Mostrar mensagens com a etiqueta roupa. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta roupa. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Só comprei roupa para ela!

Há várias coisas que "me vão acontecendo" ao longo da vida que, se me contassem há uns anos, ter-me-ia rido tanto, mas tanto que me ficaria a doer o meu uni-abdominal. Se me dissessem há 6 anos que me iria casar e ser mãe, nem imaginam a gargalhada. Provavelmente até teria feito stand-up sobre isso e teria feito um espectáculo de duas ou três horas (as if I could). 

Outra era que tinha recebido um cartão-presente para gastar na C&A, uma loja que tem imensa roupa gira para mim e para a Irene (com acessórios incluídos - coisas que parecem nunca "ser demais") e ter gasto tudo nela. Entrei na loja, fisguei logo uma camisola para mim (uma branca com pêlo que imaginei logo com um baton vermelho e tal e tal) mas, de resto, tive vontade de comprar tudo o que vi na secção dela. E ela também.

Fui com ela. Quero envolvê-la na escolha das roupas. Já vos contei que, por mim, é a Irene quem escolhe a roupa dela (para evitar birras, selecciono três opções e, a partir daí, é ela quem escolhe o que vestir - para mim faz-me mais sentido assim e ela fica vaidosa) e ver tanta coisa da Minnie, do Mickey, do Frozen (ela não viu o filme, mas como tem amigas com roupas de lá, associa), dos Minions, da Patrulha Pata, dos Carrros, Homem Aranha (a Irene adora o spider man, não sei porquê)... deu-nos imensa pica para comprarmos roupa juntas. Isto, claro, intercalado com a Irene andar a brincar às escondidas entre os cabides e de alguns mini ataques de pânico da minha parte. 

Para mim, as regras para a roupa dela são: serem confortáveis, adaptadas à estação (não à de Santa Apolónia... - ai que boa piada que esta foi) e que ela goste. 


 

 
Estas foram algumas das nossas escolhas. Inicialmente tive vontade de ir sozinha, para ver as roupas com calma para ser um "momento meu", mas depois achei que é divertido ela estar envolvida na escolha da roupa dela porque, no futuro, é isso que vai acontecer. E, se ela participar já no processo de decisão, ser-lhe-á tudo mais natural e provavelmente não andará como a mãe aos 31 anos a batalhar sobre "que estilo é o meu". Ela vai saber. 

 
Neste caso é simples. Na C&A é tudo acessível e, por isso, aquela coisa extra a caminho da caixa também pode ir e estamos a comprar roupa necessária mas, também, coisas que a fazem feliz todos os dias de manhã quando calha ser "aquela peça que ela escolheu". Escolheu as calças pretas por serem quentinhas e parecerem neve, escolheu o vestido da Hello Kitty porque a Sara (educadora que tem uma viola com uma Hello Kitty) vai gostar, escolheu a camisola azul porque tem as lantejolas reversíveis e tem a Hello Kitty ou um pinguim. 

 
Às vezes, por ser a Irene a escolher o que veste e combina, quando a levo à escola, tenho um bocadinho de inveja pelas amiguinhas delas estarem tão bonitas, com conjuntos lindíssimos, betinhos, cores pastel, prontas para irem a "qualquer lado" mas, para mim, esta vaidade dela compensa. Mesmo quando vai com calças com estrelas, casaco com flores e camisola às riscas. 

Para já, é assim que estamos.

Vocês envolvem-nos nas vossas compras ou preferem ter o vosso "momento de compras" sozinhas, como se fosse um momento spa? 


O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram


domingo, 22 de outubro de 2017

Oh por favor!

A sério que esta "supétendência" tinha de chegar até aos sapatinhos de criança?...


Eu não sou grande entendida nesta matéria (fashion expertise - nível zero) e naturalmente que gostos não se discutem - o que seria do amarelo, não é verdade? - mas a sério? A sério?  

Bem, às tantas faz-me tanta confusão como faz à Joana Gama eu calçar carneiras às minhas filhas, mas fará sentido termos crianças calçadas neste outono/inverno com sandálias com pêlo? Quem diz nesta estação diz em qualquer uma (blecccc), mas até que ponto fará sentido aquele calcanharzinho ou aqueles deditos ali despidos (mesmo que com meias..., coisa mai'linda)?
Eu respondo à minha pergunta: não, não faz. 
E é bonito? Não, não é.

E que mais não é bonito, que muito vi por aí este verão? A chanata de pêlo. Para andar na rua. Na. Na. Na. 3 vezes não.




Isto também não é bonito e custa 125 euros.
 Ah, mas estes, como são Gucci, sim senhor. Custam 680.
 

Mas confesso, gostava que me oferecessem estes:

Para os vender! Custam quase 800 euros ou o que é.
Não tarda vão parar cópias aos Alliexpress desta vida, não se apoquentem. 
Ficam realmente bem com tudo.😂


Agora, de tanto os ver já me começam a parecer mais aceitáveis, palavra. 
Não, não consigo gostar. Como disse o Xico Esperto no instagram a propósito dos da namorada, Inês Mocho, que me fez rir: "parece o cabeleireiro que levou os chanatos para o trabalho e ficou com tufos agarrados". 

Piores (só) estes:

Disseram, a gozar, que seriam inspirados no Trump.

Ai, senhores, que tenho de ir lavar as vistas rapidamente. A sério.  

Sigam-me também aqui: 

a Mãe é que sabe Instagram


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

A Mãe não veste Prada - #08 - Em Santarém

Como assim chegar à oitava edição desta rubrica de auto-contemplação e nenhuma ainda em Santarém? Que erro crasso! Desta vez, vestida - salvo seja, que eu visto-me sozinha e por acaso até acerto no pé dos sapatos e tudo, já ultrapassei a fase da Isabel - pela Ivens, também de Santarém, of course, que o que é scalabitano é bom. Aproveitei para me emperiquitar toda no Cut by Kate. Combino sessão com a Joana do The Love Project e depois vai de roçar-me toda no mercado municipal, que em quase 100 anos nunca aquele azulejo deve ter sentido tanto tecido. Sim, porque a pessoa tem de fingir que foi ali apanhada super desprevenida à espera da caminete. E o que fazer às mãos senhores, o que fazer às mãos? Quando estava na Sic tinha o microfone numa delas, pronto. Quando tenho filhas, tenho-as a elas no colo ou tralhas para agarrar. Agora assim sozinha? Tenho de ir ver tutoriais ao Youtube, não sei que faça com as mãos.

Mas vá, algumas ficaram giras. :) Outras ficaram engraçadas pelo esforço, que se torna cómico, que eu estou a fazer para parecer natural. Obrigada Joana Sepulveda Bandeira, pela paciência :)

















Olha, desencostei-me!!!


Pumbas, rabo na porta, para variar, e porque estar à espera do disparo da máquina cansa imeeeenso.





A rezar ou lá o que foi este tique que me deu. O que fazer às mãos, senhores?!

"Mexe no cabelo, Joana", disse-me a minha voz interior, mesmo com muita vontade de rir.

Aquela dorzinha de barriga básica.

Se encostasse ali a cabeça nos joelhos, juro que adormecia (a Luísa anda a acordar de duas em duas horas, máximo).

Mas estão mega disfarçadas as olheiras!

A pensar no que ia tirar para o jantar. Mentira.

E agora novo encosto: uma árvore, mas...

... não quero saber se é cliché, adoro esta fotografia, o vestido, tudo!!!


Vestido e colete - Ivens
Relógio (smartwatch) - Fossil (este)
Óculos - Tiwi


Cabelo e maquilhagem - Cut by Kate

 Fotografias - The Love Project

 
www.instagram.com/joanapaixaobras

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Porque é que os sapatos não têm todos o mesmo tamanho entre marcas???????

Ando-me a passar com a questão dos sapatos! Por que diferem tanto de umas marcas para as outras? Nem sempre quero ir com a miúda experimentar sapatos quando posso comprá-los e ando sempre num "vai para lá e para cá" para ver o que serve. Há outros em que depois já não "me apetece" e ficam ali a marinar porque posso dar a alguém e depois há os outros que tiramos a etiqueta cedo demais como foi o caso destes.

Irrita-me também solenemente não conseguir saber o quão grandes lhe estão os sapatos, visto que muitas vezes o sapato não deixa sentir os dedos dos pés... 

Há por aí truques? 

Desejosa que calcemos o mesmo número, eheh. 












✩✩✩✩✩✩✩✩✩✩

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 

terça-feira, 27 de junho de 2017

A Mãe não veste Prada #06

Então e o macacão?, perguntou uma de vocês e ainda bem (mesmo que não tivesse perguntado, vinha daqui post). O macacão que usei na minha festa é da 2 TONS by MT, uma marca portuguesa criada por duas amigas cheias de bom gosto. Além de super confortável e numa cor que adoro - salmão - é daqueles tecidos em que, por mim, tinha a roupa toda - não é preciso passar a ferro. (Aleluia!)

As sandálias são Igor (marca que a Joana Gama descobriu há dois anos para a Irene e agora não queremos outra coisa... para todas) e o colar Aiaimatilde.

Eu continuo a não saber o que fazer com o corpo (só nestes casos, calma eheh) e todas as fotos são de uma naturalidade que salta à vista... mas cá vai disto. Look festa de anos em acção:









Macacão  2 TONS by MT
Sandálias ♡ Igor
Colar Aiaimatilde
Relógio  Timex

Tudo sobre a festa de anos na Casa dos Cedros

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.