Mostrar mensagens com a etiqueta pequeno-almoço. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta pequeno-almoço. Mostrar todas as mensagens

domingo, 9 de julho de 2017

Tomava este pequeno almoço para sempre (as minhas panquecas).

Aos domingos acordamos noutro ritmo. Agora é o único dia do fim-de-semana em que acordamos juntas e adoro os dias em que ela acorda bem cedo (sim, nunca pensei dizer isto) ou que não tenhamos nada para fazer, é bom acordar com calma. 

Para quem esteja a ler isto no próprio dia, até já dançamos a Gasolina e o Despacito nas stories do meu instagram (mais ela que eu estou sem soutien e não me apeteceu ir vestir). 

Estou a seguir o melhor que posso o plano alimentar da Nitricionista  e isso inclui eu poder comer panquecas. Hoje tive tempo para fazê-las e para as decorar e "toppar" como me apeteceu: 




Toda a gente já deve ter a sua própria receita de panquecas saudáveis. Eu faço assim: 

  • 1 ovo
  • 1/2 banana
  • 6 colheres de aveia
  • óleo de côco na frigideira e pronto. 

De resto, não dispenso os extra que uso da Iswari

  • amoras brancas
  • pepitas de cacau
  • açaí


Acrescentei canela e um bocadinho de mel. 

Já nem consigo conceber comer panquecas das outras, sabem-me a crime, não tenho saudades sequer. Ainda comem panquecas criminosas? 




✩✩✩✩✩✩✩✩✩✩

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.

domingo, 21 de maio de 2017

E o prémio de melhor pequeno-almoço vai para...



Gostaram? Do product placement? Eheh Estou a ficar pro nisto. Super subtil. 

O pequeno-almoço da Irene sempre foi algo pouco pacífico. Uma das razões tem que ver com o faco dela (ainda) mamar de manhã e, por isso, o apetite para comer depois do acto ser variável. A outra é que tento ser consciente relativamente ao que ela come - tem sido um caminho, até foi uma leitora que me avisou que ela comer frutinha de manhã sem nada no estômago e diariamente não era uma boa opção. Daahhh. 

Fomos ao lançamento das novas papas Pequeno Buda da Iswari e vim de lá satisfeita porque finalmente consegui mais uma opção para o pequeno almoço dela. Já temos as panquecas, os cereais de milho com leite vegetal (agora não me lembro de mais) e ontem de manhã foi a farinha de banana-maçã. 

Eu sinto-me muito mais feliz e descansada a saber que ela está a comer coisas boas, coisas que alimentam e que lhe fazem bem. Habituá-la a comer bem - já para não falar que funciona como profilaxia (uhh que ela sabe palavras complicadas - faz-me mais feliz também. 

Estava cheia de medo que ela não gostasse porque não tem açúcares adicionados, nada desses "decotes abusados" que fazem com que todos nós olhemos gulosos para a comida e que não a vejamos por aquilo que ela vale a sério (ahaha). GOSTOU! Adorou!

E eu no meu potinho de hoje, para variar do iogurte com aveia e tal e tal, também me afiambrei ao Pequeno Buda (salvo seja). 

Querem dar dicas para pequenos-almoços? A malta agradece ;)


... ja estou cheia de saudades dela.

A minha fotografia preferida nos últimos anos.

Mariana Ferro do a Mãe já vai e as vossas queridas.

Mariana Ferro do a Mãe já vai e as vossas queridas.

Houve uma leitora que me pediu para mostrar a tatuagem e aqui está o meu Catclaw


Fotografias: Pau Storch (excepto as duas primeiras que foram minhas que o Pau ainda não esteve cá em casa - ignorem o duplo sentido, por favor)
O meu macacão e o da Irene: Little Jack Baby Clothes 

........................................

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Como ser pontual de manhã.

Lembro-me perfeitamente da nossa primeira consulta no Centro de Saúde. Foi no dia em que me desceu o leite (se bem me lembro terá sido no 5º ou 6º dia depois da miúda nascer - depois vim a saber que já havia quem tivesse começado a dizer "que eu não ia ter leite" e blá blá blá... ). 

Estava com umas mamas tão grandes que quase que estava mais satisfeita por ter aquilo ao pescoço do que por ser mãe, digamos. Foi um stress enorme porque além de ser tudo um stress enorme para mim naquela altura, ainda por cima tinha que chegar a horas a uma consulta. Sendo que tinha de tratar de mim (mal conseguia), tratar da Irene, dar-lhe mama, fazer a mala com tudo o que era preciso (sabia lá eu) e... "se tiver de dar a mama em público"... e.. se...! Estava louca. 

A enfermeira do CS disse "conte com, pelo menos, mais meia hora por filho". Obviamente que enchi mais um bocadinho o meu penso do pós-parto com essa, "por filho", ahah. Como se. Como se. 

Hoje em dia é tudo muito mais fácil. Claro que temos uma situação familiar, se calhar, mais relaxada a nível de horários. Eu, por amamentar, tenho direito a duas horas por dia a menos no meu horário e o Frederico é freelancer. Acorda-se quando a Irene acordar (varia entre 6,7 e 8) e depois a diferença está no tempo que passamos juntos a tomar o pequeno almoço. Quanto mais à vontade estivermos, mais tempo estamos juntos à mesa. 

Preparo o meu pequeno-almoço e o dela, enquanto o Frederico prepara o seu (ele é muito lentinho de manhã, ahah). Enquanto a Irene vai comendo, nós também vamos e falando sobre o dia, a noite, brincando com a Irene ou simplesmente a rirmo-nos das parvoíces dela. 

Dependendo das horas e do dia da semana, há um que se levanta primeiro para tomar banho enquanto o outro lhe faz companhia. Como eu tenho ido treinar 4 vezes por semana, o mais normal é equipar-me para o ginásio e sair ou imediatamente a seguir a eles 8h45 ou, então, quando se atrasam, saio primeiro.

Aqui o truque mais valioso é: 

- Assim que a Irene acorda, visto-a logo, nem ainda saímos do quarto. Fica despachada. 

O segundo truque mais interessante é: 

- Alternar a companhia durante a tarefa mais lenta da miúda. 

O terceiro truque é: 

- Fazer disto uma rotina e assim não há grandes birras pelo meio porque já vai em modo automático. 


Sou só mãe há 2 anos e meio e por isso há aí gente com mais dicas e muito valiosas que, se não se importarem de acrescentar por comentário, ficamos aqui com uma lista gira e até faço novo post! 



Irene a tomar o pequeno-almoço
A Minnie a ver a Irene a por demasiada manteiga numa tosta e surpreendida por eu a ter vestido com uma camisola a condizer com o laço. 

Irene com brinquedo de criança
A Irene a dizer que o Lémure (sei lá) tem as unhas pintas de preto (e só me lembrei do Ronaldo). 

Brinquedo de criança
Não, não foi a Irene. Fui eu a tentar criar um momento divertido, mas como ninguém se está a rir, parece que falhei. 

Ida para a escola
O momento antes de saírem de casa. Algo que me enche de orgulho porque, finalmente, depois de uma catrefada de tempo, a Irene parou de dizer 20 mil vezes a chorar enquanto saía de casa "a mãe depois vai buscar a Necas ao colo". 


Os putos estão a dormir? Ainda não fizeram tudo na sanita? Então leiam mais isto: 


  • Sobre amamentação (ajuda e ocasional desespero) aqui.
  • Porque é que não quero ter mais nenhum filho aqui.
  • Jogos giros sem objectos para fazer com eles aqui


Coisinhas que podem ter achado giras: 

Camisola da Vertbaudet

Bonequinhos da Science4you

O lacinho não me lembro de onde é! Joana, queres ajudar?
(Sim, é Lost Colours)
:::::::::::::::::::::::::::::::::::

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este 

sábado, 20 de agosto de 2016

Fui à sede do Pinterest.

Em Setembro voltarão as aulas de música aos sábados de manhã. Até lá vou tentando aproveitar para arquitectar uns momentos a três sem perturbar as sestas da miúda. Já que é complicado irmos almoçar os três a horas que agradem a todos, pensei "e pequeno-almoço?". Estamos todos acordados ao mesmo tempo, os sítios não estão cheios de pessoas e, por isso, a Irene não aborrece ninguém se estiver numa explosão de energia e, aqui entre nós (adoro dizer isto quando sei que estou a falar para milhares de pessoas), o pequeno-almoço e o lanche são as minhas refeições preferidas do dia. 

Escolhi o sítio pela beleza. Nem imaginam a minha frustração quando, depois de ter chegado à Baixa e estando lá pela primeira vez com a Irene, reparei que a máquina estava quase sem bateria. Eu, cuja minha motivação para passear - já antes da Irene - era sempre quase 50% pela fotografia. 

Mesmo assim sacámos uma ou outra mais engraçada e convido tentarem fazer este tipo de planos: começa-se o dia de forma bem diferente e é quando ainda está fresquinho. 

Não precisam de ir ao Bastardo (que é bem giro) que custa 15 euros por pessoa por um pequeno almoço (para nós é o nosso dia de festa ocasionalmente, permitimo-nos ir um pouco "mais longe") mas, se formos bem a ver, por aquilo que o Frederico almoça e janta às 7h da manhã, eles é que acabam por ficar a perder. ;)


Tinham quadros muito engraçados deste género. Infelizmente as minhas outras fotografias ficaram péssimas. Vou roubar a ideia para a nossa casa nova (um dia a ver se acontece) e fazer qualquer coisa do género, com graça.

Não parece que entrei na sede do Pinterest? 

O cliché das cadeiras todas diferentes. Também gosto muito.

O pequeno almoço com tudo simétrico e cuidado. Ahhh que maravilhas que faz ao meu lado obsessivo compulsivo.

O modelito de hoje. 

Só comi este - estou a bater palmas a mim mesma. Só comi este depois de uma fatia de bolo de maça, um pão, um leite com chocolate...

Aqui o boss nuns dos raros momentos em que não tem um pedaço de chouriço abaixo do bigode.

A Irene a provar caipirinha.

O vocalista dos Nickelback, segundo o meu carinhoso marido. Eu acho que estou igual ao irmão mais velho do meu pai - o que é igualmente péssimo para a minha auto-estima.

A Irene sentada como uma lady, tal como a mãe se senta. 

A mãe a fingir que não sabe que está a ser fotografada, apesar de ter a máquina a menos de 10 centímetros da focinheira.



Sigam-me no instagram @JoanaGama
e o @aMaeequesabe também ;)