sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Amamentação: ultrapassei, com a 2a filha, o tempo da 1a!


Era um dos meus objectivos, assim que engravidei da segunda filha: ultrapassar o tempo em que amamentei a primeira: 9 meses. A Isabel fez um falso desmame que eu não consegui reverter, mesmo depois de muita ajuda (de que já falei em vários posts, procurem aqui).

Dou maminha muitas vezes durante o dia - não sei quantas, que não conto (e também durante a noite, coisa a que fui praticamente poupada nos 6 primeiros meses), mas até agora, não tem sido penoso, muito pelo contrário. A única coisa de que me vou queixando neste momento é de fazer piscinas, à noite, entre filhas - a Isabel só quer a mãe no quarto dela à noite e a Luísa nem sempre acalma só com o colo do pai -, mas como ando numa fase boa e optimista, nem isso me tem tirado o sono (ah ah ah). Hoje estávamos sem o pai e dormimos as três na mesma cama e foi maravilhoso [a Isabel aceitou o meu convite e veio dormir no meu quarto].

Fiz muita coisa diferente agora nesta segunda volta, aproveito tudo muito melhor, e estou a adorar amamentar. Tinha muitas saudades. Não sei quanto tempo teremos pela frente, não estabeleço grandes metas, mas gostava que fosse tudo muito natural e sem grandes stresses. Espero que cheguemos longe, mas sinceramente não queria chegar ao ponto de estar muito cansada e de não me apetecer mais. Era óptimo se estivéssemos sempre em sintonia e que este namoro acabasse quando ambas quiséssemos. Veremos. 


adoro a fotografia, mas o papel ali a descolar faz-me tremelicar de um olho ;)

depois disto, claro que me puxou o nariz, o lábio superior e fez-me 2 mil arranhões na cara. mas as festinhas no peito compensam.
............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

7 comentários:

  1. Olá,
    Por aqui vamos em 10 meses a amamentar! Agora estamos numa fase em que adoro o namoro e sempre que estamos juntas mama quando lhe apetece dia ou noite.
    Também sonho que quando for para o desmame seja a vontade das duas! Não queria nada deixar de adorar dar de mamar... mas logo se vê sem grandes ansiedades.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Também vou com 6 meses de amamentação e alguma dificuldade (resistência da minha parte?!) à introdução dos sólidos! Até esta data também dei muito pouco de mamar durante a noite, na maioria das vezes apenas uma vez para aí durante 5 minutos, mas e agora, senhores?? Agora que voltei ao trabalho acabaram-se as noites tranquilas e não consigo reverter isto!!

    ResponderEliminar
  3. 17 meses a amamentar a Luísa, primeira filha. De dia e à noite, ainda umas três vezes; co-sleeping para facilitar...
    É algo que me dá prazer, mas confesso que as noites estão a tornar - se muito exaustivas, principalmente desde que voltei ao trabalho há seis meses atrás.

    ResponderEliminar
  4. Joana actualmente estou com quase 11 meses de amamentação mas está a tornar se mt penoso!!! O meu bebé morde me IMENSO.... e tenho os mamilos numa miséria... tens algum conselho? Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    Sou uma leitura assídua mas a 1a vez que comento.
    Reparo que em muitos posts a Joana fala de como está a fazer coisas diferentes com a 2a filha. Acho louvável no sentido em que demonstra crescimento e maturidade mas ao mesmo tempo não deixa um sentimento agridoce?! Ou seja, dá a ideia/consciência que se erra imenso com o primeiro filho e isso assusta-me sinceramente!
    Tenho uma pipoca de 20 meses a mamar com um início muito difícil mesmo, com momentos maravilhosos mas também momentos maus/horríveis só possíveis de ultrapassar por querer muito (desde sempre) amamentar e por este amor ser incomparável e aumentar todos os dias um bocadinho mais!
    Sílvia

    ResponderEliminar
  6. Vai ser difícil bater o record da primeira filha,3 anos, mas vou tentar com o segundo. Não me arrependo nada,apesar dos desagrados de alguns, até porque é uma criança com saúde de ferro e temos uma ligação extraordinária. Aproveitem enquanto podem. 😊

    ResponderEliminar
  7. Se não dissesse que o papel se estava a descolar, nem teria reparado! A foto está realmente muito bela. Faz-me lembrar uma foto que publicou da sua mãe a amamentá-la na praia. Quero agradecer-lhe por isso.
    Quando comecei a amamentar (primeiro filho), tinha muitas dúvidas e receios (principalmente porque o pequeno príncipe chorava desalmadamente e era inevitável para mim achar que o meu leite não servia). Esse post que escreveu com a foto da sua mãe foi tão inspirador que sempre que sentia receio ia revisitá-lo aos favoritos e ficava a imaginar-me também a amamentar ao por do sol. Tem resultado :) Obrigada!

    ResponderEliminar