Mostrar mensagens com a etiqueta paleo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta paleo. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 7 de abril de 2017

2,5 kgs perdidos numa semana... a COMER!

*este título não é o mais importante do que eu consegui. A força mental, sim. Mas quis cativar-vos.

Não é novidade que as dietas iô-iô não ajudam ninguém. Aquela coisa de que para se perder peso se tem de fechar a boca (já ouvimos alguém dizer isso pelo menos uma vez na vida), isto é, ingerir menos calorias do que as que o corpo precisa, sabemos que pode resultar a curto prazo mas, como não é nada que possamos suportar ad eternum, acaba por resultar num aumento de peso exponencial assim que voltarmos a apanhar comida à frente.

Sabemos também que, em princípio, com uma dieta equilibrada, sem passar fome, e com muito desporto a coisa também se dá, mais devagarinho, mas mais consistentemente. Porém, nem sempre é fácil arranjar tempo para o exercício (csssss cssss - é o som da chibata, mas quero voltar que tenho uma corrida de 10kms para fazer já dia 22, socorro!!!) mas a alimentação é meio caminho andado para a perda de peso. Tenho-me vindo a aperceber de que COMER é a solução. E quanto mais limpa, do bem, for a comida, melhor nos fará. Se cortarmos ao máximo os processados, comendo quando temos fome e não segundo aquela imposição das 3 em 3 horas - e vamos ver que se comermos bem não vamos ter fome tão cedo - e baseando-nos numa dieta o mais próxima do paleolítico que conseguirmos (ou quisermos), garanto-vos que não só perdem peso (ganhando saúde), como se vão sentir com uma energia maior. Perdi logo na primeira semana 2,5 kg e a comer, sem esforço por aí além. Confesso-vos que o desmame do açúcar não é fácil, passar a beber café sem adoçar também não, mas prometo que o vosso corpo se vai adaptar e vão agradecer.
Eu não sou "fundamentalista" (aliás, podem ver os estragos que fiz no fim-de-semana - e não foram poucos), mas com algumas alterações vi logo resultados. Não sigo paleo à risca, mas é dos estilos de vida/alimentação que mais sentido me faz (viram a entrevista do Alta Definição com o Dr. Manuel Pinto Coelho? VEJAM!) e, por isso, apesar de andar ali muito na zona "cinzenta" e comer coisas que não são perfeitas, se fizer 80% já considero muito bom. Tenho uma amiga que perdeu 21kgs, está a maior brasa, e acima de tudo, está muito mais saudável. Se tiverem interesse, entrem no grupo Paleo Descomplicado.

Como não faço PALEO a 100%, mas não quero asneirar muito, ataco um dos muitos snacks da The Healthy SnackBox, que tem coisas maravilhosas (e cada vez me surpreendo mais), mas tenho-me vindo a aperceber de que frutos secos, um ovo cozido ou cenouras são um óptimo snack.

Sim, amamento (e muito). Li muito e, depois de iniciar com esta mudança de vida, passei a conhecer melhor o meu corpo. Nas semanas em que não cumpro à risca, não aumento, apenas não perco grande peso. Mas volume? Está à vista. Agora, para tudo ser perfeito, falta exercício físico, mas estou pronta para dar esse passo, deixando a Luísa com alguém de confiança, 1 hora e meia por dia, 3 vezes por semana.

Uma publicação partilhada por Joana Paixão Brás (@joanapaixaobras) a



Salada de atum, maçã verde, ovo, azeitonas, rúcula, alface. "Tosta" de queijo e atum. Tomate. Morangos.

Waffle saudável (com polvilho doce e azedo, ovo e queijo grego) e abacate com limão e canela. Kiwi e morangos. Café com óleo de côco e canela.


Quiche sem base, com ovo, polvilho, cogumelos e espargos

Pequeno-almoço: ovo mexido, abacate e kiwi.

Empadão de atum com batata doce. Salada. Ali ao lado acho que era abacate com limão e coentros.

Waffle com morangos, "chantily" de côco.

A caixinha dos meus snacks maravilha (nem tudo é paleo, mas eu gosto de "misturar". :)



Pudim de matcha com chia - muito cremoso e suave.


 .............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

domingo, 5 de março de 2017

Barra de cereais (paleo) para nós e para eles.

Há que admitir que tem bom aspecto! 

Nem sempre temos tempo para treinar, para ir ao ginásio, mas se há algo que consigamos controlar melhor e com alguma organização é a nossa alimentação. Quem me ensinou esta receita foi O Melhor PT do Mundo que acredita que um dia conseguirei um equilíbrio saudável ao ponto de gostar do meu corpo e de não me sentir privada de guloseimas (saudáveis). 

O segredo, para ele (entre outras coisas, claro), são os snacks. Se estivermos munidas de coisas saudáveis, só com muito pouca motivação fazemos piores escolhas a nível alimentar. E realmente, estas barras enchem-me a barriga de coisas boas em vez de ir comer pastéis de nata ao bar ou de enfiar dois euros na vending machine para tirar Chips Ahoy (dei apetites a alguém só por ter dito o nome, não dei?). Lembrem-se que comer bolachas não compensa. 

Irritou-me solenemente (amante da ordem como sou) que ele não me tivesse dado uma receita certa, mas consegui fazer a olho (depois de duas ou três tentativas em que ou fiquei com um folar para comer ou, então, próximo de um bocado de cola). 

Ingredientes: 

Aveia

Claras de Ovo (vendem-se em separado, escusamos de estar a massacrar ovos)

Frutos Secos a gosto.


Conselhos: 

Nos frutos secos incluam passas, tâmaras ou alperces ou tudo junto de modo a não ficarem com uma papa seca para comer (blergh). 

Podem usar o que quiserem mais, desde que gostem. Eu ponho pepitas de cacau, farinha de banana, açaí, sementes de chia. Vou variando conforme me apeteça e vá acertando nas receitas.


Como fazer: 

  • Aquecer o forno a 200 graus (eu ponho a 200, sei lá! Depende do tempo e da cozedura que quiserem dar!)
  • Enquanto isso, triturar os frutos secos que queiram que estejam na barra, juntar aveia (a aveia deverá ser 70% do conteúdo). 
  • Acrescentar as claras de ovo de maneira a fazer de cola e de ficar minimamente maleável.
  • Forrar uma travessa rectangular com papel vegetal, assegurar a mesma altura e espessura ao longo de toda a travessa. 
  • Levar ao forno.
  • Esperar que esteja "seco", conforme vos pareça uma barra de cereais. 
  • Cortar em barras.. 
  • Esperar que arrefeça. 
  • Guardar no frigorífico.
  • Ir tirando consoante o apetite. 

Foi assim que ele me passou a receita (mais ou menos), espero que consigam fazer eventualmente coisas que gostem e não se esqueçam que podem dar aos miúdos (depois de despistadas as devidas alergias alimentares, etc). Não sou nutricionista, por isso aconselho a que falem com alguém se quiserem fazer disto rotina alimentar deles ou algo do género. 

Depois contem como correu :)

O Melhor PT do Mundo farta-se de partilhar coisas giras no instagram dele aqui. 

...............

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.