, mas parece que se arrastar a Joana comigo a coisa fica mais leve para o meu lado.

Gostamos muito de ir ao Há Tarde. Obrigada pelo convite. Fomos muito bem recebidos logo desde o início, mas mesmo início. O senhor da portaria era muito sorridente e explicou devagarinho onde tinha de ir para estacionar. Ainda bem que foi devagarinho que eu, para seguir direcções, sou mais estúpida que um miolo de pão. Pergunto, mas depois não oiço a resposta.

Assim que saímos do parque de estacionamento fomos logo raptadas para a maquilhagem e cabelos. Fui maquilhada por uma rapariga muito gira e simpática (Margarida Santos Make-Up Artist) que além de ter aceitado comer um dos meus melões (calma, daqueles tipo pastilha elástica) foi também porreira ao ponto de me dizer "já fazíamos as sobrancelhas". Eu respondi: "já fazíamos tudo, é que nem tens noção". Um dia destes, quando quiser ficar com um ar aceitável, irei combinar com ela. Tenho de fazer um a limpeza geral. Mesmo. 

Depois fomos para os cabelos e infelizmente cometi o erro #1 de quem é convidada para ir à televisão: não fui com o cabelo fresquinho. Eu pensei: "lavei ontem à noite, ainda está meio húmido e tudo, com uma boa secadela...". Pois, pois, mas e se a cabeleireira tiver pouco tempo e não nos entendermos bem uma com a outra? Foi o caso. Muito querida, mas sinto que fui a parecer um travesti triste. Só tem problema o triste, claro. A Joana ficou óptima, como sempre. Ela há de ter sempre aquele ar impecável de quem cantava nos Onda Choc e estava vestida de Cenoura da cabeça até aos pés. 

Depois fomos para o estúdio e mostraram-nos o Herman em k-line com o qual tirámos algumas fotografias. Não sei se a Joana quer que eu ponha aquela em que estamos as duas porque ela diz que parecemos muito baixas, mas estou a borrifar-me porque, por acaso, estou muito linda. Sabem como são estas coisas.





Não estivemos com o Herman que foi actuar a Espinho (que pena), mas estivemos com a nossa amiga Vanessa (adoro dizer "nossa amiga" - a Joana Paixão Brás é que é da televisão e eu estou a colar-me mesmo à má fila). Posso dizer que a Vanessa é das pessoas mais acessíveis que já conheci neste meio. Sempre me tratou de igual para igual (não que não tivesse motivos para fazê-lo, mas há pessoas que o fazem na mesma), sinto-a muito genuína. Não sinto o mesmo em relação a outras apresentadoras. TAM TAM TAM!! O drama, o horror. Quem serão? Nem eu própria sei bem os nomes, borrifem-se para isso. 

Pronto. Sentamo-nos no sofá. Eu estava constantemente a ajeitar o cai-cai que é mesmo digno desse nome, a Joana estava na dúvida se levava uma espécie de bandolete hippie e ficamos a ver como estávamos na câmera do telemóvel.  Era agora a nossa vez: 



Tentei por aqui o vídeo embutido, mas não estou conseguir. Ponham aos 14:14 e, a partir daí, "é a gente". 



Um muito obrigada novamente a toda a equipa. TODA! TODA MESMO. TODA! Até a rapariga da língua gestual que parece que se fartou de curtir. ;)



quarta-feira, 29 de abril de 2015

Já somos famosas (#08) - Amanhã vamos à tv!

Bom dia!!

Não, não estou melhor da alergia, mas obrigada por perguntarem. Tenho o corpo todo "em chamas" e só me dá vontade de coçar (e coço), mal dormi e, ainda por cima, a Irene acordou às 5h30 da manhã pronta para viver. Estou que nem posso. Espero que hoje passe até porque...

... amanhã vamos à televisão!!

Apesar de ser a Joana Paixão Brás a estrela porque foi a ela que lhe ligaram, vou eu escrever um post sobre isso. A verdade é que ou escrevo sobre isso ou continuo a contar-vos o quanto estou farta desta comichão horrível e de como começou nos mamilos. 

Fomos convidadas para ir ao Há Tarde com a Vanessa Oliveira e com Herman José. Sim, vou conhecer o Herman. Quanto à Vanessa Oliveira, já trabalhei com ela. Poderá ser este um pretexto para por uma fotografia em que estou muita linda? Acho que sim. Sou a da direita, caso estejam confusas.




A Joana Paixão Brás já escolheu o vestido e tudo, vai tipo boho-chic não sei quê. Aposto que até vai marcar a manicure e isso. Eu não preciso dessas coisas, já que sou bonita. Irei com um saco de plástico qualquer, um que seja grande, se calhar um que também me tape a porcaria do furúnculo que me esta a crescer no meio da testa. 

Não acredito que vá conhecer o Herman. Desde que era muito muito pequena que o via na televisão e achava que era igual ao meu pai (só via o meu pai de vez em quando). Desde sempre que era o programa que dava lá em casa nos sábados à noite. Ainda nem morávamos em Oeiras. Lembro-me de ver o programa dele quando morávamos em Sto. André. 

Vão ver-nos? Pelo menos depois ponham para trás na box. :)

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Já somos famosas (#07) Estamos na Cosmopolitan!

Perdemos a cabeça e aceitámos o desafio selvagem da Cosmopolitan!


Que tal as pernocas da Joana? 

E o rabo que tanto ela gaba? Ei-lo.


Era bom, era.

Mas em parte é verdade.
Estamos na Cosmopolitan, a dar sugestões para o Dia da Mãe.
Estou eu, mas eu e a Joana já somos uma só.




Já está nas bancas!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A minha filha já é famosa

Estava eu numa loja em Santarém a experimentar roupa (tão gira!) quando ouço o seguinte diálogo a vir da rua, onde a minha mãe estava com a Isabel.

Senhora - A cara da bebé não me é estranha.
A minha mãe - Mas é de Lisboa.
Senhora - Ah! Não é do blogue?

Apareço eu, incrédula, que estava a ouvir do lado de dentro.
A minha mãe - ... Sim...
Eu - ... Sim...
Senhora -  Bem que eu a estava a reconhecer. É a Isabel e a Irene.

Foi isto. Creepy. A sério, assusta. Mas é tão bom. Mas é estranho. Mas é bom. Mas é estranho...

domingo, 5 de abril de 2015

Já somos famosas (#06)


Que até fomos convidadas para o lançamento de um livro de alguém que nunca conhecemos. Olé.

Se estiverem pela zona, podem sempre ver o meu ar de neurótica por estar na hora de jantar da Irene e eu não estar em casa.




Quanto ao livro, obviamente que o achei adorável. Ilustrações que são um mimo e um livro que é possível de ser preenchido até ao fim, que não apresenta metas fictícias como: o meu primeiro cabelo ou o meu segundo macaco do nariz. 


sexta-feira, 6 de março de 2015

Já somos famosas (#05) - Revista TABU do SOL





Joana Gama (JG): Ai filha, por onde começar?!

Joana Paixão Brás (JPB): Não sei por que perguntas isso se já sabes que vais começar em ti e acabar em ti. 

JG: Ai que azedume! É por haver uma gralha no teu nome logo na primeira linha?

JPB: Mas qual azedume? Hoje esta foto fez-me o dia! A jornalista foi um amor em ter escolhido uma fotografia em que não se veja nenhum dos meus defeitos.

JG: Pois... as coisas da cabeça não se vêem assim. Só namorando contigo, em consultinhas ou partilhando um blogue contigo.

JPB: Queres desabafar? Precisas de falar?

JG: Não, não. Deixa estar. Olha, já que sugeriste, vou, então, começar por mim. Não ia, mas agora até vou. Já viste a minha cara? Eu, quando saí de casa, pensei: "vou vestir umas botinhas e umas calças justas" para o pessoal deixar de me ver como a pita da rádio dos jovens e da Sic Radical e depois faço aquelas caras...

JPB: Pois, olhando para ti não sei se gostaste imenso de dar um pum ou se estavas a rir-te da tua própria piada. São ambas igualmente prováveis e coisas que fazes totalmente sozinha.

JG: Estás tão cabra!

JPB: Não estou nada. Acho que até fizeste bem em ficar com essa cara de quem é "especial", assim as pessoas não reparam no facto de eu ter um mamilo quase de fora. 

E agora vocês, suas leitoras mais cabritas, foram ver se eu tinha, não foi?


JG: Até eu fui e não tenho qualquer interesse. Já vi mais vezes os teus mamilos que os meus. 

JPB: Sim, eu não me tapava a amamentar. 

JG: Não consigo ver os meus mamilos por causa da minha papada enorme.  VIdas. Vais continuar azeda? Só não te digo que "deves estar com o período" porque já nem me lembro o que isso é. Já lá vai um ano e 9 meses que a torneirinha está sequinha.

JPB: Muita informação. Muita informação mas, acima de tudo, pouco útil. Bem, vamos lá contar a história: num dia destes recebemos um e-mail da jornalista Rita Porto do SOL a convidar-nos para uma entrevista.

JG: Marcámos em casa da Joana porque ela tem a casa decorada e a minha parece um armazém de mau gosto e lá foi ter a Rita e também o fotógrafo José Sérgio. Muito queridos, mesmo. A Rita, apesar de jornalista mostrou ter sentido de humor (muahahahaha) e fazer macadadas atrás da câmara para as bebés olharem.

JPB: Ficaste com ciúmes por haver outra pessoa a tentar fazer a Irene rir? 

JG: Não porque não conseguiu. 

JPB: Servi um chá com três mini-palmiers raquíticos que tinha lá na cozinha, tudo muito improvisado que a minha vida anda completamente num frenesim e desbobinámos tudo durante mais de uma hora.

JG: Coitadinha da Rita. Já não nos podia ouvir.

JPB: Podia, acho que gostámos todas da manhã.

JG: E eu sempre mamei três bolinhos de há uma semana. 

JPB: E já achares que eram da semana passada é muito bom. 

JG: Fica aqui a entrevista na íntegra que acho que quem quer que fosse comprar o SOL hoje por nossa causa, já deverá ter comprado (obrigada Mãe e sogros).

JPB: Para a próxima entrevista, prometo ter bolinhos de jeito. Ouviram, Expresso, Visão, Público...?





quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Já somos famosas (#04) - Mustela

Joana Gama (JG): Cabra, cabra, cabra, cabra.

Joana Paixão Brás (JPB): Estás parva? Sabes que as pessoas da Mustela vão ver isto e começas o post assim?

JG: Não gostei de ter sido abandonada. Fomos ao evento Mustela para as embaixadoras e imprensa e a Joana teve de ir embora a meio para "trabalhar". 

JPB: Desculpa lá se tenho de fazer pela vida! Nem percebi essas aspinhas de caca.

JG: Cabra, cabra! Ainda por cima estava lá a Vanessa Oliveira que, muito querida, nos convidou para nos sentarmos ao lado dela e, por isso, ficámos na mesa das celebridades. Quando a Joana foi embora, lá fiquei eu só sabendo quem era a Rita Mendes. 

JPB: Pá, tu já nos vídeos não me deixas falar, nos posts escritos a meias também vai ser assim? Mau! Estás ressabiadinha por eu não ter ficado a parecer um lemur na foto como tu, não é?



JG: Nem sei por que é que fui ao melhor cabeleireiro que há por aí para depois não me pentear. Já viste os cabelinhos da tanga por causa da gravidez? Que nervos! E o que é que aconteceu ao meu colar? Achou por bem enfiar-se na minha axila. Fetiches. Tu, por acaso, ficaste muito bonita, Joana.

JPB: Tira a mão da minha perna!!! Não gosto desses climas esquisitos. 

JG: Vamos por o vídeo?

JPB: Para que é que o teríamos gravado, então? Que nervos.

JG: Está muito nervosinha, está a menina. Agora que fica bem nas fotos já ganhou moral.






JPB: Viram tantas coisinhas boas? Vamos só explicar-vos o que se passa. Assim que tivemos o blogue quisemos logo associarmo-nos à Mustela por ser a nossa marca preferida.

JG: Lá foi a escrava à reunião e acabamos por ficar embaixadoras Mustela, isto é, pessoas que gostam da marca e que fazem parte da família. 

JPB: Não diríamos que gostávamos, sem gostar. E não é por nos oferecerem cremes que iríamos estar a mudar a nossa opinião sobre as coisas. Aliás, somos nós quem pede os cremes, por isso não estamos a ser subornadas.

JG:  E hoje o evento foi muito para falar sobre isso. Em toda a investigação que está por trás dos produtos Mustela. Foi muita informação para a minha cabeça, por acaso.

JPB: Tu até a montar legos tens dificuldade, é normal. 

JG: Sou selectiva nas coisas que acho que valham a pena pensar, é mais isso. Olha, tu ainda não viste os sacos das prendas com atenção porque não tiveste tempo, estás a trabalhar, mas lá dentro acho que está a melhor invenção de sempre.

JPB: O quê? Um tira-buços por telepatia?

JG: Não. Isto!



JPB: Um saquinho? 

JG: Um saquinho que deita cheirinho a Mustela para por nas gavetas!! Eu não sei se vendem isto, mas se não venderem é por parvoíce! Acho que estamos perante um best seller.

JPB: Então oferecem-nos um saco com uma dezena de produtos para falarmos deles e explicarmos para que servem e tu centras-te no saquinho?

JG: Os produtos já conhecemos de trás para a frente. Aliás, se a Mustela é líder de mercado é porque a maior parte das mães que nos lêem também conhecem. Agora... o saquinho? Bem jogado, Mustela. Eu compraria isto para todas as gavetas lá de casa.

JPB: E como não há à venda e esperta como és, vais ter a brilhante ideia de encher as gavetas de creme, não vais?

JG: Não tens o Alta Definição ou o Fama Show para fazer? 

JPB: Sim, tenho de TRABALHAR, sim. Não estou de pijama sentada com a regueifa no sofá, não. 

JG:  Obrigada Mustela pelo convite!!

JPB: Mas, acima de tudo, pelo saquinho de cheirinho, já sabem...